Contábeis o portal da profissão contábil

1
Nov 2014
01:12
você está em:

FÓRUM CONTÁBEIS » Contabilidade

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Modelo de Distrato de Prestação Serviços Contábeis

9   respostas
26.060   acessos
  

POSTS RELACIONADOS

Deise Mara

Usuário Novo

postada em: Segunda-Feira, 5 de julho de 2010 às 22:06:34
Boa Noite!
Alguém teria um modelo de Distrato de Prestação de Serviços Contábeis para me indicar?
Estou com um cliente inadimplente e gostaria de encerrar as atividades com a empresa.

Desde já agradeço.

Deise Mara
Saulo Heusi

Usuário VIP

postada em: Terça-Feira, 6 de julho de 2010 às 07:34:41
Bom dia Deise,

Não há a necessidade de ser um distrato propriamente dito, pode ser apenas um Oficio em que você comunica a rescisão do Contrato primeiro.

Nestes termos elabore-o comunicando ao cliente que de acordo com a clausula que especifica a inadimplência, não há mais interesse em dar continuidade a parceria firmada no Contrato de Prestação de Serviços Contábeis firmado entre ambos em tal data.

Mencione a clausula que lhe permite rescindir o referido contrato, deixe claro que a partir de então os serviços contábeis serão paralizados e os documentos da referida empresa estão a sua disposição. Aconselhe-o a contratar outro contabilista e conceda-lhe um prazo para o pagamento dos débitos (não mencione valores).

Caso (a despeito de convidado) não compareça em seu escritório, assine o oficio juntamente com duas testemunhas e envie-o pelo Correio em postagem registrada e AR (Acuse de Recebimento).

Nota
Você não pode "segurar a documentação" sob pretexto de que ele não lhe pagou. A documentação da empresa deve ser entregue ao responsável por ela, quer ela lhe pague ou não. Se não, execute o Contrato de Prestação de Serviços celebrado com ele.

Também não pode transformar o Oficio que trata da rescisão contratual, em "carta de cobrança". Mencione o débito sem mencionar valores ou condicionar pagamentos.

Você é a responsável pela contabilidade desta empresa até a data do Oficio em que notifica a rescisão, mesmo que o cliente esteja em débito com você.

...
Deise Mara

Usuário Novo

postada em: Terça-Feira, 6 de julho de 2010 às 07:44:19
Saulo
Bom Dia!
Obrigada pelo retorno.
Estarei providenciando o modelo e entregando a documentação o mais rápido possível.

Deise Mara
André Luiz Frutuoso

Usuário Novo

postada em: Quinta-Feira, 14 de outubro de 2010 às 19:46:53
Alguem saberia me dizer se posso firmar um contrato de prestação de serviços onde meu escritório realizara apenas os serviços da areá fiscal e trabalhista da empresa, me isentando da responsabilidade pela execução dos serviços de escrituração contábil e de gerar as demonstações contábeis do meu cliente.

Tenho problemas sérios com determinados clientes que se negam a fornecer documentos para a correta contabilização mais especificamente extratos bancários, e todos nós sabemos o porque e a consequência desse ato. Minha intenção é deixar claro que trata-se de um procedimento errado e faze-lo assinar o contrato apenas de prestação de serviços em outras areas, assumindo total resposanbilidade pelos atos.

Abraço a todos.

Saulo Heusi

Usuário VIP

postada em: Sábado, 16 de outubro de 2010 às 21:33:38
Boa noite André,

O Contrato de Prestação de Serviços Contábeis nestes termos é perfeitamente possível e legal.

Entretanto é imperativo que você dê ênfase ao assunto em cláusula especial onde menciona claramente que a contabilização propriamente dita e a escrituração dos livros ficará a cargo de outro contabilista ou empresa contábil a ser contratada pelo cliente.

Deverá existir ainda outra cláusula em que você se compromete em tempo hábil disponibilizar meios (relatórios ou arquivos em mídia) para que a contabilização seja possível e efetivada.

...
Gabriela Seho

Usuário Novo

postada em: Terça-Feira, 15 de fevereiro de 2011 às 15:12:03
Boa Tarde Prezados,

Como fazer no caso de inadimplência de um cliente que não possui contrato com o escritório?

Queremos devolver a documentação para ele, porém queremos estar de acordo com a lei.

Não é o caso também de fazermos a transferência de responsabilidade técnica, já que o cliente não quer pagar outro contador.

Alguém tem um modelo de distrato, ofício ou algo que indique a rescisão contratual, mas que não cite o contrato?

Agradeço
Edna de Almeida

Usuário Novo

postada em: Terça-Feira, 25 de outubro de 2011 às 12:47:30
Boa tarde! Estou com um problema semelhante ao da colega Gabriela Seho, se alguém tiver o modelo solicitado por ela, agradeço se me fornecerem. Grata.
Marcos Roberto Ghislandi

Usuário Iniciante

postada em: Quinta-Feira, 27 de outubro de 2011 às 16:01:31
Prezados

No caso que o André expôs, como ficaria as informações contábeis que teriam de ser declaradas nas DIPJs, DASNs e outras, seriam estas informações suprimidas de tais declarações, no caso do cliente não realizar a contabilidade internamente ou em outro escritório?

O que pensa o CRC sobre isto?

Grato
José Carlos

Usuário Novo

postada em: Terça-Feira, 14 de fevereiro de 2012 às 20:34:10
Olá a todos,

é a "minha primeira vez". Estou com dificuldade para elaborar uma carta de rescisão de contrato de prestação de serviços contábeis. Alguém pode me ajudar?

José Carlos

José Carlos
Guto Munarin

Usuário 2 Estrelas Douradas

postada em: Quarta-Feira, 15 de fevereiro de 2012 às 08:53:02
O correto é sempre manter um contrato por escrito, o próprio CFC tem modelo...deixar claro para o cliente que a falta de escrituração contabil lhe trará prejuízos e falta de entrega de obrigações acessórias ocasionando multas.

"Se não puder se destacar pelo talento, vença pelo esforço."

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Receba Novidades


Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

ACOMPANHE NOSSO PORTAL FACEBOOK

facebook.com/portalcontabeis

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 0.69 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César