x
CONTEÚDO artigos

tecnologia

Contabilidade Digital: Verdades e Mitos

Muitos acham e alguns vendem que a Contabilidade Digital é a solução para todos os problemas contábeis de uma Entidade. Saiba o que é Verdade nessa afirmativa e o que é somente Mito.

15/06/2020 13:55:01

6,4 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Contabilidade Digital: Verdades e Mitos

Vivemos um tempo frenético de mudanças bruscas de posicionamentos sociais e políticos, alterações frequentes de padrões de comportamentos pessoais e profissionais e grandes angústias quanto às ameaças geradas pela incerteza de um mundo dominado por tecnologias de todo tipo, sempre perfeitamente imperfeitas.

Diante de um caos “semi-organizado”, profissionais de todas as áreas se questionam sobre afirmações sem fundamento técnico, sobre conhecimentos rasos de aprofundamento e atemorizados com a leviandade de falsos doutores que citam autores que nunca leram e definem teoremas nunca confirmados.

Isso tudo, assolados com a velocidade das evoluções tecnológicas, com mais e mais facilidades, muitas vezes para resolver inexistência de dificuldades e outras vezes para acelerar a germinação daquilo que mal se acabou de plantar.

No entanto, existem aspectos nessa nova era muito positivos, com o uso de ferramentas digitais, aplicativos de automatização, redes sociais conectando de forma universal a todos, transformando um imenso mundo, em um mundo pequeno.

Há, portanto, verdades insofismáveis na digitalização da vida de cada um. Mas também existem mitos, crenças comuns consideradas sem fundamento objetivo ou científico, e vistas apenas como histórias de um universo puramente maravilhoso de diversas comunidades.

Separar verdades absolutas de meros mitos é fundamental para quem deseja ter um pensamento crítico, refletir sobre o que considerar e o que descartar, a cada novidade que aparece. No campo específico da Contabilidade, essa reflexão tornou-se imprescindível e deverá distinguir profissionais do ramo de leigos curiosos que se aventuram nessa profissão.

Parece incrível, mas em um mundo digital de Facebook, Google, Instagram, Linkedin, Twitter, You Tube e outros aplicativos de redes sociais, temos no Brasil um imenso contingente de pequenos escritórios contábeis ainda trabalhando com livros e documentos físicos, utilizando apenas os aplicativos fiscais obrigatórios para emissão de guias de impostos.

Esse tipo de Contabilidade arcaica é sobrevivente no mundo tecnológico devido à pouca importância que o serviço contábil tem para a maioria dos empresários de pequeno e médio porte, que tradicionalmente a veem como um “mal necessário”, só utilizável para recolher o mínimo essencial de impostos.

É a famosa máxima: ”finge-se pagar o honorário para o contador fingir que faz o trabalho”.

Essa realidade vem sendo mudada, timidamente, com o surgimento de um sem-número de aplicativos específicos que automatizam as tarefas de registros contábil e fiscal, conferindo velocidade à apuração de impostos e à geração de relatórios de desempenho gerencial para embasamento técnico de decisões empresariais estratégicas.

Documentos físicos passam a ser guardados eletronicamente em “nuvens tecnológicas”, o acesso às informações e dados se dá com velocidade espantosa, algoritmos de análises fiscal e contábil previnem riscos, minimizam gastos e potencializam lucros.

Tudo isso, no entanto, gera outros tipos de custos, levando à necessidade de pensar o que nesse modelo digital é verdade, e o que é mito.

Verdades de uma Contabilidade Digital

É verdade, sim, que a tecnologia digital acelerou o prazo de execução de registros fiscais e contábeis, tornando-os mais fidedignos e acessíveis.

É verdade, sim, que essas tecnologias melhoraram o desempenho dos profissionais e a qualidade das informações contábeis, com repetibilidade confiável e automação de tarefas extensas e monótonas.

É verdade, sim, que a digitalização permitiu melhor e mais rápida padronização de procedimentos, rapidez na análise de dados, alinhamento confiável de relatórios e maior segurança nas conclusões sobre desempenhos de resultados, reduzindo incertezas sobre situações patrimoniais e financeiras.

É verdade, sim, que diminuiu drasticamente o emprego de mão de obra pouca qualificada, com decréscimo significativo de área de trabalho utilizável, gerando menor investimento necessário em móveis, equipamentos e infra-estrutura para pessoal.

É verdade, sim, que no futuro muitíssimo próximo todo negócio de médio e grande porte não será viável operacionalmente sem uma Contabilidade Digital integrada à Administração Financeira, Faturamento, Estoque, Produção e Vendas.


