Contábeis o portal da profissão contábil

20
Abr 2014
23:26
você está em:

FÓRUM CONTÁBEIS » Contabilidade

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Lançamento de Compras/Vendas no Estoque

13respostas
15.063acessos
  

POSTS RELACIONADOS

Robelyo

Usuário Estrela Nova

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens248
pontos1.418
membro desde27/02/2008
cidadeGoiania - GO
Postada:Sexta-Feira, 17 de abril de 2009 às 10:13:17
Eu sempre lanço assim:
Entrada:
D - Compra mercadorias ou matéria prima (CR) lá no CUSTO
C - Fornecedor (PC)

Venda:
D - Cliente (AC)
C - Receitas (CR)

Na faculdade, a professora ensina pra turma, e já ví isso em algumas empresas, a fazer dessa maneira:

Vendas
D - Clientes
C - Estoque (AC)

Compras
D - Estoque (AC)
C - Fornecedores (PC)

Essa forma procede? Qual a base?
Na forma usual que eu faço, eu lanço o estoque pelo valor no final do periodo, apurado na Escrita Fiscal. Mas dessa forma, eu realmente não sei como funciona pois tenho certeza que, sem o lançamento das receitas de vendas, a empresa sempre vai dar prejuízo no fianl pois as receitas de juros recebidos, descontos etc, não será suficiente pra confrontar com as despesas.
Já levantei esse assunto antes aqui no Forum, mas a minha dúvida ainda permanece, eu continuo fazendo as minhas empresas da forma antiga. E não tenho dor de cabeça!
profissãoContador(a)
mensagens2
pontos24
membro desde17/04/2009
cidadeNova Petropolis - RS
Postada:Sexta-Feira, 17 de abril de 2009 às 10:24:08
Presley, eu tambem efetuo os lançamentos da mesma forma que voce pois debitar clientes e creditar estoques nao tem muito sentido a contrapartida de clientes seria vendas a prazo.
Robelyo

Usuário Estrela Nova

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens248
pontos1.418
membro desde27/02/2008
cidadeGoiania - GO
Postada:Sexta-Feira, 17 de abril de 2009 às 10:41:39
Mas as faculdades ensinam dessa outra forma,
a minha dúvida é:
as receitas de juros, descontos etc não serão suficientes pra confrontar com as despesas do período, as empresas sempre darão prejuízos?
Já que além do custo, elas tem as despesas fixas como: folha de pgto, agua, energia eletrica e telefone, etc.
E no final, mesmo que opte por assim o fazer, o estoque vai fechar com o apurado na escrita?
Isso não dificulta ainda mais a contabilização?
Claudio Rufino

Moderador

profissãoContador(a)
mensagens3.120
pontos26.657
membro desde02/06/2005
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Sexta-Feira, 17 de abril de 2009 às 15:13:53
Robélyo P a Sousa/Vladimir Machado de Oliveira, boa tarde.

Duas modalidades de registro de compras para revenda, são utilizadas com frequência na maioria das empresa que exploram atividade de compra e venda, desta feita, vamos abordar um pouco sobre os dois casos, vale lembrar que as contas utilizadas aqui, apenas configuram visualização para entendimento.

Inventário periódico - quando efetuamos as vendas sem um controle paralelo e concomitante do nosso estoque, e portanto, sem controlar o custo das mercadorias vendidas. Quando necessitamos apurar o resultado obtido com a venda das mercadorias(RCM), fazemos um levantamento físico(a famosa contagem) para a avaliação do estoque de mercadorias existente naquela data; e pela diferença entre o total das mercadorias disponíveis para venda durante o período e esse estoque final(apuração extracontabilmente) obtemos o custo das mercadorias vendidas ou simplesmente CMV.

Inventário Permanente - quando controlamos de forma continua o estoque de mercadorias, dando-lhe baixa, em cada venda, pelo custo dessas mercadorias vendidas (CMV). Esse controle permanente é efetuado sobre todas as mercadorias que estiverem a disposição para venda, isto é esse controle é efetuado sobre as mercadorias vendidas (CMV) e sobre as mercadorias que não foram vendidas (estoque final). Pela soma dos custos de todas as vendas, teremos o custo das mercadorias vendidas (CMV) total do período.

No inventário permanente, que será proposto a seguir, pode-se utilizar uma ficha de controle para se conhecer o saldo em estoque. Mas no periódico só é possível obter tal saldo com a averiguação das existências físicas.

Inventário permanente:
Nas medias e grande empresas, principalmente, há uma necessidade de um controle continuo sobre o valor do estoque de mercadorias. Consegue-se isso fazendo com que haja a baixa, em cada venda, do custo da mercadoria vendida.

