x

Tributário

Aumento do ICMS sobre veículos usados ameaça elevar preços no Estado de São Paulo

Alteração do percentual de redução da base de cálculo do ICMS sobre a venda de veículos usados de 95% para 90%, ameaça elevar os preços no Estado de São Paulo. O aumento do imposto representa 100%.

24/01/2017 11:57:47

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
Aumento do ICMS sobre veículos usados ameaça elevar preços no Estado de São Paulo

O governo paulista diminuiu a redução da base de cálculo do ICMS de 95% para 90% (inciso I do artigo 11 do Anexo II do RICMS/SP). Na prática, a base de cálculo do imposto sobre a operação com veículos usados saltará de 5% para 10%, o que representa 100% de aumento.

As novas regras serão válidas a partir de 1º de fevereiro de 2017, confira.
 
Neste exemplo o valor do ICMS será elevado de R$ 450 reais para R$ 900 reais.
 
A alteração na legislação paulista ocorreu em 02 de novembro de 2016, com a publicação do Decreto nº 62.246/2016.
 
Vale ressaltar que para usufruir da redução da base de cálculo do imposto, o contribuinte deve atender aos requisitos estabelecidos no artigo 11 do Anexo II do Regulamento do ICMS do Estado de São Paulo.



Josefina do Nascimento Pinto é Bacharel em Direito, Pós-graduada em Direito Tributário, Especialista em Finanças Empresariais com ênfase em Inteligência Tributária e Técnica Contábil. Consultora e Palestrante de diversos temas, ministra também cursos na área fiscal; autora de diversas matérias tributárias. Diretora da empresa SIGA o FISCO Solução Empresarial. Autora e redatora do Blog Siga o Fisco e Nota Fiscal Paulistana.

Leia mais sobre

O artigo enviado pelo autor, devidamente assinado, não reflete, necessariamente, a opinião institucional do Portal Contábeis.
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.