x

Empresarial

Custos e Despesas Fixas e Variáveis - As definições estão sendo utilizadas corretamente em sua empresa?

Saber diferenciar Custos e Despesas Fixas e Variáveis, pode lhe ajudar a definir preços de vendas competitivos e com lucros.

25/09/2018 08:32:18

1.952 acessos

Custos e Despesas Fixas e Variáveis - As definições estão sendo utilizadas corretamente em sua empresa?

Custos e Despesas Fixas e Variáveis – As definições estão sendo utilizadas corretamente em sua empresa?

173-09-2018

Faz parte do desafio do gestor empresarial conhecer de forma detalhada cada tipo de despesa ou custo de sua empresa, entretanto, não basta apenas conhecer o que está sendo pago e quanto está sendo pago, é de extrema importância saber classifica-los dentro do conceito de custeio na empresa.

Na realidade a tratativa de custo ou despesa se fixa ou variável, pode ser diferente de empresa para empresa, por isso conhecer corretamente o segmento e o tipo de gasto, dará maior precisão na definição dos relatórios para tomada de decisão.

Apenas para exemplificarmos: consumo de água numa empresa pode ser tratado como despesa fixa, porém, em outra pode ser Custo Variável; É possível? Com certeza, numa loja de comercio de roupas por exemplo, o consumo de água é simplesmente para o consumo dos funcionários e limpeza da empresa, mas quando no exemplo é uma indústria de bebidas a água passa a fazer parte do processo produtivo e além disso é um item variável, pois esta atrelada ao volume de produção; um mesmo item, com tratativas totalmente diferente.

Se não soubermos definir corretamente a devida classificação desse exemplo e os demais gastos da empresa, podemos estar comprometendo a definição dos preços de vendas, ou seja, a precificação pode estar sendo definida incorretamente e com isso fazer com que a empresa deixe de ter preços competitivos ou ate mesmo, forme preços incorretos e venda os produtos com prejuízo; isso é muito comum, vermos empresários aumentando o volume de vendas e esse efeito não acontece com as margens.

Com a economia exigindo cada vez mais gestão por parte das empresas, os conceito devem ser cada vez mais dominados e com certeza a Margem de Contribuição deve ser tratada como uma informação de extrema importância na definição de quais linhas de produtos serem melhor trabalhados ou mesmo descartados pelas empresas.

Uma ferramenta que ainda é comumente utilizada, porém, com eficácia comprometida é o “fator mark-up”, pois o mesmo acaba por inserir no preço de venda de forma automática parte do custo fixo da empresa e isso com certeza pode tornar o preço inviável para a comercialização.

Vale fazer os devidos exercícios para dominar os critérios de precificação para fins específicos em sua empresa, que com certeza lhe trará grandes benefícios.

Walber Almeida Xavier de Sousa - Diretor da AXS Consultoria Empresarial (www.axsconsultoria.com.br), atua na Gestão Empresarial de empresas de pequeno e médio porte, nas áreas de Administração, Finanças e Controladoria. Graduado em Ciências Contábeis, Pós-Graduado em Contabilidade Gerencial e Controladoria e com MBA em Gestão Empresarial.

  • Consultoria e Assessoria – Gestão Empresarial
  • Renegociação de Dívidas Bancárias – Empresarial
  • Inventário e Avaliação Patrimonial
  • Valuation

www.axsconsultoria.com.br

(55 15) 991051487 – (55 15) 988151487

MATÉRIAS RELACIONADAS

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL

cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.