Contábeis o portal da profissão contábil

18
Oct 2017
16:22
você está em:

Conteúdo » Notícias

Novas tecnologias desafiam expertise de diretores financeiros

As transformações de mercado decorrentes de novas tecnologias já impactam diversas áreas da empresa, e não seria diferente com o departamento financeiro.

postado 16/03/2017 11:16:43 - 1.122 acessos

As transformações de mercado decorrentes de novas tecnologias já impactam diversas áreas da empresa, e não seria diferente com o departamento financeiro. Os profissionais da área, no entanto, ainda não exploram essas possibilidades o suficiente para liderar essas mudanças em suas companhias – o que ameaça a competitividade quando empresas já nascidas nesse mundo digital surgem como novos players nos mercados.

A conclusão é de um estudo qualitativo da consultoria Deloitte, que também usou como base um levantamento com 122 CFOs globais. O relatório delineia os principais desafios da área financeira no mundo digital e destaca as sete tecnologias que podem ajudar a reverter esse quadro.

Muitas dessas ferramentas estão relacionadas ao uso mais eficiente de dados, explica Fábio Perez, diretor de consultoria em transformações financeiras da Deloitte, e o CFO tem como matéria-prima a informação da empresa. O próprio profissional de finanças, no entanto, costuma ser menos aberto a inovações. “O perfil do CFO é conservador e desconfiado, ele está ciente do que acontece mas aguarda que outras empresas testem tecnologias para ele seguir”, diz.

O estudo destaca ferramentas que auxiliam na modernização de processos e sistemas já existentes. Capaz de tornar serviços mais rápidos, a computação em nuvem já é usada em algumas áreas por metade dos CFOs estrangeiros consultados pela Deloitte, e de forma mais ampla por 30%. A robótica, já usada de alguma forma por 30% das empresas de fora, auxilia ao automatizar processos já existentes. Ferramentas de visualização, que ajudam a organizar e transformar grandes quantidades de dados em “insights” para o negócio, também já foram adotadas por 30% das empresas pesquisadas.

“Hoje o CFO precisa lidar com questões de dia a dia como planejamento e custos, mas também governança, compliance, e a necessidade de gerenciar pessoas. Com uma atuação mais abrangente, o tempo é comprimido. É aí que a tecnologia entra. Quais ferramentas podem ajudar o CFO a liberar tempo para pensar de forma estratégica no negócio?”, diz Perez.

O estudo também cita ferramentas que prometem ir além de otimizar processos e que criam novas capacidades. São elas o uso avançado de “analytics”, a computação cognitiva e inteligência artificial, o processamento “in memory”, um armazenamento de dados com tempo de resposta mais ágil, e a tecnologia blockchain, que permite a transferência de ativos financeiros sem intermediários como bancos ou governos e já promete causar disrupção no sistema financeiro.

Enquanto companhias tradicionais ainda estudam como incluir essas tecnologias, empresas que surgiram no meio digital já nascem com modelos de negócio alavancados por essas ferramentas. “Uma empresa de manufatura que se instalar daqui a quatro anos já será um uma competidora mais avançada do que uma companhia que existe hoje”, diz Othon Almeida, sócio e líder de desenvolvimento de mercado da Deloitte. Entender o negócio profundamente é um ponto relevante para avaliar o nível de aderência necessário para cada empresa. Segundo Almeida, não há fórmula pronta.

Uma certeza que os consultores têm, no entanto, é a necessidade de profissionais com competências mais adequadas a essa realidade. É preciso capacidade analítica, mas também uma habilidade de relacionamento. “Como processos mais automatizados, o profissional vai precisar saber transitar na organização e atuar como um parceiro de negócios”, diz Perez.As transformações de mercado decorrentes de novas tecnologias já impactam diversas áreas da empresa, e não seria diferente com o departamento financeiro. Os profissionais da área, no entanto, ainda não exploram essas possibilidades o suficiente para liderar essas mudanças em suas companhias – o que ameaça a competitividade quando empresas já nascidas nesse mundo digital surgem como novos players nos mercados.

A conclusão é de um estudo qualitativo da consultoria Deloitte, que também usou como base um levantamento com 122 CFOs globais. O relatório delineia os principais desafios da área financeira no mundo digital e destaca as sete tecnologias que podem ajudar a reverter esse quadro.

Muitas dessas ferramentas estão relacionadas ao uso mais eficiente de dados, explica Fábio Perez, diretor de consultoria em transformações financeiras da Deloitte, e o CFO tem como matéria-prima a informação da empresa. O próprio profissional de finanças, no entanto, costuma ser menos aberto a inovações. “O perfil do CFO é conservador e desconfiado, ele está ciente do que acontece mas aguarda que outras empresas testem tecnologias para ele seguir”, diz.

O estudo destaca ferramentas que auxiliam na modernização de processos e sistemas já existentes. Capaz de tornar serviços mais rápidos, a computação em nuvem já é usada em algumas áreas por metade dos CFOs estrangeiros consultados pela Deloitte, e de forma mais ampla por 30%. A robótica, já usada de alguma forma por 30% das empresas de fora, auxilia ao automatizar processos já existentes. Ferramentas de visualização, que ajudam a organizar e transformar grandes quantidades de dados em “insights” para o negócio, também já foram adotadas por 30% das empresas pesquisadas.

“Hoje o CFO precisa lidar com questões de dia a dia como planejamento e custos, mas também governança, compliance, e a necessidade de gerenciar pessoas. Com uma atuação mais abrangente, o tempo é comprimido. É aí que a tecnologia entra. Quais ferramentas podem ajudar o CFO a liberar tempo para pensar de forma estratégica no negócio?”, diz Perez.

O estudo também cita ferramentas que prometem ir além de otimizar processos e que criam novas capacidades. São elas o uso avançado de “analytics”, a computação cognitiva e inteligência artificial, o processamento “in memory”, um armazenamento de dados com tempo de resposta mais ágil, e a tecnologia blockchain, que permite a transferência de ativos financeiros sem intermediários como bancos ou governos e já promete causar disrupção no sistema financeiro.

Enquanto companhias tradicionais ainda estudam como incluir essas tecnologias, empresas que surgiram no meio digital já nascem com modelos de negócio alavancados por essas ferramentas. “Uma empresa de manufatura que se instalar daqui a quatro anos já será um uma competidora mais avançada do que uma companhia que existe hoje”, diz Othon Almeida, sócio e líder de desenvolvimento de mercado da Deloitte. Entender o negócio profundamente é um ponto relevante para avaliar o nível de aderência necessário para cada empresa. Segundo Almeida, não há fórmula pronta.

Uma certeza que os consultores têm, no entanto, é a necessidade de profissionais com competências mais adequadas a essa realidade. É preciso capacidade analítica, mas também uma habilidade de relacionamento. “Como processos mais automatizados, o profissional vai precisar saber transitar na organização e atuar como um parceiro de negócios”, diz Perez.

Fonte: Valor Econômico

Notícia enviada por

ACOMPANHE NOSSAS NOTÍCIAS

Comentários

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

TOP ENVIO DE Notícias

WebContábeis Conteúdo contábil atualizado e de qualidade em seu site.

Desconto de 10% na mensalidade dos planos básicos de conteúdo.

conheça mais

Facebook


x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.09 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César