Contábeis o portal da profissão contábil

18
Dez 2014
21:43

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


CNAE - 8291-1/00 - Atividades de Cobranças

7   respostas
5.376   acessos
  

POSTS RELACIONADOS

Genival Luz

Usuário Frequente

postada em: Sexta-Feira, 17 de abril de 2009 às 13:55:30
Prezados Amigos (as), boa tarde.

Preciso da seguinte informação.

Tem um cliente que quer abri uma empresa no codigo de CNAE:

8291-1/00 ATIVIDADES DE COBRANÇAS E INFORMAÇÕES CADASTRAIS.

Esta empresa poder ser aberta como firma individual?

Aguardo e agradeço.

Pax

Genival

"Quem não sabe o que procura, não entende o que encontra"
Luiz José

Moderador

postada em: Sábado, 18 de abril de 2009 às 08:31:40
Bom dia Genival.

Pode sim, desde que observe o artigo 966 do Código Civil, que diz o seguinte: Considera-se empresário quem exerce profissionalmente atividade econômica organizada para a produção ou a circulação de bens ou de serviços.

Parágrafo único. Não se considera empresário quem exerce profissão intelectual, de natureza científica, literária ou artística, ainda com o concurso de auxiliares ou colaboradores, salvo se o exercício da profissão constituir elemento de empresa.

AVISO AOS NAVEGANTES:

Antes de postar uma pergunta, veja se está compreensivel.

Antes de responder, veja se você entendeu a pergunta.
Genival Luz

Usuário Frequente

postada em: Sábado, 18 de abril de 2009 às 08:59:51
Bom dia, Luiz.

A atividade inicial seria, como escrito no CNAE, somente cobranças.

Pode ser cobranças judiciais?

Me desculpe a ignorância, mas o quer dizer com "observar o artigo 966 do Código Civil"?

At.
Genival

"Quem não sabe o que procura, não entende o que encontra"
Luiz José

Moderador

postada em: Sábado, 18 de abril de 2009 às 09:56:21
Olá


Primeiramente, vamos acabar com o termo " Firma individual" este termo foi abolido pelo Código Cilvil Brasileiro, em seu ligar surgiu a figura do " empresário."

O Parágrafo único do citado artigo diz; Não se considera empresário quem exerce profissão intelectual, de natureza científica, literária ou artística, ainda com o concurso de auxiliares ou colaboradores, salvo se o exercício da profissão constituir elemento de empresa, assim sendo, quem não estiver enquadrado no paragrafo citado, poderá ser empresário.

Cobranças Judiciais, pressupôe que o responsavel obrigatóriamente deverá ser um advogado, nesse caso, a atividade de cobranças judiciais, não poderá ser empresário.

Editado por Luiz José em 18 de abril de 2009 às 11:29:32

AVISO AOS NAVEGANTES:

Antes de postar uma pergunta, veja se está compreensivel.

Antes de responder, veja se você entendeu a pergunta.
Genival Luz

Usuário Frequente

postada em: Sábado, 18 de abril de 2009 às 10:50:26
Caro Luiz.

Muito Obrigado.

Bom feriado.

At.
Genival Luz

"Quem não sabe o que procura, não entende o que encontra"
Enzo Zallocco

Usuário Novo

postada em: Terça-Feira, 19 de julho de 2011 às 10:27:04
bom dia por favor qual anexo devo usar para o cnae 8291-1/00 empresas de cobranca optante pelo simples?
Enzo Zallocco

Usuário Novo

postada em: Terça-Feira, 19 de julho de 2011 às 10:30:40
bom dia tenho outra duvida, alguem pode me ajudar, empresa de inspecao veicular estou na duvida no cnae 8299799, optante pelo simples?? posso usar este e vincular no anexo iii.
Kely Gonçalves

Usuário 5 Estrelas

postada em: Segunda-Feira, 7 de novembro de 2011 às 17:55:39
Enzo, aqui no fórum contábeis, em Ferramentas, você encontrará uma forma de pesquisar se a atividade é impeditiva ou não e em qual anexo se encontra a atividade do Simples. Entra lá em Ferramentas que você poesquisa qqr atividade.

Abraço

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Receba Novidades


Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 0.32 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César