Contábeis o portal da profissão contábil

27
Jul 2016
00:31

Login

entrar lembrar
Cadastre-se Grátis

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


RAIS 2009 - Empregado sem remuneração

7   respostas
2.596   acessos
  

Deutschmann

Usuário 2 Estrelas Novas

postada em: Segunda-Feira, 25 de janeiro de 2010 às 14:43:47
Boa tarde.

Necessito de ajuda para sanar uma dúvida, no caso de um empregado afastado ano inteiro de 2009 e não recebeu remuneração da empresa.
Este deve ser informado na RAIS?
Caso sim, como fazer isso? Colocar um centavo como remuneração?

Grato, Alan.

O governo é reflexo de seu povo.
Osmar Luis Cornachione

Usuário Estrela Dourada

postada em: Segunda-Feira, 25 de janeiro de 2010 às 15:01:36
Alan
Boa tarde

Não esqueça de informar que o empregado ficou afastado de 01/01/2009 a 31/12/2009, porem na hora da validação, o sistema RAIS acusa que deve haver remuneração.
Coloque R$- 0,01 na 2ª parcela do 13º salário.

abraço
Osmar Luis Cornachione

Usuário Estrela Dourada

postada em: Segunda-Feira, 25 de janeiro de 2010 às 15:01:48
Alan
Boa tarde

Não esqueça de informar que o empregado ficou afastado de 01/01/2009 a 31/12/2009, porem na hora da validação, o sistema RAIS acusa que deve haver remuneração.
Coloque R$- 0,01 na 2ª parcela do 13º salário, para poder passar pella validação, segundo orientação do SERPRO.

abraço
Deutschmann

Usuário 2 Estrelas Novas

postada em: Segunda-Feira, 25 de janeiro de 2010 às 15:07:27

Osmar, obrigado pela resposta.

O governo é reflexo de seu povo.
Jahir Aparecido Gomes

Usuário Novo

postada em: Terça-Feira, 26 de julho de 2011 às 11:08:19
Cliente reside numa chacara e quer contratar caseiro sem remuneração, permutando-a com o valor da locação da residencia . Isso é possivel? nunca vi um caso identico,

grato
Vanessa

Usuário Ativo

postada em: Terça-Feira, 26 de julho de 2011 às 20:23:12
Boa Noite Jahir

Que coisa heim.

Primeiro de tudo se ele vai ser contratado como caseiro significa que o local de trabalho dele é a 'própria chacara', nesse caso como ele poderia pagar aluguel para trabalhar?

Segundo: ser caseiro é um profissão domestica e sabemos que o salario de domestico é R$ 545,00 (o minimo) nesse caso o valor do aluguel seria R$ 545,00 que absurdo!!!!!

A Lei nº 5.859, de 11 de dezembro de 1972, regulamentada pelo Decreto nº 71.885, de 9 de março de 1973, dispõe sobre a profissão do(a) empregado(a) doméstico(a), conceituando e atribuindo- lhe direitos. A Constituição Federal de 1988, por sua vez, concedeu outros direitos sociais aos(as) empregados(as) domésticos(as), tais como: salário- mínimo; irredutibilidade salarial; repouso semanal remunerado; gozo de férias anuais remuneradas com, pelo menos, 1/3 a mais do que o salário normal; licença à gestante, sem prejuízo do emprego e do salário, com duração de 120 dias; licença-paternidade; aviso-prévio; aposentadoria e integração à Previdência Social.


Agora responda você mesmo é possível?

Vanessa

"Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Por isso, aprendemos sempre.” Paulo Freire
________________________________________________
Assistente de Departamento Pessoal
Jahir Aparecido Gomes

Usuário Novo

postada em: Terça-Feira, 26 de julho de 2011 às 21:11:56
Vanessa

Obrigado pela pronta resposta. Mas é isso mesmo..
Depois o caseiro aciona a justiça trabalhista e o empregador tem de pagar tudo.

Vou passar por escrito, como sempre faço e o resto é problema dele.

Obrigado de novo
Vanessa

Usuário Ativo

postada em: Quarta-Feira, 27 de julho de 2011 às 13:17:32
Jahir

Disponha.

Abraços

"Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Por isso, aprendemos sempre.” Paulo Freire
________________________________________________
Assistente de Departamento Pessoal

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Receba Novidades


Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.21 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César