Contábeis o portal da profissão contábil

19
Aug 2017
00:44
você está em:

FÓRUM CONTÁBEIS » Contabilidade

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Depósito Judicial

11respostas
3.599acessos
  

Silvia Gouvea

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens12
pontos77
membro desde14/06/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Terça-Feira, 14 de junho de 2011 às 16:42:28
Sou Ré numa Ação Judicial, e, através do sistema BACEN/JUD, foram transferidadas para contas judiciais boa parte do meu patrimônio. Não entrando no mérito se é justo ou injusto, estou preocupada com a minha Declaração de Imposto de Renda do Ano Base 2011. Os valores dos Bens e Direitos declarados anteriormente foram "drásticamente" zerados, muitos deles. Peço ajuda a vocês de qual a forma correta a ser adotada. Os valores das contas judiciais estão rendendo, e, porenquanto, estão em meu nome. Qual item dos Bens e Direitos pode ser colocado um Depósito Judicial? Os rendimentos dessa conta, declara-se como, ou não declara-se? Sou Contadora de profissão, ma´s não sei como adequar meu próprio caso.Obrigada.
Heloisa Motoki

Consultor Especial

profissãoContador(a)
mensagens3.223
pontos22.965
membro desde02/02/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quarta-Feira, 15 de junho de 2011 às 13:05:28
Silvia
Bom dia


Entendo que embora tenha sido transferido para contas judiciais a propriedade do bem ainda e sua. A transferencia visa somente uma garantia no caso de perda do processo.

Na RFB não há nenhuma determinãção a respeito, meu entendimento é que vc coloque na sua declaração que "o bem esta em conta judicial de acordo com o processo tal.." e considere os rendimentos.



Espero ter ajudado
Heloisa Motoki
Silvia Gouvea

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens12
pontos77
membro desde14/06/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quarta-Feira, 15 de junho de 2011 às 14:38:50
Heloisa, obrigada pela resposta.
Com relação aos rendimentos dessa conta judicial, também tenho dúvida.
Quando resgataram o investimento, descontatarm IR.
Já a conta judicial, está rendendo juros, portanto é rendimento.
No Bem e Direito, ficou clara sua explicação, valor original.
E o Rendimento, exclusivo, originalmente?

Abraço.

Silvia
Heloisa Motoki

Consultor Especial

profissãoContador(a)
mensagens3.223
pontos22.965
membro desde02/02/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quinta-Feira, 16 de junho de 2011 às 08:52:41
Silvia
Bom Dia


Entendo que tal rendimento tb deve constar em sua declaração, assim que como o saldo em conta que devera ser atualizado com esse rendimento.

Esse rendimento estará justificando o crescimento da sua conta informada na ficha de bens.

Quem fez o resgate do investimento? Eles estão utilizando o saldo para pagar algo?


Heloisa Motoki
Silvia Gouvea

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens12
pontos77
membro desde14/06/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quinta-Feira, 16 de junho de 2011 às 09:54:30
Bom dia!

Heloisa,o banco deve ter recebido a ordem judicial, resgatou e enviou.
Só que, recebi um documento com a notificação de resgate em meu nome, descontado IR, chegando-se ao valor de um dos TEDs judiciais.
Te respondendo a segunda pergunta, o valor do TED foi oferecido em garantia para o débito que está sendo executado. Meus advogados estão recorrendo, pq, além de eu não ter participado em nenhum momento, da empresa, com comprovação, inclusive, minha função não era gerencial.
É só um "resumo" do que está ocorrendo. Obrigada. Silvia
Heloisa Motoki

Consultor Especial

profissãoContador(a)
mensagens3.223
pontos22.965
membro desde02/02/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quinta-Feira, 16 de junho de 2011 às 11:10:19
Silvia
Bom Dia


Neste caso entendo que vc deve fazer constar em sua declaração e as eventuais garantias de credito que nao estejam em sua conta vc precisa fazer constar na ficha de bens como Outros.

Vc só deverá baixar as operaçoes de sua declaração quando já tiver, eventualmente, perdido a causa e não tiver como recorrer.

Boa Sorte!
Heloisa Motoki
Silvia Gouvea

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens12
pontos77
membro desde14/06/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quinta-Feira, 16 de junho de 2011 às 11:32:57
Heloisa, só AGRADECENDO muito as suas explicações!
Abraço.
Silvia
Silvia Gouvea

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens12
pontos77
membro desde14/06/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Terça-Feira, 15 de maio de 2012 às 11:08:43
Bom dia, Heloisa!

Decclarei meu IR com as informações que eu dispunha, em Bens e Direitos.
Agora estão dizendo que refizeram os calculos do montante da dívida.
Tinham dito que valor principal diminuiria para 80%. Depois, disseram que o montante total também mudaria.
Estou preocupada com documentação, pois o Magistrado não expede nenhum documento, e manda depositar em conta corrente que eu indicar (segundo eu soube).
Eu recebendo esse valor em conta corrente, emito DARF para recolhimento de IRRF, pela Tabela Progressiva Mensal ?
Segundo: não encontro o CNPJ do Fórum que está julgando meu processo.
No Depósito Judicial já foi terrível para ter informação. No próximo passo, já não estou esperando muito!... Que acha? Brigada. Silvia
Heloisa Motoki

Consultor Especial

profissãoContador(a)
mensagens3.223
pontos22.965
membro desde02/02/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Terça-Feira, 15 de maio de 2012 às 23:29:11
Silvia
Bom dia


Neste processo tem algum advogado acompanhando..? pq vc pode obter essas informações com ele, já que o mesmo teria acesso a todos os dados do processo.


Heloisa Motoki

Silvia Gouvea

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens12
pontos77
membro desde14/06/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quarta-Feira, 16 de maio de 2012 às 08:56:10
Bom dia, Heloisa!

Sim, há adv acompanhando, mas pedi várias vezes, essa documentação, entretanto, o que obtive foi por conta própria, no Banco do Brasil.
Infelizmente, nós contadores lidamos com uma realidade, que não encontramos no mundo jurídico, não é? Estou buscando informação, para saber qual é o correto procedimento, antes do recebimento do valor, Rendimento Exclusivo, certo?

Abraço.

Silvia
Heloisa Motoki

Consultor Especial

profissãoContador(a)
mensagens3.223
pontos22.965
membro desde02/02/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Sexta-Feira, 18 de maio de 2012 às 00:17:58
Silvia
Boa noite


Considerando que se trata de aplicação os rendimentos são tributados exclusivamente na fonte.


Heloisa Motoki
Silvia Gouvea

Usuário Novo

profissãoContador(a)
mensagens12
pontos77
membro desde14/06/2011
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Sexta-Feira, 18 de maio de 2012 às 11:58:45
Perfeito, exclusivo na Fonte.
Ontem, liguei para um atendimento do BACEN, disseram que, com essa nova Lei de Acesso à Informação, pode-se requerer diretamente as informações.
Se eu não conseguir via jurídica, vou tentar via Banco do Brasil,
É o que posso fazer.
Silvia

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

POSTS RELACIONADOS

Certificado Digital certificados digitais com preços promocionais para contadores

desconto de 15% em certificados digitais e pague no boleto ou parcele sem juros no cartão.

conheça mais

Facebook


x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.16 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César