Contábeis o portal da profissão contábil

16
Aug 2017
16:32
você está em:

Conteúdo » Notícias

Deputado comenta projeto que desonera a folha de pagamento das empresas contábeis

“Várias entidades precisam da Contabilidade e a própria não é atendida”. Com essa frase o deputado federal Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) justificou ao Portal Dedução os motivos de sua iniciativa para a apresentação do Projeto de Lei 6750/13

postado 11/07/2017 13:13:12 - 2.064 acessos

“Várias entidades precisam da Contabilidade e a própria não é atendida”. Com essa frase o deputado federal Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) justificou ao Portal Dedução os motivos de sua iniciativa para a apresentação do Projeto de Lei 6750/13, que inclui as empresas de Contabilidade no programa de desoneração da folha de pagamentos.

A proposta, já aprovada pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio da Câmara dos Deputados, determina que o cálculo deixe de ser feito com base na folha de pagamento das empresas e passe a se basear na receita bruta.

“Entendo que a folha de pagamentos do setor contábil é elevada, porque suas atividades são efetuadas basicamente por profissionais, e a desoneração desta folha seria de grande benefício para o setor, e viria a atender um pleito de muitos anos”, explica o deputado, ressaltando que em termos percentuais, com a aprovação do Projeto, o alívio tributário para as empresas de Contabilidade ficará na média entre 10 e15 por cento.

O deputado Arnaldo Faria de Sá argumenta que o Projeto de Lei 6750/13 foi desenvolvido especificamente para as empresas de Contabilidade, pois entende que o setor que mais atua na prestação de contas para a União, estados e municípios, quanto à arrecadação dos impostos, acaba sendo o mais discriminado. “Quando se criou a proposta de desonerações para vários outros setores da economia, sua aplicabilidade dependeu e depende das empresas contábeis, que são os que fazem a aplicação das leis, portanto, nada mais justo que se estenda este benefício também para a classe, agora”, salienta o parlamentar.

O próximo passo do Projeto 6750/13 será sua análise pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados. “Após o recesso parlamentar, previsto para este mês de julho, vamos pressionar para que a matéria seja apreciada rapidamente”, ressalta Faria de Sá.

Texto: Geraldo Nunes

Fonte: Portal Dedução

Notícia enviada por

ACOMPANHE NOSSAS NOTÍCIAS

Comentários

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

TOP ENVIO DE Notícias

Certificado Digital certificados digitais com preços promocionais para contadores

desconto de 15% em certificados digitais e pague no boleto ou parcele sem juros no cartão.

conheça mais

Facebook


x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.06 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César