Assim sendo, a contabilização no sistema de acima indicado, ficará da seguinte maneira.

No aludido sistema, as compras serão registradas diretamente na conta de mercadorias.

Pela compra:

D=estoque(AC)
C=fornecedores/caixa ou bancos(AC)

Porém, na venda, há necessidade de dois lançamentos a saber:

D=clientes/caixa ou bancos(AC)
C=receita de vendas(R)(pelo valor da venda)

E

D = custo das mercadorias vendidas(R)
C=estoque(AC)[Pelo valor do custo da mercadoria vendida]

Partindo desse ponto, a cada venda realizada e respectiva contabilização, tem-se a conta de venda atualizada e a do CMV com seus totais acumulados até a data e a conta de estoques demonstrando os valores exatos.

A T E N Ç Ã O!
NOTA: não ousei tratar dos impostos incidentes ou recuperáveis, a fim de faciltar a compreensão.

Na persistência daqualas dúvidas, retornem. Imperativo é, que demais amigos conhecedores da matéria possam contribuir.

Sds
...

Editado por Claudio Rufino em 17 de abril de 2009 às 15:42:29

Não as franquias de serviços contábeis
Professor de Contabilidade
http://www.contabilidadesemsegredos.com.br
e-mail: rufinoclaudio.moderador@gmail.com
http://professorclaudiorufino.blogspot.com/
twitter @claudio_rufino
skype : c_rufino
@FCSContabeis
Claudio Rufino

Moderador

profissãoContador(a)
mensagens3.120
pontos26.657
membro desde02/06/2005
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Sexta-Feira, 17 de abril de 2009 às 15:32:38
Robélyo P a Sousa.
Mas as faculdades ensinam dessa outra forma,
a minha dúvida é:
as receitas de juros, descontos etc não serão suficientes pra confrontar com as despesas do período, as empresas sempre darão prejuízos?
Já que além do custo, elas tem as despesas fixas como: folha de pgto, agua, energia eletrica e telefone, etc.
E no final, mesmo que opte por assim o fazer, o estoque vai fechar com o apurado na escrita?
Isso não dificulta ainda mais a contabilização?

Não entrando no mérito de instituições de ensino, vamos analisar o seguinte aspecto.

Receitas de Juros, descontos, não podem figurar no objeto principal de uma empresa que comercializa, pelo que a equação básica para apurar se a empresa está operando com lucro, advém do seguinte confronto:

Apuração do CMV
CMV = CMV = EI + C - EF

Onde:

CMV = custo das mercadorias vendidas
EI = estoque inicial
C = compras
EF = estoque final

Sabendo o CMV, agora encontra-se o RCM ((resultado com mercadorias)) pela seguinte equação: RCM = V - CMV

Onde:

RMC = resultado com mercadorias
V = vendas.

Sendo o RCM positivo, a empresa está operando com a atividade principal com lucros, se inverso a coisa vai ruim.

Sds
...

Editado por Claudio Rufino em 17 de abril de 2009 às 15:35:26

Não as franquias de serviços contábeis
Professor de Contabilidade
http://www.contabilidadesemsegredos.com.br
e-mail: rufinoclaudio.moderador@gmail.com
http://professorclaudiorufino.blogspot.com/
twitter @claudio_rufino
skype : c_rufino
@FCSContabeis
Robelyo

Usuário Estrela Nova

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens248
pontos1.418
membro desde27/02/2008
cidadeGoiania - GO
Postada:Sexta-Feira, 17 de abril de 2009 às 16:16:49
Blz!
Quanto ao CMV as instituições ensinam corretamente, até por que não poderia ser diferente.
Entendí o raciocínio!
Obrigado.

Editado por Robélyo P a Sousa em 17 de abril de 2009 às 16:20:34

Fernando Bernardo

Usuário 5 Estrelas

profissãoContador(a)
mensagens154
pontos992
membro desde31/07/2008
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Segunda-Feira, 20 de abril de 2009 às 16:46:45
Estimados colegas,

Posso fazer o registro no livro de inventários na forma periódica e a contabilização conforme o exemplo do nosso colega acima na forma permanente?

Pela compra:

D=estoque(AC)
C=fornecedores/caixa ou bancos(AC)

Porém, na venda, há necessidade de dois lançamentos a saber:

D=clientes/caixa ou bancos(AC)
C=receita de vendas(R)(pelo valor da venda)

E

D = custo das mercadorias vendidas(R)
C=estoque(AC)[Pelo valor do custo da mercadoria vendida]

Partindo desse ponto, a cada venda realizada e respectiva contabilização, tem-se a conta de venda atualizada e a do CMV com seus totais acumulados até a data e a conta de estoques demonstrando os valores exatos.


