x
CONTEÚDO artigos

otimização

A inteligência artificial na contabilidade

A inteligência artificial veio para aumentar a produtividade e a eficiência operacional nas empresas de contabilidade. Otimizando o tempo do funcionário, a empresa pode se voltar ao atendimento de clientes em aspectos mais consultivos.

04/05/2020 11:15:01

13,2 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

A inteligência artificial na contabilidade

Inteligência artificial não é mais um fenômeno que vai chegar às empresas em algum momento no futuro. Ela é o agora. E se o contador não faz uso dela em sua gestão já está atrás dos concorrentes.

Os frutos colhidos para quem adota a inteligência artificial são mobilidade, marketing e publicidade, atendimento ao cliente, segurança, finanças e contabilidade. Além disso, reduz os custos operacionais, aumenta a eficiência, aumenta a receita e melhora a experiência do cliente.

Sem perder tempo com processos manuais repetitivos, os profissionais contábeis têm mais tempo para atuar de forma estratégica. Ou seja, podem se colocar num lugar mais de consultoria.

Já imaginou se a sua empresa contábil fosse capaz de auditar a documentação do cliente ainda antes de ele realizar o pagamento? Com processos manuais, seria impossível colocar isso em prática. Mas com a tecnologia de inteligência artificial, esse é apenas um dos inúmeros exemplos de processos que podem ganhar em eficiência.

Mas quais são os principais focos que tem de ser ao adotados para que a empresa contábil cresça? Veja abaixo:

  • Economizar tempo e dinheiro automatizando e otimizando processos e tarefas de rotina
  • Aumentar a produtividade e a eficiência operacional
  • Tomar decisões de negócios mais rápidas com base em resultados de tecnologias cognitivas
  • Evitar erros humanos
  • Usar insights para prever as preferências dos clientes e oferecer-lhes uma experiência melhor e personalizada
  • Processar grandes quantidades de dados em pouco tempo
  • Aumentar a receita identificando e maximizando as oportunidades de vendas
  • Aumentar a especialização dos serviços por meio de análises de dados – oferecendo consultoria e suporte inteligentes

Contador como agente de transformação

Explorando a inteligência artificial na contabilidade, o profissional contábil ganha mais espaço para atuar como um agente de transformação. Automatizando os processos manuais e repetitivos, torna-se possível focar em gerar mais valor para seus clientes.

Em países como EUA, Canadá, e na Europa, o contador já tem um papel de gestor estratégico, com grande importância dentro das empresas. Porém, no Brasil, a contabilidade ainda é vista como um mal necessário por grande parte dos empresários.

Um dos motivos que leva a isso é a complexidade fiscal. Com tantas obrigações legais, os contadores precisam ocupar o seu tempo apenas cumprindo rotinas burocráticas. Porém, a inteligência artificial surge para reduzir drasticamente o número de horas necessárias para isso.

Quando feitos manualmente, os processos são mais ineficientes – pois demandam muitas horas/homem para pouco resultado. Assim, apresentam um resultado tardio e intempestivo. Na existência de inconsistências, não há mais tempo hábil para correção.

Por outro lado, um processo automatizado com base na inteligência artificial elimina esses problemas. O contador pode adotar uma postura de orientar o cliente e participar da tomada de decisão. Estamos falando de menos tempo digitando e mais tempo auxiliando o cliente.

A importância da inteligência artificial na contabilidade

Sem a tecnologia, seria impossível essa atuação do contador como agente de transformação. É preciso que existam as soluções que aceleram as rotinas manuais para que o profissional contábil tenha tempo de atuar mais próximo do seu cliente.

Entre os processos que podem ser automatizados com eficiência estão a emissão de NF, cálculo de folha de pagamento, apuração e recolhimento de tributos, correção de inconsistências com antecedência, checagem do CNPJ do cliente/fornecedor, entre outras.

Com a inteligência artificial na contabilidade, você pode deixar essas atividades repetitivas e focar nas criativas. É esse o caminho para ter mais contato com os seus clientes, entender suas dores e se tornar um conselheiro de confiança.

Como aproveitar as oportunidades da tecnologia?

Com a aplicação da inteligência artificial na contabilidade, muitos profissionais se preocupam com o futuro de suas carreiras. Por outro lado, os empresários contábeis buscam aproveitar todos os benefícios das soluções digitais.

A verdade é que o profissional contábil deve se tornar cada vez mais importante para os seus clientes. Porém, será preciso se atualizar. O foco da contabilidade deve deixar de ser no cumprimento de obrigações legais e passar para o apoio na gestão.

Veja três pontos importantes para conseguir aproveitar a inteligência artificial na contabilidade:

Atualização

O profissional contábil precisa estar mais próximo das empresas de seus clientes, conhecer as regras de negócio e viver isso na prática. Não dá mais para ficar longe fazendo apenas apurações. É preciso se integrar às estratégias e gerar valor.

A contabilidade trabalha com muitos dados da empresa que permitem gerar informações estratégias. E nem o empresário sabe todo o potencial que pode ser extraído dos dados do dia a dia das operações.

Um ótimo exemplo disso é uma avaliação de ciclo de vida do produto com base nas receitas e custos – que já estão disponíveis ao empresário, mas não estão estruturados adequadamente. Basta que o contador processe esses dados para responder a várias perguntas: manter o produto ativo ou não? É preciso ajustar o preço? Em quais produtos focar para aumentar a margem de contribuição?

Mudança de cultura

O ser humano apresenta uma resistência natural às mudanças – mesmo que de forma não intencional. Porém, no fim das contas, é preciso desapegar da forma como o serviço contábil é executado e focar no problema a ser resolvido: como fazer o empresário ganhar mais dinheiro e ser feliz?

Ou seja, o profissional contábil precisa redescobrir como pode ajudar os seus clientes. E todo o poder da tecnologia exerce um papel central nesse processo de mudança. Afinal, é preciso transformar a mentalidade do negócio para aproveitar os benefícios da inteligência artificial.

Reformulação de processos

Ao introduzir a inteligência artificial na contabilidade, muitos processos precisam ser revistos – desde o atendimento e recebimento de notas fiscal até a abordagem ao cliente. Ou seja, é uma mudança que afeta todo o modelo de negócio.

Os objetivos gerais precisam se adequar ao novo mercado contábil – em que o contador atua de forma consultiva. Trata-se de uma integração entre contabilidade e administração para gerar mais valor ao cliente. 

A inteligência artificial pode ser aplicada na predição de dados, permitindo uma análise do amanhã – e não apenas o processamento de dados do passado. Com base nisso, várias atividades estratégicas passam a fazer parte dos serviços prestados pela contabilidade: gestão de estoque, precificação, análise dos resultados, matriz BCG, tomadas de decisão de compras de empresa, entre outras.

Você já conhecia o impacto da inteligência artificial na contabilidade? Como enxerga essa tecnologia aplicada no seu negócio? Deixe o seu comentário.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.