x

Empresarial

Planejamento financeiro: Como ele pode mudar sua vida

Você sabia que qualquer pessoa pode fazer um planejamento financeiro? Mais como fazer um planejamento financeiro? Leia este post e entenda um pouco mais! Sim você mesmo pode fazer seu planejamento financeiro!

22/02/2019 15:39:08

1.812 acessos

Planejamento financeiro: Como ele pode mudar sua vida

Você sabia que qualquer pessoa pode fazer um planejamento financeiro?

Mais como fazer um planejamento financeiro? Leia e entenda um pouco mais!

Sim você mesmo pode fazer seu planejamento financeiro!

Todo o conhecimento adquirido até o momento de alguma forma o ajudou a ganhar dinheiro.

Mas, vem cá! Você sabe o que fazer com ele? Já pensou sobre o que fazer administrá-lo? Pergunta difícil em?

De alguma forma, este tipo de questionamento já passou pela sua cabeça. Então, aqui vão algumas dicas para driblar as dívidas e fazer o seu dinheiro trabalhar a seu favor com um planejamento financeiro.

Antes, é preciso falar um pouco sobre como você se relaciona com as conquistas da sua vida e como você gasta.

O que saber antes do planejamento financeiro começar.

Já é sabido que perder o controle sobre o próprio patrimônio é mais fácil do que parece e existem vários motivos para isso:

  • Educação financeira é algo completamente ignorado no currículo escolar brasileiro, pois não se tem o conhecimento financeiro nas grades escolares.
  • As necessidades criadas pelo mercado tendem a tornar cada vez mais difícil separar o que é necessidade, e o que é supérfluo.
  • O grande otimismo no futuro impede qualquer chance de fazermos uma reserva adequada.

Com estes três itens em mente, já é possível identificar alguns gastos que você possa ter feito sem necessidade ou alguma dificuldade que passou por não se precaver.

E que tal não passar por isso novamente? Sabe como evitar esses transtornos? A resposta é fácil: planejamento financeiro.

Mas, como fazer um planejamento financeiro?

“Para começar, você precisa ter uma visão clara de tudo o que você ganha e tudo o que gasta. E ter uma equalização. São dois princípios muito básicos e simplificados para quem não está acostumado”.
Lúcia Rodrigues, 
CEO da Minha Contadora.

Em um primeiro momento pode parecer um pouco complexo, mas aqui vão algumas dicas para simplificar:

Economia financeira

A palavra pode até parecer batida, mas faz todo sentido. Qualquer mudança em nossas vidas exige algum tipo de investimento, independentemente do prazo.

  • Não guarde dinheiro em casa
  • Invista em uma conta poupança ou em outras formas, como renda fixa
  • Poupe primeiro, gaste depois
  • Separe um valor mensal fixo para sua poupança. O ideal é que você consiga investir 10% da sua renda.
  • Quanto antes começar, melhor!

Essas são as primeiras regras a serem seguidas.

Planejamento financeiro

Não existe economia sem planejamento. Por isso, é importante que você defina claramente os objetivos e faça um planejamento inteligente com o seu dinheiro.

  • Faça um orçamento para saber exatamente seus gastos e economias;
  • Defina o básico e essencial. O ideal é que você corte ao máximo os supérfluos.
  • Imprevistos podem acontecer. Por isso, preste atenção e conte com uma quantia de emergência.
  • Disciplina é essencial. Não se deixe levar pela emoção e vontade.
  • Diminuindo o impulso de consumir

Sabe aquela sensação de querer algo de qualquer jeito? Grande parte dos gastos que temos é feito com coisas supérfluas. Isso acontece por impulsos e os efeitos quase sempre nos afastam de grandes projetos.

  • Antes de comprar, pare e repense se realmente é importante
  • Não compre na mesma hora em que vê uma oferta
  • Raramente uma oferta é imperdível
  • Evite passeios que sejam um convite ao consumo
  • Nem sempre pagar menos é um sinal de que você está economizando. Reflita sempre sobre custo e benefício

Viu, o planejamento financeiro não pode ser ignorado em!

Crédito e endividamento

A relação entre crédito e endividamento passa diretamente pela confiança e responsabilidade. Se você usa de forma responsável, não há o que temer. O problema vem quando usamos de forma desenfreada e o resultado é sempre dívida.

  • Não se engane com o valor das parcelas, mesmo aqueles bem baixos. As contas devem ser feitas em cima do valor final.
  • Busque sempre financiar apenas grandes aquisições
  • Evite contar com dinheiro que você ainda não possui para compras desnecessárias
  • Fique atento aos benefícios do seu cartão de crédito
  • Pague sempre em dia o seu cartão de crédito

Então assim você consegue planejar suas finanças e começar ter uma administração melhor do seus dinheiro.

 

MATÉRIAS RELACIONADAS

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL

cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.