x

empresarial

Como vender no IFood sem sair de casa: confira dicas de empresário

Entenda como o pequenos empreendedores se adaptaram com a chegada dos aplicativos de entrega

29/02/2024 19:30:01

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
Como vender no IFood sem sair de casa

Como vender no IFood sem sair de casa: confira dicas de empresário Foto: Pixabay

A venda de alimentos caseiros por meio de aplicativos cresce a cada dia, e vem se firmando como uma ótima opção para pequenos empreendedores. Para muitos, esse modelo de negócio é uma oportunidade de empreender sem grandes investimentos iniciais, principalmente com a ajuda de máquinas especializadas na produção de salgados ou doces. Aplicativos como o Ifood e o Rappi se tornaram ótimas plataformas para pequenos empresários, e o uso de equipamentos específicos proporciona qualidade e rapidez na produção de alimentos para a venda online.

Wellington Viana, empreendedor e fundador da Interlaser Máquinas, compartilha insights sobre como empreendedores podem se destacar nesse mercado competitivo, produzindo alimentos de qualidade dentro de casa e ampliando sua presença nos aplicativos de entrega. O empresário destaca que as máquinas de salgados têm se tornado aliadas fundamentais para quem busca empreender na produção de alimentos caseiros. "Nossas máquinas foram projetadas para facilitar o processo de produção, permitindo que empreendedores produzam salgados e doces de forma rápida e eficiente, sem a necessidade de uma estrutura industrial", afirma.

Existem diversas opções de máquinas que se adaptam às necessidades de diferentes empreendedores, desde modelos mais compactos para produção em pequena escala até máquinas mais robustas para atender demandas maiores. "A ideia é proporcionar uma solução acessível, possibilitando que mais pessoas possam iniciar seus negócios sem grandes investimentos iniciais", explica.

Pensando nisso, selecionamos 5 dicas para se dar bem vendendo alimentos em aplicativos de entrega. Confira!

Rapidez na entrega

Viana enfatiza a importância de atender à demanda com pronta entrega e tempo de entrega reduzido, aspectos que os clientes do iFood valorizam enormemente. "Trabalhar com as melhores máquinas não só é eficiente mas também eleva o padrão dos seus salgados artesanais. No iFood, quem oferece pronta entrega e mantém a qualidade máxima se destaca", destaca Viana.

Planejamento e pesquisa de mercado

Antes de iniciar seu negócio, dedique tempo a uma pesquisa de mercado detalhada. “Compreender a demanda local e as preferências dos consumidores é crucial. Planeje seu cardápio com base nessas informações, oferecendo produtos que atendam às necessidades específicas da sua comunidade”.

Aproveite os recursos online

O marketing digital é uma ferramenta poderosa para empreendedores gastronômicos. Utilize as redes sociais para promover seus produtos e invista em uma identidade visual atraente e destaque seus pratos com fotos de alta qualidade.

Ofereça promoções e programas de fidelidade

Incentive a fidelidade dos clientes implementando programas de recompensas e promoções especiais. “Descontos para compras frequentes, combos atrativos ou brindes para pedidos acima de um determinado valor podem motivar os clientes a escolherem repetidamente os seus produtos”, diz Viana.

Opte por máquinas eficientes

Investir em máquinas de qualidade é um passo fundamental para otimizar o processo de produção. "Trabalhar com as melhores máquinas não só é eficiente mas também eleva o padrão dos seus salgados artesanais. No iFood, quem oferece pronta entrega e mantém a qualidade máxima se destaca", destaca Viana. “Ao seguir essas estratégias, é possível transformar a paixão pela culinária em um negócio lucrativo e de sucesso no iFood, tudo isso sem sair de casa”, conclui o empresário.

Leia mais sobre

O artigo enviado pelo autor, devidamente assinado, não reflete, necessariamente, a opinião institucional do Portal Contábeis.
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.