x
CONTEÚDO artigos

Gestão

Assessore-se: Realinhe o Endividamento

De tantos solavancos da economia, nós brasileiros já somos especialistas em turbulência de mercado, assim, qualquer crise pode ser superada, se a empresa estiver bem Assessorada.

05/08/2020 08:55:02

688 acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Assessore-se: Realinhe o Endividamento

Nunca as boas práticas de Gestão Empresarial e Jurídica foram tão necessárias à manutenção da saúde das empresas quanto no momento atual da economia brasileira.

O Mercado é cada vez mais competitivo, as margens cada vez menores, e o passivo Fiscal/Tributário e Financeiro cada vez maiores.

Esse quadro exige preparo e alinhamento das Estruturas de Gestão Administrativa e Jurídica da Empresa, sendo certo que a pequena e média empresa, em razão do fluxo cada vez mais apertado, é sufocada pelos problemas de Gestão.

A redução das vendas, em razão da forte retração da economia, torna cada vez maior a concorrência, forçando a redução de preços e consequentemente das margens de contribuição.

Com a elevada carga tributária e os altíssimos custos financeiros, considerando os altos custos de produção, a elevação dos preços de matéria prima e mão de obra e a impossibilidade de transferência de tais custos para os preços dos produtos e serviços, em razão da forte concorrência, o empresário vê suas margens cada vez mais apertadas, isso quando não trabalhando com prejuízo, vendo seu endividamento crescer.

O empresário deve ser rápido e preciso, mas também seguro na tomada de decisões para se equilibrar e manter sua empresa estável.

Se não há espaço para cortes de custos operacionais, com matéria prima e ou serviços, já que não há mais margem para cortes, é hora de olhar para o estoque de endividamento financeiro e tributário, como forma de sobrevivência.

Seu endividamento pode estar comprometendo a continuidade de sua empresa.

Tais dificuldades comprometem o caixa e em muitos casos carecem de novas Estratégias de Gestão, que devem passar por análises Jurídicas como ferramenta da Boa Gestão.

É hora de buscar alternativas ou sua empresa pode se tornar insolvente e inviável e, portanto, a dívida impagável!

Se faz necessário Assessorar-se de profissionais competentes e experientes em Assessoria Jurídico Empresarial para manter a empresa saudável enquanto há tempo de Recuperação. 

É preciso entender e aceitar que uma reestruturação do endividamento financeiro e tributário pode salvar a empresa e os empregos e que há alternativas viáveis neste sentido.

É imprescindível cercar-se de todas as informações e defesas possíveis, evitando perder oportunidades sem cair em armadilhas que comprometam a operação. Assim é cada vez maior a necessidade de alinhamento da Administração com o Jurídico e a necessidade de informações e ferramentas que permitam decisões rápidas e acertadas.

Levando em consideração a quantidade de operações que a empresa deve empreender sistematicamente, e ainda a necessidade de relacionar-se, com proximidade, com os diversos parceiros para assegurar o sucesso do negócio, se faz necessário que a Gestão Jurídica se aproxime cada vez mais da Gestão Empresarial e isso requer conhecimento, experiência e dedicação.

Torna-se cada vez mais necessário ao Pequeno e Médio Empresário cercar-se de Assessoria Profissional, que o oriente nas demandas Administrativas e Judiciais que a atividade empresarial lhes impõe, sendo não somente avaliador, mas principalmente um viabilizador de negócios.

Porém, somente quem conhece toda a dinâmica de uma empresa poderá fazer boa Assessoria Jurídico Empresarial, do contrário poderá dar soluções paliativas e pontuais em determinados assuntos sem conhecer o impacto que pode provocar nos outros setores: a solução jurídica pode ser muito boa, mas deve vir cercada de boa Visão de Gestão para atender às necessidades e limitações administrativas e financeiras da empresa e da economia.

Revisão e reestruturação do endividamento, com o objetivo de reestabelecer a saúde financeira e operacional da empresa, para que possa se recompor e ultrapassar o momento de crise, é de extrema importância para a readequação do caixa e a recomposição da capacidade Econômico-Financeira da Empresa.

Dessa forma será possível à pequena e média empresa, tornar-se agressiva, competitiva e principalmente lucrativa, agregando Valor ao Negócio.

“De tantos solavancos da economia, nós brasileiros já somos especialistas em turbulência de mercado, assim, qualquer crise pode ser superada, se a empresa estiver bem Assessorada.”

*Sivaldo Nascimento é advogado e Economista, Pós Graduação em Direito Tributário e Processo Tributário, com larga experiência em Gestão Empresarial, Jurídica & Tributária.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.