x

Empresarial

Qual o valor da sua Empresa?

Critérios de Avaliação de Empresas - Valuation

28/11/2017 11:07:26

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
Qual o valor da sua Empresa?

Qual o valor da sua empresa?

A rotina diária, semanal, mensal, .... faz com que o empresário dentro de uma “roda moinho” não pare para pensar se todo o esforço o esta levanto a simplesmente sobreviver ou ficar com um patrimônio ainda melhor, é lógico que essa colocação não pode ser generalizada.

Algumas empresas tem métricas eficientes de avaliar a valorização ou não de seu patrimônio e muitas vezes com algumas ações estratégicas retardam essa valorização.

No meio empresarial é comum vermos “fábulas” de tratativas de como se chegou ao valor de uma empresa, são as mais diversas, que muitas vezes eram utilizadas em épocas que pouco se conhecia de Gestão Empresarial.

Conversando com um grupo de empresários de pequeno e médio porte, esse assunto foi discutido e para minha surpresa, praticamente cada um tinha seu conceito ou “pre-conceito” de como deveria ser feito o cálculo para se avaliar sua empresa. Os critérios eram os mais particulares possíveis, cada qual, creio eu buscando o que mais atendiam aos interesses próprios, é até compreensível, mas não necessariamente certo.

Agora vou exemplificar as alternativas apresentadas e colocar minhas considerações em cada um dos casos:

  • Caso 1: o critério que era utilizado para avaliar sua empresa é dez vezes seu faturamento, e seu maior desafio era trabalhar para manter o padrão de faturamento, buscando evitar a redução nas vendas;

Pergunta. Você compraria uma empresa baseado unicamente em seu volume de vendas? Quanto a empresa lucra em reais e percentuais com suas vendas? Em quanto tempo o investidor/comprador vai ter de volta (vai ser rentabilizado) o valor investido?

Creio que com essas colocações básicas essa opção deve ser descartada, quando utilizada isoladamente.

  • Caso 2: Seis vezes o valor do estoque;

Essa métrica também não da qualquer segurança quando utilizada isoladamente (pode ate ser que coincidiu se comparada a outra mais segura, mas foi mero acaso), as empresas geralmente (pequeno e médio porte) não tem seu estoque sob controle, com isso, perdas são constantes sejam por descontinuidade, furto, danos físicos, entre outas; também temos a questão da valorização dos estoques, se não controla exatamente o físico como posso valorizá-lo?; outra informação importante é que os estoques eram acumulados como forma de evitar a exposição da moeda no período inflacionário, década de 70 até o final dos anos 80, hoje as empresas tendem a trabalhar com o menor estoque possível. Esse conceito pode ser descartado.

Temos outros critérios técnicos que podem dar muito mais segurança ao comprador ou vendedor de uma empresa, conceitos validados por especialistas.

Valuation, é como chamamos o critério para avaliar uma empresa, independente do tamanho, porte ou segmento, são conceitos técnicos aplicado por profissionais especialistas, conhecedores dos conceitos contábeis/administrativos, que informará ao empresário se o valor apurado atende suas expectativas ou não, mas independente disso lhe mostrará o valor real de seu negócio.

Walber Almeida Xavier de Sousa

Consultor Empresarial (Administração/Finanças/Controladoria)

 

 

Leia mais sobre

O artigo enviado pelo autor, devidamente assinado, não reflete, necessariamente, a opinião institucional do Portal Contábeis.
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.