Contábeis o portal da profissão contábil

30
Out 2014
16:13
você está em:

FÓRUM CONTÁBEIS » Contabilidade

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Contabilização ICMS

21   respostas
22.425   acessos
  

POSTS RELACIONADOS

Jonatas Fernandes

Usuário Novo

postada em: Segunda-Feira, 27 de julho de 2009 às 17:07:13
Quando uma conta de icms a recuperar apresenta saldo, provavelmente que fazia a contabilidade esqueceu de apurar o saldo da conta ( no caso R$ 67,53), isso foi em 04/2008. Mas foi pago o ICMS ja descontando esse credito. Como posso fazer para acertar esse saldo na contabilidade me 12/2008 sem ter que mexer no mes 04/2008? Jogo a contrapartida como uma recuperação de imposto (uma eventual receita) ou posso jogar diretamento no cx? Se alguem puder me ajudar fico grato.
Gilson Lima Ribeiro

Usuário Frequente

postada em: Segunda-Feira, 27 de julho de 2009 às 17:53:16
Prezado Jonatas,verifique se existe uma pendência credora na conta ICMS a Recolher,no valor mencionado; caso positivo,faça o lançamento:
Débito-ICMS a Recolher
Crédito-ICMS a Recuperar
Provavelmente,não foi feita a reversão contábil do crédito fiscal.
Saudações.
Gilson Ribeiro
Ricardo C. Gimenez

Moderador

postada em: Quarta-Feira, 29 de julho de 2009 às 09:17:18
Bom dia, Jonatas


Em modo sintetizado, geralmente a contabilização do ICMS é de acordo com o seguinte roteiro:

1 - Nas Compras:
1.a - No lançamento da Nota Fiscal
D) Compras de Mercadorias (CR) ou Estoques de Mercadorias (AC)
C) Caixa, Bancos ou Fornecedores
R$ Valor da Nota

1.b - No aproveitamento do ICMS
D) ICMS a Recuperar
C) Compras de Mercadorias (CR) ou Estoques de Mercadorias (AC)
R$ Valor do imposto destacado

2 - Nas Vendas:
2.a - No faturamento
D) Caixa ou Clientes
C) Vendas de Mercadorias
R$ Valor da Nota

2.b - No reconhecimento da obrigação tributária (ICMS) :
D) Despesas com ICMS
C) ICMS a Pagar (PC)
R$ Valor do ICMS

3 - No fechamento da conta (no ultimo dia do mês):
D) ICMS a Pagar
C) ICMS a Recuperar
R$ Conforme observações abaixo:

3.a - Se o ICMS a recuperar for maior que o ICMS a Pagar deverá ser transferido apenas o valor necessário para "zerar" o saldo a pagar

3.b - Se o ICMS a recuperar for menor que o ICMS a Pagar será transferido o valor total, e o saldo remanescente será quitado em sua devida data, cujo lançamento poderá ser:
D) ICMS a Pagar
C) Caixa ou Bancos

Conclusão:

Não desejo discutir o motivo de somente agora (mais de um ano) esta diferença ter sido notada, porém, é necessário observar que de acordo com as práticas profissionais geralmente aceitas, o mínimo que se faz ao levantar um balancete de verificação é conferir as contas.

Visto que com base neste raciocínio é indiscutível que não será correto apenas fazer um "lançamento mágico" jogando a diferença para caixa ou outras receitas ou qualquer conta disponível, a única saída (por ser profissionalmente correta) será analisar os lançamentos da época (mês 4), descobrir onde (em qual lançamento) está o erro e então na data de correção poderá ser feito o almejado lançamento de ajuste, desta vez abordando as contas corretas. (estorno parcial, estorno total, transferência de saldo, etc.).

Notas:
1 - Logo acima foi exemplificada uma venda, mas visto que o assunto é somente sobre o ICMS, propositadamente deixei de citar a incidência de outros tributos porque eles não fazem parte deste assunto
2 - De acordo com o propósito da nota anterior, também deixei de exemplificar a contabilização do custo das mercadorias vendidas
3 -Por estar em silêncio o fato de o ano de 2008 já estar encerrado ou não, e também por não ser conhecida a razão da falha e nem do regime tributário da empresa, também não foi abordado o assunto de "Ajustes de Exercícios Anteriores" e eventual tributação da diferença apurada

e-mail de moderador: rcgimenez.moderador@gmail.com
skype : rc.gimenez - twitter: rcgimenez
http://www.blogdoprofessorricardo.blogspot.com.br
http://www.contabilidadesemsegredos.com.br
Jonatas Fernandes

Usuário Novo

postada em: Quinta-Feira, 30 de julho de 2009 às 15:52:52
Caro Ricardo,

Agradeço sua resposta e tambem a resposta do Sr. Gilson... Se fosse possivel corrigir o problema sem mexer nos meses anteriores seria ótimo... vou seguir sua sujestao e levantar os meses anteriores ate achar a diferença... obrigado
postada em: Segunda-Feira, 17 de setembro de 2012 às 15:35:19
Caro colega Ricardo, ao escrever:

1 - Nas Compras:
1.a - No lançamento da Nota Fiscal
D) Compras de Mercadorias (CR) ou Estoques de Mercadorias (AC)
C) Caixa, Bancos ou Fornecedores
R$ Valor da Nota

No campo: R$ Valor da Nota, devo colocar o valor total dos produtos ou o valor total da nota, ja incluido o icms e o ipi, se a mesma tiver?

obrigado......
Ricardo C. Gimenez

Moderador

postada em: Segunda-Feira, 17 de setembro de 2012 às 17:46:49
Boa tarde, prezado Fernando


Inicialmente observemos que minha resposta anterior é datada de 29/07/2009, e foi com base nas práticas mais comuns.

