Contábeis o portal da profissão contábil

22
Aug 2017
19:33

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Diferencial de Alíquota São Paulo

5respostas
343acessos
  

Cinthia Almeida

Usuário 5 Estrelas Novas

profissãoContador(a)
mensagens465
pontos3.467
membro desde05/07/2012
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Quarta-Feira, 19 de abril de 2017 às 12:58:33
Colegas, boa tarde.

Estou apurando o ICMS de uma empresa de São Paulo e tenho a seguinte situação:

Saldo Credor de ICMS = 1200,00
ICMS Diferencial de Alíquota aquisição de Uso e Consumo em outra UF = 810,00

Recebi a orientação que devo lançar o valor de 810,00 no Livro de Apuração do ICMS, na GIA SP e no SPED Fiscal no campo de Outros Débitos/Ajuste de Débitos, porém quando eu sigo essa regra o meu valor de Saldo Credor é alterado para 390,00.

Isso está correto?

O Diferencial de Alíquota não é um imposta extra-apuração, e por isso deve ser recolhido separadamente e não abatido do saldo credor?

Agradeço a atenção de todos.

Cínthia Almeida.

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Adailson Silva

Usuário Estrela Dourada

profissãoAssistente Tributário
mensagens1.308
pontos9.503
membro desde26/01/2016
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quarta-Feira, 19 de abril de 2017 às 13:06:26
Cinthia Almeida

o valor do difal é apurado na propria apuração, logo ele pode sim usufruir do crédito do ICMS.

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Cinthia Almeida

Usuário 5 Estrelas Novas

profissãoContador(a)
mensagens465
pontos3.467
membro desde05/07/2012
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Quarta-Feira, 19 de abril de 2017 às 13:08:30
Adailson,

Muito obrigada pela sua resposta, uma outra coisa, se não for abusar.

Tem algum fundamentação legal para isso?

Eu estou acostumada a legislação do Rio de Janeiro, onde essa prática não acontece.

Desde já, agradeço.

Atenciosamente,
Adailson Silva

Usuário Estrela Dourada

profissãoAssistente Tributário
mensagens1.308
pontos9.503
membro desde26/01/2016
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quarta-Feira, 19 de abril de 2017 às 13:26:57
Cinthia Almeida,


eu usei como base o regulamento do ICMS DE SP. Quanto ao do RJ. Não consegui ver algo que impeça a ultilização do soldo credor.

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Cinthia Almeida

Usuário 5 Estrelas Novas

profissãoContador(a)
mensagens465
pontos3.467
membro desde05/07/2012
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Quarta-Feira, 19 de abril de 2017 às 15:00:38
Adilson,

Exatamente, poderia me informar a fundamentação legal segundo a Legislação paulista?

Atenciosamente,
Adailson Silva

Usuário Estrela Dourada

profissãoAssistente Tributário
mensagens1.308
pontos9.503
membro desde26/01/2016
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Sexta-Feira, 5 de maio de 2017 às 16:30:31
Cinthia Almeida,


RICMS/SP art.59 e 61

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

Certificado Digital certificados digitais com preços promocionais para contadores

desconto de 15% em certificados digitais e pague no boleto ou parcele sem juros no cartão.

conheça mais

Facebook


x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.09 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César