x
CONTEÚDO artigos

Precificação - 10º princípio: aprofunde os conhecimentos de precificação

Ao encerrar mais um ano, o empresário contábil, hábil na análise dos resultados alcançados, detecta que este poderia ter sido melhor e conclui que a dificuldade para definir e implantar os preços nos serviços contribuiu diretamente para tanto.

06/01/2013 16:46:52

1,2 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

O encerramento de um período, especialmente o ano civil, proporciona reflexões mais profundas. A satisfação de saborear resultados positivos, acompanhar o crescimento da empresa e especialmente visualizar que o futuro é promissor e incomensurável. Porém, quando ocorre o inverso e os resultados apurados são insuficientes para remunerar os sócios e o futuro se apresenta confuso, o panorama é desanimador.
 
Percebo que muitos empresários queixam-se das dificuldades, mas pouco faz para mudar este cenário. É imprescindível manter o controle total do seu avião, pois sem eficiente instrumento e a análise de todos os indicadores gerados é improvável conseguir navegar na direção pretendida.
 
Estudar continuamente é uma necessidade de todos, especialmente daqueles que se aventuram na administração de empresas, o que envolve gestão de pessoas, de materiais, de dinheiro e o trabalho com incontáveis números.
 
Neste artigo quero fazer a especial reflexão sobre a importância e a necessidade de conhecer profundamente as técnicas para precificar, ainda, na minha percepção, de domínio de pequena parcela dos empresários. É necessário saber como considerar os custos variáveis, determinar o material aplicado, apurar o valor da mão de obra ou hora-máquina, o valor dos custos indiretos, promover pesquisas de mercado e as necessidades dos clientes e agregar valor ao serviço ou produto.  Lembrando que valor, de acordo com a definição do dicionário, "é a qualidade essencial de um bem ou serviço que o torna apropriado aos que o utilizam ou possuem [...]"
 
Quem imagina que ocupar-se com o estudo da precificação é desperdiçar tempo e dinheiro, afirmo ser esta ideia um grande equívoco, pois a única economia que se pode esperar é no tempo de vida da sua empresa.
 
Independente do seu conhecimento sobre a precificação ser vasto ou limitado, a minha sugestão é para estudar mais, participar de cursos, fazer especialização, ler livros. Novas técnicas são testadas constantemente e proporcionam melhor condições de maximizar sua fatia do mercado e a lucratividade. Por fim, recomendo a leitura do livro “Estratégias e táticas de preço”, do autor norte-americano Thomas Nagle, editado em 2007.
 
Gilmar Duarte da Silva é empresário contábil, palestrante e autor do livro “Honorários Contábeis. Uma solução baseada no estudo do tempo aplicado”

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.