Permita-me aduzir que certos profissionais registram a movimentação de estoques no ativo circulante (controle permanente), e outros nas contas de resultado (controle temporário).

Da mesma forma que há dois motivos de controles diferentes, também há profissionais que cuidam de acréscimos (fretes, seguros, impostos irrecuperáveis) e estornos (descontos, devoluções e impostos a compensar) diretamente na conta de compras, e outros que segregam estas variações em contas dentro do respectivo grupo, conforme o seguinte modelo:

(+)Compras
(-) IPI s/ compras
(-) ICMS s/ compras
(-) PIS s/ compras
(-) COFINS s/ compras
(+) Fretes, carretos e seguros
(+) Impostos irrecuperáveis

Vale dizer que aqueles que registram isto diretamente na conta de compras optam por maior praticidade, enquanto que os outros que segregam os valores fazem assim para que os saldos finais sejam idênticos aos registros fiscais.

No campo: R$ Valor da Nota, devo colocar o valor total dos produtos ou o valor total da nota, ja incluido o icms e o ipi, se a mesma tiver?

De acordo com explicações acima, independentemente de ser controle permanente ou temporário, ou registro em conta única ou não, conclui-se que no campo "valor da nota" de fato deve ser informado o valor total da nota, e não o custo dos produtos, isoladamente; ao fim das contas será obtido o "valor justo" das mercadorias após a contabilização do valor de impostos recuperáveis simultaneamente aos custos adicionais.

Finalizando o assunto apresento um trecho da Resolução CFC 1.170/2009, com grifos meus:

11. O custo de aquisição dos estoques compreende o preço de compra, os impostos de importação e outros tributos (exceto os recuperáveis perante o fisco), bem como os custos de transporte, seguro, manuseio e outros diretamente atribuíveis à aquisição de produtos acabados, materiais e serviços. Descontos comerciais, abatimentos e outros itens semelhantes devem ser deduzidos na determinação do custo de aquisição.

Sendo assim, é compreendido que como o custo do produto não é apurado no lançamento de certa compra, isoladamente, e sim, após os ajustes necessários por intermédio de lançamentos contábeis, é justificada a prática de na conta "compras" lançar a nota fiscal de entrada pelo seu valor integral.


Saudações

e-mail de moderador: rcgimenez.moderador@gmail.com
skype : rc.gimenez - twitter: rcgimenez
http://www.blogdoprofessorricardo.blogspot.com.br
http://www.contabilidadesemsegredos.com.br
Wedson

Usuário Novo

postada em: Terça-Feira, 25 de junho de 2013 às 15:06:13
Ricardo,
Tenho uma situação em que:
valor da Total dos produtos é R$639,00
Valor Total da NF é R$682,47
Valor do IPI R$ 43,47
Valor do ICMS R$25,56

Notei que apenas o valor do IPI está embutido no valor total da NF.
Pergunta: Como devo proceder com a contabilização do ICMS nesta situação?
Glerisson Gomes

Usuário Estrela de Prata

postada em: Terça-Feira, 25 de junho de 2013 às 15:09:25
Wedson,

O que acontece é que o ICMS já se encontra no valor dos produtos e o IPI é cobrado por fora.

Somos eternos aprendizes nesta escola chamada VIDA.
Wedson

Usuário Novo

postada em: Terça-Feira, 25 de junho de 2013 às 15:17:12
Analisando item por item...verifiquei que o ICMS não está no valor de cada produto.

Douglas Adolpho

Usuário 2 Estrelas de Prata

postada em: Quinta-Feira, 8 de agosto de 2013 às 09:49:12
Bom dia, como o exemplo do nosso amigo Ricardo C. na venda da mercadoria temos que contabilizar o ICMS

C - ICMS a pagar (PC)
D - ICMS (CR)(Despesa)

Se o saldo no final do periodo for credor, mesmo assim deixo a despesa do ICMS contabilizada? Isso vai deixar minha DRE como prejuízo.

Esta correto ?
Luiz Dália

Usuário 2 Estrelas Novas

postada em: Quinta-Feira, 8 de agosto de 2013 às 10:03:12
Douglas, bom dia!!
Caso o saldo esteja credor, ele continuará para ser aproveitado nos meses seguintes.
A provisão da dedução, tem que constar normalmente, ela precisa ser reconhecida, ou seja, o débito e crédito obrigatoriamente precisam estar lançados. São situações distintas.
Douglas Adolpho

Usuário 2 Estrelas de Prata

postada em: Quinta-Feira, 8 de agosto de 2013 às 10:31:45
Bom dia Luiz, agradeço sua resposta mas creio que não fui claro na pergunta.

