x

CONTÁBIL

NF-e: carro próprio, autônomo ou de transportadora, saiba como emitir

Confira como identificar se o carro que esta transportando a mercadoria é próprio, particular ou de alguma transportadora.

30/07/2021 17:30:01

2,6 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

NF-e: carro próprio, autônomo ou de transportadora, saiba como emitir Foto: Pixabay

Muitas vezes na hora de emitir a Nota Fiscal eletrônica surgem dúvidas acerca do veículo utilizado. Confira como identificar se o carro que esta transportando a mercadoria é próprio, particular ou de alguma transportadora.

Quando o carro é próprio do cliente
Você precisa verificar se o documento do carro de fato é do cliente o qual você vai faturar o CNPJ do destinatário precisa ser o mesmo do transportador ou em alguns casos do mesmo grupo de empresa, neste caso o campo transportador será preenchido com a razão do cliente mesmo a que estiver no documento do carro.

Ex: CNPJ DESTINATÁRIO (CLIENTE) 05032653/0001-33

  CNPJ TRANSPORTADOR 05032653/0002-26 (OUTRA EMPRESA DO CLIENTE)

Se observar o início do CNPJ é o mesmo e só muda o final, neste caso o carro pode ser considerado próprio e além da nota fiscal ele só precisa do MDF-e (manifesto)

Quando o carro é autônomo/particular
Será verificado que o documento do carro está em nome do próprio motorista ou em nome de um terceiro, neste caso além da nota fiscal você precisará emitir um DAE (caso o destino seja para fora do seu estado) e solicitar também o MDF-e ao destinatário, o campo transportador será preenchido com o nome do motorista que está realizando o transporte.

Quando o carro é de transportadora
Identifique se a transportadora é de dentro ou fora do seu estado para isso você deve checar o endereço da transportadora, caso ela seja de dentro do seu estado ela só precisa emitir o CT-e e o MDF-e, agora caso você identifique que ela é de fora do seu estado a transportadora precisa emitir o CT-e + o MDF-e + a GNRE e enviar também o comprovante de pagamento da GNRE, existem algumas transportadoras que são do simples.

Neste caso você será necessário consultar o CNPJ da transportadora no Sintegra e analisar, se de fato ela se enquadrar no simples a transportadora emitira apenas o CT-e e MDF-e mesmo ela sendo fora do seu estado, o campo transportadora obviamente será preenchido com os dados da transportadora.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.

Ajude a divulgar o nosso Congresso de Contabilidade.

Inscreva-se e compartilhe

Salve a imagem e compartilhe em suas redes sociais.

Ajude a divulgar o nosso Congresso de Contabilidade.

Inscreva-se e compartilhe

Salve a imagem e compartilhe em suas redes sociais.

?>