x
CONTEÚDO artigos

prestação de serviços

Formação de preço dos serviços prestados por Escritórios Contábeis e de Apoio Administrativo aos Microempreendedores Individuais (MEI)

Comentários para reflexão ao formar preços de serviços a serem prestados ao Microempreendedores Individuais

29/01/2020 10:35:01

6,5 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Formação de preço dos serviços prestados por Escritórios Contábeis e de Apoio Administrativo aos Microempreendedores Individuais (MEI)

Considerando o grande número de empresários que vem solicitando o enquadramento como MEI, considerando a necessidade de conhecimento e a assistência de um técnico para auxiliar, orientar e possivelmente fazer cumprir com as obrigações acessórias deste tipo de empreendimento e, por consequência a necessidade de avaliarmos o custo de nossos trabalhos e o quanto pretendemos lucrar com este segmento, deixo aos colegas este comentário para reflexão:

Também somos empreendedores e buscamos além do pagamento/reembolso de nossas despesas operacionais (inclusive nosso próprio trabalho); visamos lucros e assim, devemos aprofundar nossos conhecimentos a fim de prestar serviços de qualidade com responsabilidade e para tanto devemos formar um preço justo para atender estes empreendedores.

Atenção, oferecer o serviço por “preço de custo”, em que pese no início ajudar a capitar clientes e muito “trabalho”, poderá ser um problema no futuro. Quando da apuração de nossos resultados verificarmos a ausência de lucro e excesso de tarefas será difícil reajustar o preço oferecido inicialmente.

Ao formar o preço de nossos serviços não devemos esquecer que precisamos cobrir as despesas operacionais e lucrar com nosso investimento.

Em maioria absoluta nosso investimento não se trata de cooperativa, portanto, não viveremos de sobras. Empreendemos para obter lucro e gerar renda.

Temos sim o dever de cidadão de prestar serviços à sociedade, (eu em particular como cristão pratico a caridade), podemos oferecer assistência a preço de custo ou até mesmo gratuita dentro de nossas possibilidades, contudo, não podemos esquecer que a essência de nosso empreendimento não é a filantropia e, acima de tudo, o retorno de nosso investimento é nosso ganha pão e poderá, se formado um preço correto, ser a base de formação de nosso patrimônio.

 

 

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.