Ex.

Venda 1000,00
ICMS 18% = R$180,00
ICMS Credor R$200,00

Contabilização ICMS

D - ICMS (Despesa)
C - ICMS a Pagar ( Passivo Circulante )

Final do mês

D - ICMS a pagar (PC)
C - ICMS a Recuperar (AC)

Fiquei um um saldo positivo de R$200,00, mesmo assim minha despesa ficara com R$180,00?
Glerisson Gomes

Usuário Estrela de Prata

postada em: Quinta-Feira, 8 de agosto de 2013 às 10:43:30
Bom dia Douglas,

Pelo que pude entender na sua postagem acontece o seguinte: vc tinha um ICMS a recuperar (ativo) no valor de R$ 200,00 e fez uma venda de R$ 1.000,00 a uma alíquota de 18%, é isso?
Pela venda vc terá que provisionar o ICMS dessa forma:

D - ICMS s/venda.................... R$ 180,00
C - ICMS a recolher................. R$ 180,00

Como vc possui um valor a recuperar, será feita a compensação desse ICMS através do lançamento abaixo:

D - ICMS a recolher................. R$ 180,00
C - ICMS a recuperar................ R$ 180,00

Note que vc continuará com um crédito de ICMS (a compensar) de R$ 20,00 a ser recuperado na próxima venda. Perceba ainda que não há movimentação na conta de resultado quando vc faz a compensação de ICMS, o saldo dela permanece o mesmo da provisão e será baixado no encerramento do exercício.

Espero ter ajudado!

Somos eternos aprendizes nesta escola chamada VIDA.
Douglas Adolpho

Usuário 2 Estrelas de Prata

postada em: Quinta-Feira, 8 de agosto de 2013 às 10:47:40
Mais ou menos isso rsrs.

Em seu exemplo acima

D - ICMS s/venda.................... R$ 180,00
C - ICMS a recolher................. R$ 180,00


O ICMS s/ venda é conta resultado, receita ou despesa?
Glerisson Gomes

Usuário Estrela de Prata

postada em: Quinta-Feira, 8 de agosto de 2013 às 11:07:05
O ICMS s/ venda é uma dedução da Receita Bruta, sua natureza é devedora.

Somos eternos aprendizes nesta escola chamada VIDA.
Luiz Dália

Usuário 2 Estrelas Novas

postada em: Quinta-Feira, 8 de agosto de 2013 às 11:07:15
Douglas,
Costumeiramente, demonimamos as contas de dedução de depesa, o que não é!! Despesa é despesa, dedução é dedução.
O Icms s/ venda é dedução, abatemos da receita.
Douglas Adolpho

Usuário 2 Estrelas de Prata

postada em: Quinta-Feira, 8 de agosto de 2013 às 11:14:47
Agora sim, obrigado.

Mais um esclarecimento, e na compra de mercadoria com crédito de ICMS com ficaria a contabilização?
Glerisson Gomes

Usuário Estrela de Prata

postada em: Quinta-Feira, 8 de agosto de 2013 às 12:44:47
Vamos lá Douglas,

Suponha que vc tenha comprado uma mercadoria à vista por R$ 15.000,00 com uma alíquota de ICMS de 12%, o lançamento ficaria assim:

D - Mercadorias p/revenda.................... R$ 13.200,00
D - ICMS a compensar (ativo).................. R$ 1.800,00
C - Caixa/Banco.............................. R$ 15.000,00

Somos eternos aprendizes nesta escola chamada VIDA.
Douglas Adolpho

Usuário 2 Estrelas de Prata

postada em: Quinta-Feira, 8 de agosto de 2013 às 14:07:27
Esse procedimento pode ser feito, pois meu sistema não aceita esse tipo de lançamento.

D - Mercadoria para revenda (AC) .......... R$15.000,00
C - Caixa/Banco ........................... R$15.000,00

D - ICMS a compensar (PC).................. R$1.800,00
C - Mercadorias para revenda (AC) ......... R$1.800,00

Pode ser feito?
Luiz Dália

Usuário 2 Estrelas Novas

postada em: Quinta-Feira, 8 de agosto de 2013 às 14:11:05
Douglas, boa tarde!!
Tb pode!! as duas formas estão corretas.
Glerisson Gomes

Usuário Estrela de Prata

postada em: Quinta-Feira, 8 de agosto de 2013 às 14:11:30
Pode sim Douglas. A propósito, vc utiliza o WK Radar?

Somos eternos aprendizes nesta escola chamada VIDA.
Douglas Adolpho

Usuário 2 Estrelas de Prata

postada em: Quinta-Feira, 8 de agosto de 2013 às 14:15:31
Folhamatic, estou com grande problema para a contabilização de remessa para venda fora do estabelecimento, o sistema não faz o ajuste do CMV da remessa e do estoque juntos.

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Receba Novidades


Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 0.88 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César