x

Contábil

6 dicas importantes para realizar Inventário e Avaliação Patrimonial

Controle Patrimonial o sucesso requer planejamento.

29/04/2019 08:36:38

1.986 acessos

6 dicas importantes para realizar Inventário e Avaliação Patrimonial

 

Diante da importância que vem tendo nos últimos anos, a seguir algumas informações relevantes para empresas que necessitam da realização do Inventario e Avaliação Patrimonial:

Quem realizar?

É importante que a realização seja feita por especialistas, preferencialmente empresas de Consultoria em Inventário e Avaliação Patrimonial, pois quando o processo é feito internamente, costuma ser realizado com “vícios” e é comum identificarmos falhas em seu desenvolvimento, tais como: apontamento incorretos, levantamentos parciais, e realização em longo tempo, entre outras.

O que contratar?

Quando o serviço é contratado por empresas especialistas, é indicado que o processo seja realizado com um todo, ou seja, do levantamento de campo, a confecção das placas de identificação até a apresentação dos laudos de avaliação.

Cabe aí a empresa definir exatamente quais suas necessidades.

Quais são as etapas comum nesse processo?

As necessidades variam de empresa a empresa, mas geralmente são:

  • Levantamento de campo
  • Confecção das placas de identificação
  • Inventário físico e colocação das placas
  • Conciliação Físico x Contábil
  • Apresentação de Relatórios
  • Laudos de Avaliação que visam atender Normas Técnicas e Legislação
  • Inserção das informações em sistemas de gestão ERP (quando não é possível importar)

Quais as informações básicas de um Inventário?

Geralmente os Inventários costumam atender requisitos básicos que podem ser enriquecidos diante de necessidades, entretanto, informações mínimas são:

  • Número do bem
  • Descrição completa e resumida
  • Número de série
  • Fornecedor
  • Especificações Técnicas
  • Dimensões e detalhes como cores, entre outras
  • Estado Físico
  • Localização – Centro de Custos – Planta (Unidade)
  • Usuário
  • Fotografia

Outras informações podem ser adicionadas diante das necessidades.

Qual o tempo médio para a realização de Inventário e também da Avaliação?

São 02 trabalhos distintos que se completam, o tempo pode variar para cada um deles.

  • Inventário: o prazo é definido em função do volume de itens e também do número de unidades da empresa a ser realizada; existe também o tempo para a confecção das placas de identificação, sem as mesmas não é possível realizar os trabalhos.
  • Avaliação Patrimonial: esse serviço quando realizado em empresas com bens comuns em outras empresas de segmento semelhante, pode ser realizado entre 30 a 45 dias após o término do levantamento físico, entretanto, quando, os itens (bens) são produzidos pela própria empresa ou mesmo, são utilizados em segmentos pouco comum, a complexidade em realizar o levantamento pode estender em ate 30 dias o prazo normal para confecção dos laudos.

É possível realizar todo esse processo em menos tempo?

Com certeza sim, entretanto requer equipe maior, custos adicionais muitas vezes com passagens e estadias de última hora, entre outros.

Nossa empresa é especializada em Inventários e Avaliações Patrimoniais em empresas de todos os segmentos a nível nacional.

Nossos serviços são realizados sempre acompanhados de Coordenadores ou Gerentes de Projetos, além da equipe de inventariantes.

Vamos conversar a respeito?

Walber Almeida Xavier de Sousa - Diretor da AXS Consultoria Empresarial ( www.axsconsultoria.com.br ), atua como Consultor e Assessor em Gestão Empresarial (Administração, Finanças e Controladoria) em empresas de pequeno e médio porte; atua também como Conselheiro Empresarial. Graduado em Ciências Contábeis (UNISO), Pós-Graduado em Contabilidade Gerencial e Controladoria (UNISANTANA) e com MBA em Gestão Empresarial (FGV), atuou também como Professor Universitário.

www.axsconsultoria.com.br

e-mail: contato@axsconsultoria.com.br

MATÉRIAS RELACIONADAS

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL

cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.