Mitos de uma Contabilidade Digital

É mito que todos os tipos de empresas e entidades terão, obrigatoriamente, Contabilidade Digital totalmente integrada com a Administração Financeira, Estoques e Comercial. Os custos para manter em seus próprios quadros pelo menos duas pessoas que conheçam Contabilidade, Finanças e toda a parte operacional inviabilizam qualquer pequeno negócio. Se os sócios forem operar a Contabilidade Digital, quebram a empresa por não terem tempo para as demais tarefas. Para micros e pequenas empresas, os escritórios contábeis precisarão oferecer à sua clientela uma Contabilidade Digital simplificada e conectada aos demais sistemas e aplicativos utilizados na operação diária da entidade.

É mito que Contabilidade Digital Integrada reduz drasticamente custos. Diminui custos de pessoal não qualificado, de menor valor salarial, mas aumenta custos com mão de obra mais habilitada em sistemas e com dupla necessidade de conhecimentos técnicos mais aprofundados de Administração
e Contabilidade. É preciso investimentos contínuos e de alto valor. Em recursos humanos, sistemas e hardware.

É mito que Contabilidade Digital resolve todos os problemas de controle interno, não havendo necessidade de contratação de Contador responsável. A legislação atual exige um responsável técnico pela validação e fidedignidade dos registros e relatórios contábeis e, consequentemente, pelo preenchimento e entrega de declarações fiscais. Contabilidade Digital Integrada é mais complexa do que a Contabilidade arcaica e a tendência é que os honorários possam até mesmo serem alterados para cima, ao invés da redução que alguns esperam.

É mito que a Contabilidade Digital é totalmente segura e não está sujeita a riscos de perda. Sistemas que se descontinuam, aplicativos com bugs frequentes, Internet interrompida, banda larga que se estreita, nuvem que evapora sumindo do controle, aumento de custos tecnológicos para contínua atualização, entre outros, são os muitos pontos de fragilidade, que ainda não foram resolvidos.

Expectativas e Realidades

Como se vê, mudanças não são novidades para a área contábil e muito menos inusitadas quando se fala em automatização de processos.

Até nos menores escritórios de contabilidade é comum a presença de softwares e soluções tecnológicas que permitem maior eficiência nas rotinas do profissional contábil.

A automatização é o caminho da sobrevivência para todos os tipos de escritórios de Contabilidade,  qualquer que sejam os seus tamanhos, ao substituir pessoas por sistemas nas tarefas repetitivas, exaustivas e enfadonhas.

A oferta de serviços de computação em nuvem trará novos contingentes de usuários da Contabilidade Digital e a guarda de documentos em meio eletrônico, a rapidez do processamento das informações e da emissão de relatórios consistentes e confiáveis, modificarão muito essa relação entre verdades e mitos.

O Contador moderno, antenado com seu ambiente de negócios, deverá buscar mais tecnologia em seu trabalho para estar mais presente nos seus relacionamentos profissionais, além de melhorar seus laços afetivos pessoais e principalmente familiares.

As inovações tecnológicas assumirão a rotina diária dos escritórios contábeis, a prestação de informações aos fiscos e todas as outras obrigações do dia a dia. Nesse intervalo, até atingir um meio termo mais racional entre expectativas e realidades, o profissional contábil deve entender que o futuro de sua profissão está na Contabilidade Consultiva, onde o contador se aproximará mais do empresário para oferecer outros tipos de serviços ontábeis personalizados para cada tipo de empresa ou entidade, como Auditoria Analítica Operacional, Planos de Negócios para expansão, Planejamento Tributário mais legal e racional, Contabilidade de Custos Gerenciais, Análises de Indicadores de Desempenho Econômico-Financeiros (como EBITDA, Retorno de Investimentos, Geração Líquida de Caixa, Liquidez e Rentabilidade).

Portanto, é mito que a Contabilidade Digital ameace a carreira do profissional contador. Como também é mito que só facilite a sua vida. Ao contrário, complica e muito, até ele se familiarizar com as inovações e torná-las amigáveis, transformando-as em oportunidades e não em ameaças ao seu
negócio.

Mas, não tenham dúvida, é a pura verdade que Contabilidade Digital veio para mudar seu ambiente de trabalho, tirá-lo da zona de conforto e desafiá-lo a vencer os inúmeros obstáculos que têm pela frente, até se adaptar aos novos tempos.

 

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.