x
CONTEÚDO artigos

IPO

O que é e como funciona a Oferta Pública Inicial (IPO)

IPO é a abreviação do termo Initial Public Offering (Oferta Pública Inicial). Em resumo, é uma ação de oferta pública de uma determinada companhia, ou seja, a abertura de capital pela primeira vez.

11/05/2020 10:50:01

1,1 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

O que é e como funciona a Oferta Pública Inicial (IPO)

Se você é um fanático pelos filmes de Wall Street certamente já ouviu falar sobre a Bolsa de Valores. Podemos mencionar até um situação cotidiana da população, como os apresentadores falando sobre o Ibovespa nos jornais diários. 

Para se ter uma ideia da importância desse conceito, entender o que é IPO é sinônimo de oportunidades. Afinal, um mercado aberto que reúne uma série de ações de um determinado setor pode resultar em grandes negócios. 

Além disso, o IPO permite que um indivíduo, com um bom capital se torne sócio e acionista de uma empresa. E se essas organizações apresentam essa possibilidade, podendo ser negociadas livremente, é porque elas possuem um aspecto em comum: o capital aberto.

Para isso, elas passaram por um momento de abertura no mercado. E, para entender melhor essa ação, neste texto, vamos falar exatamente sobre o IPO e como ele funciona na prática. Boa leitura!

O que é IPO?

IPO é a abreviação do termo Initial Public Offering (Oferta Pública Inicial). Em resumo, é uma ação de oferta pública de uma determinada companhia, ou seja, a abertura de capital pela primeira vez. 

A oferta pública inicial acontece quando o dono de uma empresa decide vender partes da companhia para pessoas comuns, não necessariamente caracterizadas como empresários ou grandes empreendedores. 

No entanto, a forma de se fazer essa oferta não é por meio de divulgação em redes sociais ou na abordagem física. Na verdade, isso tudo acontece na Bolsa de Valores. 

O IPO é caracterizado como público porque todo mundo tem condições de saber o que vai acontecer e tem uma data estabelecida. Além disso, qualquer pessoa que tiver o recurso necessário pode participar da ação de mercado, mesmo que seja uma empresa de tratamento de água, por exemplo. 

Como funciona o IPO?

A abertura de capital de uma companhia é uma ação esperada pela diretoria. No entanto, os investidores interessados também aguardam por esse evento. Por isso, o lançamento de uma empresa no mercado de ações tende a ser muito vinculado por mídias especializadas. 

Nesse sentido, a estratégia visa alcançar uma grande demanda de pessoas no dia em que a oferta pública for concretizada. Entretanto, até chegar a essa fase do processo, há um conjunto de etapas, como se fosse criar um cilindro hidráulico, por exemplo. 

O preço final de uma ação é definido por um processo conhecido como book building - que significa ‘’livro de ofertas’’, em tradução livre. 

Em vez de estabelecer o preço em seu primeiro momento, a empresa responsável pelo lançamento das ações define alguns princípios básicos antes desse processo. 

Dessa forma, os interessados enviam as suas ofertas por meio de corretoras especializadas. No entanto, essas ofertas são significativas, pois funcionam como reservas, caso o preço final do IPO seja próximo ao que foi estabelecido. 

Com o prazo dos pedidos de reserva finalizado, a demanda pelas ações é analisada e o preço definitivo é divulgado para o mercado. 

Conclusão

Como mencionamos durante o post, a oferta pública inicial é uma grande oportunidade para pequenos investidores e empresas. Para que ele seja realizado, é fundamental que a demanda seja mais significativa que a oferta. 

Porém, o IPO não é indicado para iniciantes no mercado de ações, uma vez que todo o processo deve ser mapeado com mais cautela, assim como a instalação de um sistema de combate a incêndio

Gostou deste assunto? Ficou com alguma dúvida? Conta pra gente!

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.