Robelyo

Usuário Estrela Nova

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens248
pontos1.418
membro desde27/02/2008
cidadeGoiania - GO
Postada:Sexta-Feira, 3 de julho de 2009 às 13:10:53
Eu acredito que pode, não tenho muita confiança pois sempre fiz da maneira como citei acima, e o estoque apurado pela escrita fiscal no final do período.
Marta

Usuário Iniciante

profissãoContador(a)
mensagens36
pontos244
membro desde03/08/2008
cidadeFortaleza - CE
Postada:Segunda-Feira, 23 de novembro de 2009 às 22:20:48
O que configura a diferenciação entre vendas e serviços à vista e à prazo? Qual lei trata o assunto?
Keila

Usuário Novo

profissão
mensagens4
pontos84
membro desde12/03/2008
cidadeAguas Lindas de Goias - GO
Postada:Sexta-Feira, 15 de janeiro de 2010 às 16:32:06
oi naminha contabilidade so faço a escrita por exemplo lanço as entradas e saidas não façoo contabil como faço o inventario
profissãoAnalista Contabilidade
mensagens27
pontos177
membro desde25/01/2010
cidadeTres Lagoas - MS
Postada:Sexta-Feira, 30 de abril de 2010 às 09:38:05
Olá, estou trabalhando na finalização de um balanço de abertura, e preciso finalizar o estoque, ou seja, lançar o balanço inicial e o final; Eu começei com o lançamento de abertura;
D-Estoque inicial (custo)
C-Balanço de Abertura

Como irei proceder os próximos lançamentos para obter o estoque final deste balanço?Pois, não estou acertando nos lançamentos contábeis corretos.

Obrigado!!
Robelyo

Usuário Estrela Nova

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens248
pontos1.418
membro desde27/02/2008
cidadeGoiania - GO
Postada:Sexta-Feira, 30 de abril de 2010 às 09:57:55
Pelo que entendi, tu vais apenas dar cargas aos saldos, estou correto?
Nesse caso, basta lançar os saldos corretamente em cada conta.
Os valores dos estoques devem integrar esse mesmo saldo anterior.
Agora, após essa carga, não se é teu caso pois não entendi bem, queres proceder a baixa desse estoque?
Jefferson de Bem Borges

Usuário Novo

profissãoAssistente Contabilidade
mensagens8
pontos81
membro desde03/06/2010
cidadePorto Alegre - RS
Postada:Sexta-Feira, 11 de junho de 2010 às 13:29:59
Prezados Luis Marcelo e Robelyo. Por favor, me corrigiam se eu estiver errado. Mas vamos lá:
1) Quando se faz o Balanço de abertura de uma empresa, entendo que o 1º processo é levantar todos os saldos Patrimoniais(o Patrimônio da empresa), ou seja o que a empresa tem em caixa, em bancos, a receber de clientes, Estoques fisicos de mercadorias.... além de todo o passivo, tais como fornecedores, impostos em atraso, empréstimos a pagar...... E saber o capital social da empresa e sem tem algo a integralizar ainda. Fazendo esse levantamento creio que estará pronto para preparar o balanço de abertura da referida empresa.

2) Estando com o referido levantamento dos saldos patrimoniais, se faz os lançamentos contábeis.

3) Com relação a data contábil, creio que podes implantar em teu sistema, os saldos iniciais em 01/01/xxxxx(referido inicio de ano)

3) Com relação ao lançamento de contrapartida, creio que podes criar um Grupo chamado Conta Transitório(grupo 6 ou 7) dependendo se esta numeração já não estiver utilizada(1-ativo / 2- passivo /3- Receitas /4- Despesas /5- Resultado do Exercício.

Espero ter conseguido ajudar em algo...

Abraços
Saulo Heusi

Usuário VIP

profissão
mensagens18.067
pontos149.502
membro desde24/07/2006
cidade
Postada:Domingo, 13 de junho de 2010 às 17:24:14
Boa tarde Luis,

Se estivermos falando de Balanço de Abertura de empresa que não mantinha contabilidade regular, não há como determinar o valor dos Estoques partindo da tradicional equação "Estoque Anterior + Entradas no período - Saídas a preço de custo = Estoque Atual".

Se o Balanço é o de Abertura você só terá o valor do Estoque Atual via contagem física, atribuindo-lhe custo médio (se houverem documentos fiscais) ou de mercado, não havendo os primeiros.

...

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

Facebook

Receba Novidades


POSTS RELACIONADOS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

Quem participa

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 0.4 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César