x

Empresarial

Como a Identidade Visual para contadores pode ajudar seu escritório a trazer clientes

Saiba como criar uma boa identidade visual para contadores para captar e reter clientes, ganhar reputação no mercado e transmitir uma imagem profissional do seu negócio contábil.

06/05/2019 17:24:48

3.823 acessos

Como a Identidade Visual para contadores pode ajudar seu escritório a trazer clientes

A identidade visual é a imagem que o contador transmite para os seus clientes, parceiros, concorrentes e todo o mercado. Todos os elementos gráficos utilizados em sua empresa, como papel timbrado, cartões de visita, logotipo e outro produtos que representam visualmente seu negócio contábil representam a sua identidade visual.

Resumidamente, a identidade visual é a aparência da sua empresa, ela pode ser bem apresentável, usar roupas elegantes e ser perfumada, ou pode usar roupas rasgadas e falar apenas com gírias. Qual você prefere?

Com esses elementos, uma boa identidade visual transmite a missão, visão, valores e até mesmo o posicionamento da empresa. Ela é reponsável por transmitir profissionalismo e credibilidade.

As empresas contábeis (principalmente as que estão iniciando no mercado) precisam passar mais confiança e solidez para captar novos clientes. Por isso, é importante trabalhar um bom posicionamento, estudar o público e o mercado, ressaltar diferenciais e investir em materiais de divulgação. Em tudo isso, a identidade visual está inclusa.

Por isso, confira abaixo alguns elementos que você precisa para criar uma boa identidade visual para contadores:

Identidade Visual para contadores

O trabalho de construção de uma boa identidade visual para contadores precisa ser bem feito, de preferência por um profissional especializado. Isso porque ele vai muito além de apenas fazer um logo ou ter um escritório bonito. Por meio dela, é possível atrair e reter potenciais clientes, estabelecer uma reputação, transmitir uma imagem profissional e até mesmo garantir credibilidade com parceiros. Confira abaixo como começar o processo de criação:

Briefing

O briefing é a primeira coisa a se fazer no processo de criação, pois esse documento irá detalhar informações muito importantes para a criação de uma identidade visual para contadores. Basicamente, ele é como um planejamento, mas serve para orientar o designer na criação do projeto e de todas as outras peças. É necessário incluir no briefing:

  • Estilos
  • Público Alvo
  • Escopo detalhado do projeto
  • Objeções
  • Prazos
  • Orçamento

Cores

As cores sempre fizeram parte das nossas vidas, e representam uma parcela importante na criação da identidade visual para contabilidade. Você pode optar pelas seguintes cores, mas com um estudo antes de fazer a escolha:

  • Vermelho
  • Amarelo
  • Azul
  • Verde
  • Laranja
  • Roxo
  • Preto
  • Branco

Vale a pena estudar um pouco os diferentes efeitos que as cores causam no cérebro humano antes de escolher qual cor irá utilizar no seu negócio contábil.

Logotipo

O logo deve representar os valores da sua empresa, e exige habilidades específicas de um profissional para que o projeto seja completo. Pense que ele deve ser fácil de ser identificado e passem bem o significado da sua contabilidade.

Se você tiver em dúvida, pegue referências e tendências no mercado, mas não se esqueça de que ele deverá ser original. Além disso, passe suas ideias para o designer mesmo se você não for desenhista. Assim você irá transmitir melhor sua ideia para o profissional.

Papelaria

Os artigos de papelaria também fazem toda diferença na construção da identidade visual para contadores. Eles fazem parte do dia a dia do contador, e os principais utilizados são:

  • Pastas
  • Crachás
  • Envelope pequeno
  • Papel timbrado
  • Cartão de Visitas
  • E muito mais!

E aí, pronto para criar a identidade visual para contador? Comente abaixo e fique por dentro de outros conteúdos para Marketing Contábil para que o seu negócio decole.

MATÉRIAS RELACIONADAS
RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.