Contábeis o portal da profissão contábil

19
Set 2014
20:53

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


RAIS 2009 - Empregado sem remuneração

7   respostas
1.674   acessos
  

POSTS RELACIONADOS

Deutschmann

Usuário 2 Estrelas Novas

postada em: Segunda-Feira, 25 de janeiro de 2010 às 14:43:47
Boa tarde.

Necessito de ajuda para sanar uma dúvida, no caso de um empregado afastado ano inteiro de 2009 e não recebeu remuneração da empresa.
Este deve ser informado na RAIS?
Caso sim, como fazer isso? Colocar um centavo como remuneração?

Grato, Alan.
Osmar Luis Cornachione

Usuário Estrela Dourada

postada em: Segunda-Feira, 25 de janeiro de 2010 às 15:01:36
Alan
Boa tarde

Não esqueça de informar que o empregado ficou afastado de 01/01/2009 a 31/12/2009, porem na hora da validação, o sistema RAIS acusa que deve haver remuneração.
Coloque R$- 0,01 na 2ª parcela do 13º salário.

abraço
Osmar Luis Cornachione

Usuário Estrela Dourada

postada em: Segunda-Feira, 25 de janeiro de 2010 às 15:01:48
Alan
Boa tarde

Não esqueça de informar que o empregado ficou afastado de 01/01/2009 a 31/12/2009, porem na hora da validação, o sistema RAIS acusa que deve haver remuneração.
Coloque R$- 0,01 na 2ª parcela do 13º salário, para poder passar pella validação, segundo orientação do SERPRO.

abraço
Deutschmann

Usuário 2 Estrelas Novas

postada em: Segunda-Feira, 25 de janeiro de 2010 às 15:07:27

Osmar, obrigado pela resposta.
Jahir Aparecido Gomes

Usuário Novo

postada em: Terça-Feira, 26 de julho de 2011 às 11:08:19
Cliente reside numa chacara e quer contratar caseiro sem remuneração, permutando-a com o valor da locação da residencia . Isso é possivel? nunca vi um caso identico,

grato
Vanessa

Usuário Ativo

postada em: Terça-Feira, 26 de julho de 2011 às 20:23:12
Boa Noite Jahir

Que coisa heim.

Primeiro de tudo se ele vai ser contratado como caseiro significa que o local de trabalho dele é a 'própria chacara', nesse caso como ele poderia pagar aluguel para trabalhar?

Segundo: ser caseiro é um profissão domestica e sabemos que o salario de domestico é R$ 545,00 (o minimo) nesse caso o valor do aluguel seria R$ 545,00 que absurdo!!!!!

A Lei nº 5.859, de 11 de dezembro de 1972, regulamentada pelo Decreto nº 71.885, de 9 de março de 1973, dispõe sobre a profissão do(a) empregado(a) doméstico(a), conceituando e atribuindo- lhe direitos. A Constituição Federal de 1988, por sua vez, concedeu outros direitos sociais aos(as) empregados(as) domésticos(as), tais como: salário- mínimo; irredutibilidade salarial; repouso semanal remunerado; gozo de férias anuais remuneradas com, pelo menos, 1/3 a mais do que o salário normal; licença à gestante, sem prejuízo do emprego e do salário, com duração de 120 dias; licença-paternidade; aviso-prévio; aposentadoria e integração à Previdência Social.


Agora responda você mesmo é possível?

Vanessa

"Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Por isso, aprendemos sempre.” Paulo Freire
________________________________________________
Auxiliar de Departamento Pessoal
Jahir Aparecido Gomes

Usuário Novo

postada em: Terça-Feira, 26 de julho de 2011 às 21:11:56
Vanessa

Obrigado pela pronta resposta. Mas é isso mesmo..
Depois o caseiro aciona a justiça trabalhista e o empregador tem de pagar tudo.

Vou passar por escrito, como sempre faço e o resto é problema dele.

Obrigado de novo
Vanessa

Usuário Ativo

postada em: Quarta-Feira, 27 de julho de 2011 às 13:17:32
Jahir

Disponha.

Abraços

"Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Por isso, aprendemos sempre.” Paulo Freire
________________________________________________
Auxiliar de Departamento Pessoal

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Receba Novidades


Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 0.25 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César