x

softwares

Sefaz SP: operações com softwares não estão sujeitas ao ICMS

Por meio de Resposta a Consulta Tributária, o Fisco Paulista manifesta o entendimento conforme decisão do STF nas Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADIs 5659 e 1945).

28/06/2021 15:00:01

3,5 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Sefaz SP: operações com softwares não estão sujeitas ao ICMS Foto de Markus Spiske no Pexels

Os conflitos entre Estado e Municípios acerca da tributação nas operações de software foram tratados pelo STF em fevereiro de 2021, solucionando, portanto, as discussões pertinentes ao tema.

Em julgamento das ações (ADIs 5659 e 1945), o STF decidiu pela não incidência do ICMS sobre o licenciamento ou a cessão de direito de uso de programas de computador (Software).

De acordo com o relator (Dias Toffoli), os serviços derivados do esforço humano e personalizado por meio eletrônico (Licenciamento ou cessão de direito de uso) resta demonstrado a obrigação de fazer, devendo, portanto, tais operações se submeter ao ISS.

Em resumo, a corte suprema entendeu que nessas operações não existe a transferência de propriedade do software (fator que atribuiria a incidência do ICMS) , não caracterizando, portanto, uma mercadoria.

Em face do julgamento em questão, tais operações devem ser tributadas pelo ISS independente de sua customização. Esse também é o entendimento do Fisco Paulista, que se manifestou por meio de Resposta a Consulta Tributária nº 23451/2021, a saber: 

ICMS – Operações com softwares – ADIs 1.945 e 5.659

I. As operações que envolvam o licenciamento ou a cessão de direito de uso de programas de computador (software) não estão sujeitas à incidência do ICMS (decisão do STF nas ADIs 1.945 e 5.659).

Os efeitos da medida é um grande passo para a segurança jurídica do mercado tecnológico. Por fim, finda-se os conflitos tributários das operações com software, tanto do comercio varejista (software de prateleira) como das operações sob encomenda para atender as necessidades específicas do usuário. 

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.

Ajude a divulgar o nosso Congresso de Contabilidade.

Inscreva-se e compartilhe

Salve a imagem e compartilhe em suas redes sociais.

Ajude a divulgar o nosso Congresso de Contabilidade.

Inscreva-se e compartilhe

Salve a imagem e compartilhe em suas redes sociais.

?>