x
CONTEÚDO artigos

Administrar

Todo empresário é um bom administrador?

Existe uma premissa, que nem sempre é verdadeira, que ninguém melhor do que o dono para conhecer sua empresa.

11/05/2020 08:35:01

1,8 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Todo empresário é um bom administrador?

Existe uma premissa, que nem sempre é verdadeira, que ninguém melhor do que o dono para conhecer sua empresa. Regra geral, isto é verdadeiro no que tange aos produtos e/ou serviços pela empresa comercializados. Entretanto, esta verdade não é absoluta quando se trata da administração da empresa. Não estamos aqui falando da administração básica, do dia a dia da empresa, vender, receber e pagar. Estamos falando de uma administração madura e consistente no sentido da evolução e perpetuação da empresa. Estamos falando de planejamento estratégico, fazer mais, com menos, fazer melhor e mais rápido, estamos falando de propósito, metas e objetivos. Saber como, quando e aonde se quer chegar.

Todo empresário consegue perceber que não dá para fazer tudo sozinho, que precisa de uma equipe qualificada. A questão crucial é quando a empresa precisa crescer e não está conseguindo, quando as coisas começam a desandar ou, na pior das hipóteses, quando a crise já se instalou. Quando sua equipe já não é o suficiente, quando os obstáculos se multiplicam e os resultados não são satisfatórios, está passando da hora de recorrer a uma consultoria. A escolha de um consultor experiente, no tempo certo é determinante para o deslanche, retomada, ou, até mesmo, a salvação da empresa.

O que uma boa consultoria agrega para as PMEs

Olhar descontaminado

É muito comum, e nada anormal, quando estamos diretamente envolvidos em uma determinada situação, não conseguirmos ver o que terceiros conseguem. Muitas vezes alguém que não está envolvido consegue nos apontar algo que nos faz pensar … Como não consegui ver isto antes? Como não pensei nisto antes? Tomado pelo dia a dia, com o empresário, não é diferente!

Fazer parte de um determinado contexto, inevitavelmente, despertará emoções e sentimentos, ficando difícil pensar com clareza e buscar alternativas. Um consultor qualificado e experimentado, consegue trazer uma visão ampla e diferenciada, pois não está com a “visão contaminada”. Desta forma, fica mais fácil fazer diagnósticos precisos e isentos, bem como, propor soluções adequadas e eficazes.

Posicionamento imparcial

Poucas vezes o empresário conseguirá um posicionamento imparcial e livre da sua equipe, por questões óbvias. Todo e qualquer consultor sério e qualificado tem o dever de atuar de forma independente, pois o compromisso, antes mesmo de assinar seu contrato de prestação de serviços, é com a ética e a verdade, mesmo sendo esta verdade desconfortável para o empresário.

Soluções inovadoras

É premissa básica, dentre outras, que um bom consultor esteja atualizado e bem informado. Para que isto seja possível, uma grande quantidade de horas é investida em aperfeiçoamento, atualizações e leituras diárias. Soma-se as experiências adquiridas atuando em contextos, empresas e segmentos diversos, faz-se um profissional diferenciado.

Um bom consultor tem acesso ao mundo corporativo e a tecnologias de forma ampla, deve estar aberto e se dedicar a conhecer novas ideias e conceitos, pois este é o melhor caminho para se trazer soluções inovadoras. O empresário, diferentemente, precisa ter o foco voltado para o seu segmento, sua empresa, seu dia a dia, já que, por si só, o seu universo se atualiza e evolui. Nesta dicotomia é certo que as empresas precisam se manter competitivas frente a concorrência.

Melhorias na gestão

Infelizmente os consultores são vistos de uma maneira equivocada! Via de regra, são procurados quando a empresa está enfrentando sérias dificuldades ou vivenciando uma determinada situação já na sua fase aguda. Desta forma, invariavelmente, o tempo e desgaste demandado para solução das questões costumam ser maiores. Sem dúvida, pedir o apoio de um consultor nestes momentos é mais do que importante, porém, muito além e antes disto, o consultor pode atuar no sentido preventivo, de melhoria, não somente corretivo.

Se apossando da filosofia Lean Thinking e da melhoria contínua, pensar em consultoria como forma de agregar valor é uma ótima opção! Incrementar vendas, aumentar o faturamento e o retorno financeiro, é inquestionavelmente um pensamento empresarial dos mais importantes. Entretanto, o paralelo reverso é muito significativo também e ajudará a atingir o objetivo maior de qualquer empresa, que é obter lucro, expandir e se perpetuar. Fazer mais, melhor, mais rápido e com menos é um pensamento atual e eficaz.

