x

Você tem um time?

Em algum momento na vida de sua empresa você deve ter se perguntado como é que está ocorrendo a integração e comportamento de seus colaborares entre si. Esta

26/01/2004 00:00:00

5.340 acessos

Em algum momento na vida de sua empresa você deve ter se perguntado como é que está ocorrendo a integração e comportamento de seus colaborares entre si. Esta pergunta é essencial para aqueles que almejam o sucesso no mercado atual. Sabemos que com a crescente evolução que hoje vivenciamos dia após dia, a competição tornou-se gigantesca.
Outro dia eu estava em uma fila, num destes tantos concursos aplicados com uma concorrência acirradíssima, quando ao me despedir pra entrar na sala em que realizaria a prova, olhei para o "amigo" que comigo conversava e lhe desejei boa sorte...Ele me olhou e apenas disse: Obrigado!
É desta forma que as coisas estão acontecendo, não espere que alguém lhe deseje "boa sorte" porque nos dias de hoje, o mercado virou uma arena e a disputa que enfrentamos muitas vezes faz com que se esmague virtudes e oculte-se bons princípios!
Muitas vezes esta "arena" encontra-se distribuída dentro da própria entidade, em setores diversos. Os conflitos iniciam-se pelo fato da discordância de opiniões. Logo depois surgem os boatos, fofocas; findando com inúmeras acusações e jogos de poder.
Imagine comigo, uma empresa, seja ela de médio porte, possuindo alguns vendedores, logicamente que um se destaca mais do que os demais, sendo então este um pouco mais "bajulado" e reconhecido pela Gerencia, isso fará com que o mesmo seja mais visado e criticado pelos demais vendedores, estes sentem-se mais inferiorizados diante do primeiro, gerando em alguma oportunidade, um conflito! A inveja existente nos demais vendedores trará a tona a discordância de opiniões em determinadas situações, existirá sempre em cada um desses um sentimento de oposição quanto ao que se destaca. O vendedor modelo, o qual se destaca, percebendo a oposição clara dos demais, começa então a dar início a uma guerra que trará malefícios à vida da empresa. Como por exemplo, impõe a um cliente:
- Me ligue, se eu não estiver, não deixe recado, espere que eu chegue!!! Poxa, esta forma de agir é completamente errada e sem noção de perspectiva para o crescimento da organização, mas existe e o colaborador esta no momento pensando somente nele, ou seja, começam cada um a "puxar a brasa pra o seu assado", quem perde com certeza é a empresa. Imagine que um dia por motivo de doença ou por outro qualquer este vendedor não possa comparecer a empresa? O quanto deixaria a mesma de faturar por não atender os clientes fiéis do "grande vendedor"? Isto não é um time!
Este momento é crítico em uma organização, e este é somente um exemplo entre vários que existem hoje por aí... Algumas empresas se dão conta do acontecido rapidamente e conseguem reverter logo a situação, alguns casos são irreversíveis, quando as devidas precauções são tomadas no final da saúde financeira da entidade.

Hora de jogar no vestiário - Você precisa então abrir os olhos, arregaçar as mangas; até então pensava que tinha um time, mas viste que está longe disso, o que fazer ??
Reúna seus jogadores, chame-os para uma conversa franca, um papo aberto mesmo, de amigo!! Exponha suas idéias e também seus medos, fazendo que os mesmos também os façam, procure demonstrar objetivos à equipe com clareza, de forma que todos saibam o que fazer dentro de campo. Demonstre a importância de cada um dentro da equipe, do goleiro ao centroavante. Jogue em campo com onze capitães, e você, o técnico, seja o professor de cada dia. Tente saber como tem andado a vida de cada um, ajude-os junto a seus problemas, esta historia de dizer que os problemas precisam ser deixados na porta da empresa antes de entrar, não existe; o ser humano não é um robô programado para deixar de sentir algo quando bem entender. Acima de tudo, converse, procure entender!
A conversa é a base mais forte num relacionamento, seja ele onde você trabalha, na sua família, com seus amigos, etc. Quantos funcionários são demitidos por não suportarem tal situação e acabam fraquejando e perdendo as forças por batalharem sem apoio num mercado infernal e competitivo, por não terem um canal aberto entre os mesmos x diretoria ? Quantas meninas, ou melhor, crianças engravidam em sua fase de desenvolvimento por não manterem um dialogo aberto com seus pais? Quantas grandes amizades se acabam por fofocas? A conversa faz com que o ser humano fale e também ouça, dimensionando sua área de entendimento, compreensão e desenvolvimento numa vida em sociedade.
Outra detalhe importante na hora de formar uma equipe com força total, é deixar claro que todo ser humano erra, ninguém é perfeito.Não tente achar o culpado, procure a solução! Vista a camisa por uma luta em que você possa confiar em seu companheiro de batalha, onde você conte com ele como seu protetor num campo de guerra, assim como ele para com você. Faça seus jogadores entenderem que para o time vencer, é necessário uma dedicação de todos e acima de tudo, a união entre ambos. Organize festas na empresa, um churrasco no sábado, um futebolzinho no meio da semana. Isto fará com que todos se aproximem mais, gerando laços que intermediarão o sucesso...

Hora de entrar em campo - Chegou a hora de jogar, aquele friozinho na barriga surge, seus companheiros todos de mãos dadas entram em campo, você ouve o hino sabendo da missão pela qual deverá jogar e ... começa o jogo! A equipe está organizada de forma a executar suas funções da melhor maneira possível. Nos "jogos" de mercado, você precisa manter a performance de sua equipe com a mais alta flexibilidade já vista.
No escanteio o zagueiro vai à área para tentar fazer o gol, assim como o centroavante adversário o marca para impedir que o fato se suceda, por isso, dentro de campo não fique somente guardando sua posição, porque se isto acontecer logo logo sua equipe é desclassificada do "campeonato" correndo o risco de ser rebaixada. Portanto inove, você é zagueiro, mas saiba dar um toque refinado para um belo lançamento, ou então, um goleiro que tenha habilidades para sair jogando ou cobrar faltas de maneira magnífica...Monte uma equipe equilibrada, forte, alimente de forma positiva o capital intelectual de cada um dos seus "jogadores". Logicamente que num "campeonato" sua equipe disputará inúmeros jogos, muitos com resultados nem tão favoráveis como você esperava; mas jogue, não desista. Os momentos difíceis fazem parte de nossas vidas...Enfrente-os; juntos o problema parece menor!
Se o centroavante errar o pênalti faça-o entender que da próxima vez ele acertará, faça-o sentir-se valorizado entre a equipe, com isto tomará animo para o decorrer do campeonato! Quando fizer um golaço, o elogie, para que então volte a jogar com a mesma garra e raça visando um novo gol!
Os bons resultados aparecerão logo, basta que haja um comprometimento de todos para com a equipe.
A empresa que tiver uma equipe bem estruturada psicologicamente e em que todos "joguem no mesmo ritmo", estará pronta pra enfrentar a concorrência e vencer qualquer partida....
Pronto, assim "Você tem um time!"

Rodrigo Freitas (Técnico Contábil, CRC/RS 70.097 - Graduando em Ciências Contábeis/ UNISINOS).

MATÉRIAS RELACIONADAS
RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.