x

Auditoria Interna e Auditoria Externa: Quais As Diferenças

Elucida a diferença entre auditoria externa e a auditoria interna, tratando quais os objetivos, função, procedimentos de cada um dos tipos de auditoria. Compara também os perfis de cada profissional.

27/06/2014 10:52:32

84,2 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Tipos De Auditoria E Suas Particularidades

É preciso introduzir esse tema lebrando que a auditoria tem por finalidade a revisão ou exame das demonstrações contábeis (Balanço Patrimonial, entre outros), bem como as transações, operações, processos, registros que afetam o patrimônio de uma empresa. Este exame visa proporcionar razoável segurança quanto à posição financeira e patrimonial da empresa no período.

Mas existem dois tipos de Auditoria que são desempenhados de maneiras semelhantes, porém guardam diferenças e objetivos diferentes uma da outra. Estes dois tipos são denominados de Auditoria Externa e Auditoria Interna.

O Que É Auditoria Externa

A Auditoria Externa é aquela realizada por auditores independentes (sem relação com a empresa auditada) e têm por objetivo o exame das demonstrações contábeis para emitir um parecer ou opinião sobre a posição das mesmas. Os auditores precisam assegurar que estas demonstrações representem adequadamente a posição financeira e patrimonial da entidade.

As empresas de grande porte (é considerada empresa de grande porte toda aquela que teve no último ano de atividades uma receita bruta superior a R$ 300.000.000,00 – trezentos milhões de reais) são obrigadas por Lei (11.638/07) a sujeitar suas demonstrações contábeis a análise de auditores externos registrados na CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

O objetivo principal dessa obrigatoriedade é o de que as demonstrações financeiras e contábeis das empresas de grande porte, principalmente as que negociam suas ações em bolsa, transmitam segurança aos acionistas quanto à fidedignidade dos dados apresentados.

Os auditores externos mantém total independência em relação à empresa auditada, evitando qualquer tipo de relação que venha prejudicar sua opinião ou parecer sobre as demonstrações auditadas. Essas empresas de auditoria possuem autorização da CVM para atuarem e emitirem seus pareceres.

Pense por um momento em grandes empresas que você conhece aqui no Brasil: Vale, Gerdau, Sadia, Pão de Açucar, entre tantas outras potências nacionais…todas elas são auditadas por grandes empresas de auditoria independente que possuem a capacidade necessária para emitir um parecer acerca do nível de segurança que as demonstrações dessas empresas possuem. Esse parecer é publicado em grandes meios de informação (Jornais, Revistas, etc.) para que os investidores possam realizar suas análises e decidir em qual delas investir.

As Chamadas "Big Four" Empresas De Auditoria

Se você ficou curioso para conhecer alguma dessas empresas de auditoria precisa saber de uma coisa: O mercado é dominado por 4 multinacionais milionárias empresas de auditoria e consultoria que repartem as maiores fatias do bolo, ou seja, detém os maiores contratos do mundo. Chamamos essas 4 empresas de Big Four (As 4 grandes), que são:

⇒ Price WaterHouse Coopers (Pwc)

⇒ KPMG;

⇒ Ernst & Young (EY); e

⇒ Deloitte.

Estas quatro empresas alternam entre si o posto de maior e melhor empresa de auditoria do mundo, mas o grupo das Big Four permanece inalterado. Este bloco consolidou-se como as maiores, melhores e mais confiáveis empresas de auditoria do mundo e por isso são disputadas palmo a palmo por seus clientes.

Acredito que através deste “apanhado” de informações bem resumidas tenha ficado mais claro o conceito da Auditoria Externa e principalmente como ela é desempenhada. Pode ser que tenha se interessado por essa área e por isso separamos este link ( http://www.cosif.com.br/mostra.asp?arquivo=nbcta200inda ) onde encontrará muita informação interessante sobre o assunto.

O Que É A Auditoria Interna

Ok! E Auditoria Interna? Onde ela se posiciona?

Vamos lá, talvez com a explicação da Auditoria Externa em mente seja um pouco mais fácil de entender o conceito da Interna. Comentamos que  Auditoria Externa é realizada por empresa terceirizada que emite sua opinião quanto à fidedignidade dos dados apresentados nas demonstrações da empresa auditada.

No caso da Auditoria Interna, ela é desempenhada por profissionais da própria empresa auditada e na maioria dos casos são funcionários da área contábil mas que também podem ser de outras áreas dependendo do ramo de atuação da empresa.

Só que no caso da Auditoria Interna o foco principal não será atestar a veracidade dos dados das demonstrações contábeis. Ela surgiu como aliada à alta administração das corporações com o objetivo de garantir o cumprimento dos regimentos, normas e políticas internas.

A Auditoria Interna visa testar, examinar ou averiguar o nível de segurança dos controles internos existentes na organização e na constatação da fragilidade ou inexistência destes propor melhorias ou apontar inconformidades.

Auditoria Baseada Em Processos Organizacionais

A Auditoria Interna atua basicamente focada nos processos internos da organização, onde procura identificar os riscos inerentes aos processos, a existência ou não de controles que mitiguem estes riscos e o quanto estes controles estão sendo efetivos para evitar os riscos.

Para se aprofundar no assunto referente a Auditoria Interna recomendamos que seja consultado o link:  (http://www.cosif.com.br/mostra.asp?arquivo=nbct12ind ), que trata das Normas da Auditoria Interna. A partir do item 12.1.1 já é possível ter uma noção mais clara do objetivo da Auditoria Interna.

 Quais As Principais Diferenças Entre O Auditor Externo e o Auditor Interno

Para concluirmos nosso artigo sobre estes dois tipos de auditorias achamos que seria interessante detalhar as principais diferenças que temos entre os dois profissionais. De repente você tenha despertado interesse por essa atividade e por isso queremos que já tenha em mente quais as particularidade de cada um. Veja em qual você se encaixaria:

AUDITOR EXTERNO:

» Ele obrigatoriamente deve ser um profissional formado em ciências contábeis e possuir o CRC (Registro Profissional);

» Geralmente ingressa nas empresas de auditoria por meio de programas de trainee (a partir do 5º semestre da graduação até no máximo segundo ano após estar formado);

» É um profissional que viaja muito e por isso têm que sujeitar sua vida pessoal em grande parte à empresa (pelo menos até subir de “faixa”);

» Profissional que sofre grande pressão por resultados e constantemente avaliado;

» Pelo tipo de atividade acaba adquirindo muita experiência e conhecimentos que acabam sendo desejados por grandes empresas;

» Possui ótima remuneração e pacote de benefícios após os três primeiros anos;

AUDITOR INTERNO:

» Geralmente se tem preferência por profissionais formados em ciências contábeis, mas dependendo do ramo de atuação da empresa pode-se optar por especialista da área;

» Mercado em evolução e com mão-de-obra especializada em falta;

» Remuneração compatível;

» Necessidade de experiência anterior em auditoria externa ou consultoria;

» Pelo tipo de envolvimento interno com as áreas acaba adquirindo uma visão macro do negócio possibilitando almejar cargos estratégicos;

» Rotina bem menos intensa do que a Auditoria Externa;

E aí?

Gostaria de encarar algum destes? São duas excelentes e gratificantes escolhas de carreira!

Espero ter esclarecido de uma forma clara e simples essas duas formas de atuação da auditoria e que sirva de alguma forma para adicionar conhecimento a você.

 

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.