Para se obter melhores resultados, um ótimo caminho é rever seus processos, se incomodar com a quietude, com a tranquilidade, com os bons resultados. O que está bom, sempre pode ser melhorado! A necessidade de mudanças e de melhorias é eterna! O empresário que pensa e atua desta forma, sempre levará sua empresa para a ponta!

Tecnologia

Um consultor experimentado e moderno está de posse de informações e conceitos tecnológicos, que fazem com que a empresa faça mais, melhor e com menos. Ao dispor de um consultor tecnologicamente atualizado, a empresa ganhará performance tendo uma equipe muito mais produtiva, dispendendo menos esforço, sobrando tempo para olhar “fora da caixa” e se dedicar a atividades de análise e controle que elevarão a empresa a outro patamar.

FOCO

Ao assumir um contrato, uma missão, o consultor estará totalmente comprometido e focado com os resultados compromissados. Via de regra o consultor estabelecerá, juntamente com o empresário e os demais envolvidos, um plano de trabalho, um cronograma indicando o que, como, quando, por quem será feito as atividades nele descritas. A mobilização dos funcionários da empresa se dá de forma pontual, deixando estes focados no seu dia a dia, desta forma interferindo o mínimo possível na rotina da empresa.

Um bom consultor é obstinado por bons resultados. Ter FOCO, metas e objetivos bem definidos dentro de cada projeto é condição sine qua non para se alcançar estes resultados. Zona de conforto é algo que nenhum consultor deve experimentar, pois caso contrário não conseguirá se manter no mercado.

Agilidade

Com base nas suas qualificações, ampla visão e experiências, as formas como o consultor implementa melhorias e encontra soluções para determinados contextos são muito mais pragmáticas, o que faz com que o tempo envolvido para se alcançar os objetivos sejam consideravelmente menores. Um consultor experimentado dispõe de recursos e de ferramentas que possibilitam o encurtamento do caminho, pois, provavelmente, a situação lhe apresentada já poderá ter sido vivida em outra oportunidade.

O investimento retorna

Alguns empresários veem o valor envolvido na contratação de uma consultoria como despesa, visão simplista e equivocada! Ao se contratar a consultoria adequada, o valor envolvido certamente retornará! Seja para qual finalidade for, implementação de novas tecnologias, melhoria de processos ou redução de custos, há como se medir, e deve ser medido, o retorno do investimento feito.

O retorno imediato, é mais perceptível. Entretanto, ao longo do tempo, o retorno continua existindo de forma tangível, bem como, intangível, ou seja, as inovações, as tecnologias, os conhecimentos e os aprendizados proporcionados para os colaboradores da empresa, são imensuráveis e perpétuos.

Decisões assertivas

Atuar em projetos ou situações específicas, é, sem dúvida alguma, o que mais caracteriza uma consultoria. Entretanto, uma das qualidades de um consultor qualificado e experiente é ajudar o empresário a tomar decisões importantes. Pautado em visão ampla e referenciais externos, um consultor preparado avaliará o contexto e considerará os recursos disponíveis, se posicionando de forma que as decisões tomadas sejam focadas não só no retorno e impactos a curto prazo, mas sim de uma maneira ecológica a médio e longo prazo.

Decisões mal pensadas e tomadas, certamente levarão a empresa a um desperdício não só de tempo e recursos financeiros, mas também irá gerar instabilidade, desmotivação, eventuais perdas de talentos e seus efeitos colaterais, que, direta ou indiretamente, afetam não só a empresa, mas também seus clientes e certamente irão favorecer a concorrência.

Custo X benefício

Contratar uma consultoria é para grandes empresas … A empresa não tem como arcar com o “custo” de uma consultoria … Nada incomum que um empresário possa pensar desta forma. Entretanto, ao se comparar o custo de uma consultoria com um gestor de nível equivalente, facilmente chegaremos a um resultado favorável à consultoria. É um pressuposto básico da administração financeira evitar ao máximo custos fixos e, na ânsia de se encontrar um bom caminho, as empresas acabam depositando suas fichas na contratação de um funcionário supostamente qualificado.

É muito caro manter um funcionário qualificado no Brasil! Os encargos sociais, os benefícios, o risco de passivo trabalhista, tem que ser muito bem ponderado. Ademais, não há garantia dos resultados pretendidos com esta contratação, pelos motivos já expostos acima. O risco de investir em um funcionário e este deixar a empresa adiante é grande, seja o funcionário indo para a concorrência, seja ele próprio virando um concorrente.

Diferentemente, a consultoria vive de resultados! Ao se contratar uma consultoria está implícito que o resultado chegará da forma combinada.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.