x

Carreira

Para ser rico é preciso organização

Esqueça a imagem do rico despreocupado em férias eternas, ócio sem controle... crescer financeiramente tanto no âmbito pessoal quanto empresarial requer organização, uma burocracia que proporciona campo sólido para crescer e sim, enriquecer.

16/05/2018 08:25:20

3.837 acessos

Para ser rico é preciso organização

O imaginário comum raramente mostra pessoas ricas usando o tempo em prol da organização e do trabalho para prosperarem cada vez mais. Pelo contrário: quando se fala em “rico”, “milionário”, “afortunado” o que vem à mente de muitas, mas muitas pessoas é alguém desfrutando de luxo, em férias eternas, cenários paradisíacos e ócio sem qualquer compromisso. Este dado cultural atrapalha muito quem quer chegar lá, pois envolve um conceito ultrapassado: as pessoas ricas conseguiram atingir um patamar no qual organizar é irrelevante e tudo flui sem qualquer problema na vida delas. Só que... não!

A riqueza e abundância pedem organização para existirem. No caos riqueza não tem vez – ela acaba em pouquíssimo tempo. Vale lembrar que enriquecer é um processo que tem mais velocidade no empreendedorismo: a pessoa opta por criar algo capaz de proporcionar valor para outros. Corre riscos de oscilação de renda, não tem garantias de um valor mínimo (de modo geral) e tem de honrar os compromissos não importa o que aconteça no cenário macro. Para vencer todas estas adversidades, tem de ter um sistema, uma organização para que tudo funcione. É esse sistema que fará a riqueza, o crescimento econômico se manifestar.

Com organização é possível expandir os negócios. Não faltam histórias de gente que começou um empreendimento – e vamos falar do contábil, especificamente – fazendo tudo sozinhos ou com, no máximo, um assistente; a coisa começou e para dar conta do recado (leia-se apagar incêndios) a organização e controle ficaram em segundo plano. “Vamos arrumar isso tudo quando der”, é uma frase comum. Como não existe o dia do “quando der”, o tempo vai passando e o negócio acontecendo sem uma avaliação, sem uma análise para ajustes. Se uma engrenagem do negócio parar, tudo paralisa e a empresa não consegue dar conta dos compromissos. Entende agora como muita empresa cheia de boa vontade fecha as portas em pouco tempo?

Há também quem tenha foco somente em crescer e comece a deixar de lado o processo organizacional interno em favor de mais clientela. Não é preciso uma bola de cristal para saber que sim, alguns clientes não serão bem atendidos e poderão ser inclusive esquecidos. Tudo por falta de umas duas horas semanais de organização, análise e posicionamento do andamento dos negócios.

As fortunas que duram e tem estabilidade, os negócios longevos que crescem com lucros sólidos ano a ano tem em comum a frase “crescer com pés no chão”. Estes pés são a base de algo organizado a ponto de ter plano de contingência para instabilidades. Será que você tem plano para reagir a uma dificuldade? Um revés de negócio? Um momento crítico?

Organizar é a base para ter um cenário pronto para criar e inovar, buscar expansão com condições de honrar o que foi vendido e ser parceiro de sucesso dos clientes – é a missão do seu negócio, do seu trabalho. Lembre que você quer que os serviços prestados funcionem bem para você, sua empresa, sua família; isso só acontece se estes serviços fizerem a tarefa de casa de forma organizada: cumprirem o prometido, terem os registros dos negócios realizados e prontidão em atender informações e/ou reclamações apresentadas. Todos queremos confiar nas instituições e isso, credibilidade, passa pela organização. Pode parecer uma burocracia desagradável, mas poderá se tornar um hábito saudável e capaz de sim, colocar mais dinheiro no seu bolso.

MATÉRIAS RELACIONADAS

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL

cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.