Contábeis o portal da profissão contábil

20
May 2018
16:29

Fazenda dispõe sobre a emissão de Nota Fiscal nas operações decorrentes de atos cooperados

Portaria SEF-DF 2/2018

data: 05/02/2018 - 330 acessos

PORTARIA 2 SEF, DE 30-1-2018
(DO-DF DE 5-2-2018)

NOTA FISCAL - Emissão

Fazenda dispõe sobre a emissão de Nota Fiscal nas operações decorrentes de atos cooperados

O SECRETÁRIO DE ESTADO DE FAZENDA DO DISTRITO FEDERAL, no uso das atribuições que lhe confere o inciso I do art. 105, da Lei Orgânica do Distrito Federal, o disposto no art. 345, Anexo III e caderno II do Anexo IV, e, ainda, o contido no art. 323, todos do Decreto nº 18.955, de 22 de dezembro de 1997, e a Decisão consubstanciada no ARE 1015848 DF - Distrito Federal 01.59368-56.2012.8.07.0001,  
RESOLVE:  
Art. 1° Nas operações decorrentes de ato cooperativo, aquele imbuído pelo seu fim social, tanto as realizadas entre o associado e a cooperativa, como as entre cooperativas, sem prejuízo das demais disposições da legislação tributária, devem ser utilizados os Códigos de Operações Fiscais - CFOP, estabelecidos pelo Ajuste SINIEF 18, de 29 de setembro de 2017 e Decreto nº 38.694, de 11 de dezembro de 2017.  
Parágrafo único. Não configura operação de mercado nem contrato de compra e venda de produto ou mercadoria, o ato cooperado, desde que a operação esteja ligada diretamente ao objetivo social da cooperativa e que esteja ausente a intenção de lucro.  
Art. 2º A responsabilidade pelo imposto devido nas operações procedentes de Ato Cooperativo, fica transferida para o destinatário, qualificado como substituto tributário, conforme definido no item 2.1 do Anexo IV, Caderno II do RICMS, sendo o estabelecimento, industrial ou comercial, adquirente estabelecido no Distrito Federal.
Parágrafo único. O prazo para pagamento será aquele estabelecido no inciso IV do caput do art. 74 do RICMS;  
Art. 3º A cooperativa, quando adquirir produtos agropecuários listados no item 2 do Anexo IV, Caderno II do RICMS, de produtores não cooperados, fica configurada a realização de operação própria de mercado, fora de sua finalidade social, obrigando-se o recolhimento do imposto devido da operação própria e das operações antecedentes, observadas as regras e prazos de pagamento do imposto, definidos no Regulamento.  
Art. 4º Não são tributáveis as operações que decorram da exportação de produtos agropecuários listados no item 2 do Anexo IV, Caderno II do RICMS.  
Parágrafo único. Na hipótese de saída desses produtos, efetuada por Cooperativa para fins de exportação, na forma in natura ou na forma processada, encerra-se o dever de recolhimento da Substituição Tributária relativa às operações antecedentes.  
Art. 5º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.  
WILSON JOSÉ DE PAULA
Comentários
MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

Facebook

conheça mais

x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso.

Site desenvolvido por
Julio Guimarães | Rogério César