Contábeis o portal da profissão contábil

18
Aug 2017
11:22
você está em:

Conteúdo » Notícias

Conheça o cronograma do governo para votação de MPs e reformas

O Planalto quer aprovar alguma reforma da Previdência neste ano. Antes, tem duas missões a cumprir

postado 09/08/2017 10:49:29 - 2.166 acessos

Conheça o cronograma do governo para votação de MPs e reformas

Planalto precisa aferir o tamanho de sua bancada

O Planalto quer aprovar alguma reforma da Previdência neste ano. Antes, tem duas missões a cumprir: 1) aferir o tamanho real de sua bancada no Congresso e 2) aprovar algumas medidas que não necessitem do apoio de 3/5 dos integrantes de cada casa legislativa. Até para fazer 1 teste do apoio que tem entre deputados e senadores.

OUTRAS PAUTAS PRIMEIRO

O líder do PMDB na Câmara, Baleia Rossi (SP), afirma que a “Previdência exige avaliação mais precisa”. Ele disse o seguinte ao Poder360: “A reforma previdenciária é evidentemente prioritária. Mas precisamos avaliar com acurácia até onde cada bancada pode ir. Enquanto isso, podemos votar outros assuntos da pauta também urgentes”.

CRONOLOGIA POSSÍVEL

Eis o que parece ser o caminho das pautas no Congresso daqui para a frente:

AGOSTO:

MP 774/17 (reoneração da folha de pagamentos) – perde a validade na 5ª feira. Não deve ser votada.

MP 783/17 (Refis) – embora vença apenas mais adiante, o prazo para adesão ao programa é em 31 de agosto. O governo acredita que terá 1 projeto de conversão negociado e votado até lá. O texto do relator, Newton Cardoso Junior (PMDB-MG), não é aceito pela área econômica.

MP 777/17 (taxa de juros do BNDES) – ideia é votar até 15 de agosto. PT e parte do PSDB são contra.

SETEMBRO:

reforma política – negociada em agosto, a nova regra para a disputa de 2018 deve ser votada obrigatoriamente em setembro. Precisa ser publicada no Diário Oficial até, no máximo, em 7 de outubro –ou seja, 1 ano antes da eleição de 2018. É necessário registrar: mudanças na Constituição exigem quórum qualificado (mínimo de 308 votos na Câmara e 49 no Senado).

nova meta fiscal – o ministro Henrique Meirelles (Fazenda) disse que setembro “será 1 bom momento” para reavaliar o tamanho do rombo nas contas públicas em 2017 (no momento, fixado em R$ 139 bilhões). O novo valor terá de ser aprovado pelo Congresso.

OUTUBRO:

reforma da Previdência – se a reforma política for aprovada sem deixar muitas feridas entre os partidos pró-Planalto, haverá então uma chance (pequena) de avançar com as mudanças no sistema de aposentadorias. A aposta entre os operadores do governo é que deve passar apenas a idade mínima para recebimento do benefício. O relatório do deputado Arthur Maia (PPS-BA) está pronto para ser pautado há mais de 3 meses.

Fonte: Poder360

Notícia enviada por

ACOMPANHE NOSSAS NOTÍCIAS

Comentários

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

TOP ENVIO DE Notícias

Certificado Digital certificados digitais com preços promocionais para contadores

desconto de 15% em certificados digitais e pague no boleto ou parcele sem juros no cartão.

conheça mais

Facebook


x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.06 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César