Empresarial

Compliance para Cooperativas

O empreendimento cooperativo ganhou ainda mais força nos últimos anos, tanto a nível nacional como mundial, devido suas ideias de cooperação, igualdade e democracia.

12/03/2019 11:21:28

755 acessos

Compliance para Cooperativas

O empreendimento cooperativo ganhou ainda mais força nos últimos anos, tanto a nível nacional como mundial, devido suas ideias de cooperação, igualdade e democracia.
O Cooperativismo vem abrangendo diversos mercados, resultando em atividades complexas e processos cada vez mais disruptivos.

Diante deste cenário, há uma necessidade de regulamentação das normas legais, gerenciamento dos controles internos e externos, estruturação das políticas e diretrizes estabelecidas para o negócio e para as atividades da cooperativa.
Mas como regulamentar e gerenciar todas essas necessidades impostas às cooperativas? A resposta é: Compliance!

O termo Compliance vem do verbo em inglês “to comply” que significa estar de acordo com uma regra, ou seja, estar em “compliance” é estar em conformidade! Conformidade com as leis, normas e regulamentos.

Mas é importante frisar que o Compliance só agregará valor à cooperativa caso a mesma esteja em acordo com o plano estratégico do negócio, ou seja, para que seja efetivo e eficaz é necessário seguir as diretrizes técnicas e ter um bom planejamento estratégico definido com objetivos claros.
É de extrema importância a implantação e desenvolvimento do Compliance em Cooperativas para que a estruturação organizacional, levando em consideração as diversas áreas de atuação como o Jurídico, RH, Comercial, Gestão entre outras, funcionem em conformidade com as regras a elas impostas de modo a garantir a integridade do sistema.

Mas, para isso, é necessário a implantação da Cultura Compliance na Educação Corporativa das Cooperativas de modo que todos os Líderes disseminem essa proposta de atuação para todos os Cooperativistas.

Para isso é fundamental que todos sejam capacitados através de cursos, palestras e seminários sobre o tema. Atividades estas que precisam ser práticas, dinâmicas e que façam com que todas se envolvam a fim de reter o máximo possível sobre o tema de forma efetiva!
Desse modo, a aplicabilidade do Compliance precisa ser inserida no DNA das Cooperativas o mais possível, garantindo o fortalecimento de suas bases e das estruturas organizacionais, agregando valor e resultando no aumento da reputação
e da confiança.

MATÉRIAS RELACIONADAS

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL

cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.