x

O que percebi no cenário contábil em 2013

A maioria dos empresários contábeis sente a necessidade de mudar e fazer algo diferente, mais de 90% dos que entram em contato comigo estão a procura de mudanças, principalmente de relacionamento com o mercado.

12/12/2013 11:20:11

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
O que percebi no cenário contábil em 2013

Durante 2013 escrevi alguns artigos aqui no Portal Contábeis e agradeço a oportunidade por isso.

Os comentários, as críticas e sugestões foram fundamentais em todos os sentidos.

Profissionalmente foi valoroso, hoje posso dizer que sou o primeiro profissional brasileiro a trabalhar o Marketing de Conteúdo voltado para escritórios de contabilidade.

Mostrar as empresas de contabilidade o quanto é possivel transformar um escritório em uma grande fonte de informações empresariais é gratificante!

Agradeço aqueles que acreditaram neste viés, e estão colocando seus escritórios em outro nível de relacionamento com clientes e não clientes.

Quem disse que o profissional contábil deve ser um ser instrospectivo, resmungão, avesso a mudanças e as novidades. Claro que alguns continuam assim, constatei isso pelos comentários,mas tudo bem.

Em alguns comentários, pouquissímos na realidade percebi uma grande confusão quando falei de marketing para a classe contábil. Houve quem escrevesse que: "Marketing é bobagem, tem é que trabalhar". Bem o melhor Marketing é o trabalho mas isso vale para qualquer um.

Considero um pensamento retrógrado, pois a maioria reclama da dificuldade de captar clientes, da dificuldade de fazer o cliente valorizar o serviço, dentre outras questões. Então só trabalhar parece que não está sendo suficiente.

Percebi tambám a falta de visão de mercado, nestes que acham que está tudo bem no mercado contábil.

Como procurei trazer vários artigos para alavancar a classe houveram também outras críticas gratuitas, algumas mais pesadas, até mesmo dizendo que me aproveitei para mostrar meus serviços.

Mas digo com todas as letras me aproveitei SIM! Mas para mostrar que é possível fazer mais, que é possível fazer diferente, que é possível trabalhar na contabilidade, agregar atividades de valor fazer com que o profissional acorde, saia do operacional e torne-se um verdadeiro empresário.

Mas digo que o profissional contábil (Técnico ou Contador) pode ser um ótimo articulista com visão de mercado, pode agregar outra profissão a sua formação contábil, existem muitas atividades que são afins (Eu agreguei o Marketing e não me arrependo, pelo contrário só ganhei).

Agradeço aos 406 membros do meu grupo no Facebook: https://www.facebook.com/groups/PlanejamentoEstrategiaeMarketing/ que acreditaram na minha proposta de trabalho, de que é possível fazer diferente, sair do lugar. E hoje compartilham comigo de vários assuntos e dicas.

Deixo a todos algumas constatações com base no que tenho acompanhado em 2013.

1 - Crescimento das franquias: movimento que começou devagar e está tomando forma e corpo.

2 - Elevaçao dos custos com mão de obra: com o E-Social deve aumentar mais ainda.

3 - Reajuste nos honorários: com a elevação da mão de obra contábil mais do que nunca é necessário manter em carteira clientes que contribuam para a formação do lucro do escritório.

4 - Parcerias e serviços estratégicos: serviços de análise de crédito e terceirização da folha não devem ser descartados.

5 - Percepção dos serviços contábeis: clientes não percebem diferença entre as empresas de contabilidade, o resultado disso é que o cliente estebelece um nivelamento por baixo, optando por pagar pela menor oferta.

6 - Estratégia de Relacionamento: sair do escritório é cada vez vez mais necessário, o boca a boca até funciona, mas como escrevi no item anterior a percepção do cliente é de que escritórios contábeis são todos iguais, prevalecendo então a menor oferta. O que fazer então? Deve-se investir em novas formas de divulgação (Internet, site, redes sociais, conteúdo, informativos), participar de palestras, associações, atividades de cunho social, etc.

7 - A maioria dos empresários contábeis sente a necessidade de mudar e fazer algo diferente, mais de 90% dos que entram em contato comigo estão a procura de mudanças, principalmente de relacionamento com o mercado.

Para concluir pessoal, sou um profissional da área desde 1998, passei por muitas mudanças, já pensei em desistir. Mas hoje tenho uma atuação intensa na área e posso dizer que gratificante.

E o que desejo muito é que consigamos nos elevar através da nossa capacidade, de romper paradigmas e pensamentos de 20 anos atrás que ainda permeiam muito a mente do profissional contábil.

Vamos em frente, quem quiser manter contato para valorizarmos ainda mais uma mentalidade nova, ativa e vencedora, ficam os links:

https://www.facebook.com/EscritorioAlexandreFerrao
https://www.facebook.com/groups/PlanejamentoEstrategiaeMarketing
https://www.alexandreferrao.com.br

Um abraço a todos!

 Alexandre Ferrão

Leia mais sobre

O artigo enviado pelo autor, devidamente assinado, não reflete, necessariamente, a opinião institucional do Portal Contábeis.
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.