x
CONTEÚDO artigos

coronavírus

COVID-19: Para vencer a guerra é preciso lutar, não podemos parar!

Efeitos da contaminação pela COVID-19 na economia

27/03/2020 10:30:01

2 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

COVID-19: Para vencer a guerra é preciso lutar, não podemos parar!

Para vencer a guerra precisamos entrar em campo e combater o inimigo, precisamos do maior numero de soldados em condições na linha de frente, aqueles que não estiverem 100% devem ficar protegidos nas trincheiras ou operando ações estratégicas (prevenção), mas os comandantes (empresários) e os soldados aptos (colaboradores) precisam ir para o combate. A Pandemia, ou melhor a infecção COVID-19 atinge ou pode atingir a todos, independente de crença, posição social, etc, desta forma todos estão sujeitos. Por outro lado, com a paralisação de atividades econômicas criaremos um novo problema. Teremos que enfrentar o problema da saúde que é universal e inevitável e; teremos que enfrentar um problema social que atingirá de forma muito cruel a parcela mais vulnerável da população. Entendo que problema de ordem econômica surgiria de forma natural com a Pandemia, inclusive com consequências graves (um possível colapso no sistema de saúde) contudo, creio que os efeitos no geral seriam menos severos. Agora, com as paralisações de atividades econômicas o problema passa a ser "criado", não surgirá naturalmente por consequência da pandemia, e sim terá auxílio do ato administrativo que determinar as paralisações. A crueldade desta medida restritiva está no fato dos sintomas adversos não afetarem  toda a população  como a COVID-19 o faz não escolhendo o rico ou o pobre, o que crê ou aquele que não crê, “estamos todos no mesmo barco”; a paralisação de atividades atingiria o desempregado de hoje e o desempregado de amanhã, o pequeno empresário, os doentes, os que já vivem em situação de miséria, ou seja, a medida afetará a maior parte da população e a mais vulnerável. Será que a máquina pública terá condições de amparar e socorrer a todos os necessitados afetados pelos reflexos da medida?

Devemos permitir que os soldados tenham chance de lutar, se fortalecer para defender seu lar, sua família, uma vida digna; para que tenha condições de defender os mais frágeis.

É preciso retomar as atividades (sabemos que em toda regra há exceções), ampliar as campanhas de prevenção, cobrar dos empresários e colaboradores que atenderão ao público que tomem medidas de proteção e segurança aos clientes consumidores que serão atendidos, treinamento de procedimentos de atendimento, conscientização de todos sobre a necessidade de se manter uma distância entre as pessoas, evitar ao máximo o contato fisico, evitar o deslocamento desnecessário, um fiscalizar o outro, precisamos estar unidos mas separados!

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.