x

ARTIGO CONTABILIDADE INCLUSIVE

Contabilidade e Diversidade: Oportunidades que (Trans)formam vidas

Entenda nesse artigo a importância das organizações contábeis contratarem Pessoas Trans.

08/12/2021 15:00:01

1,9 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Contabilidade e Diversidade: Oportunidades que (Trans)formam vidas Pexels

Há diversos estudos que comprovam que organizações comprometidas com a diversidade garante à empresa o fortalecimento dos seus valores organizacionais e sociais.

Segundo o estudo realizado pela Accenture (2019) intitulado "Getting to Equal 2019: Creating a culture that drives innovation" as empresas que são inclusivas e diversas são 11 vezes mais inovadoras e seus colaboradores são 6 vezes mais criativos do que as empresas que não possuem cultura inclusiva.

Portanto, times diversos dentro das organizações trazem novos pontos de vista e assim, novas soluções para as dores das empresas, além da importância da promoção da inclusão de pessoas pertencentes a grupos não hegemônicos que em determinadas áreas e organizações raramente são inclusas, como exemplo: a área contábil que ainda demanda por conscientização e treinamento de equipes em Diversidade Organizacional para que se tornem Organizações Contábeis Inclusivas. 

No entanto, destaca-se que atualmente há organizações contábeis que já estão buscando fazer a diferença, como exemplo, empresas de Contabilidade Digital que estão disponibilizando vagas para pessoas TTT (Travestis, Transexuais e Transgêneros) no site da TransEmpregos que é o maior banco de vagas para pessoas Trans do Brasil.

Comprometimento e responsabilidade social frente a diversidade devem ser prioridades em todas as organizações contábeis, afinal, as Ciências Contábeis é uma Ciência Social Aplicada. A sociedade para além das Pessoas Jurídicas. A contabilidade para além dos números, é sobre vidas, pessoas, histórias, jornadas de desafios e conquistas, pessoas estas que compõem as organizações.

Círico Júnior, Galvão e Telles (2021) desenvolveram um estudo sobre os desafios enfrentados por pessoas trans na contabilidade. Os pesquisadores apresentaram relatos de pessoas trans que enfrentaram diversos desafios na profissão contábil, relatos estes compartilhados entre 2016 a 2021.

Dentre os principais desafios, o medo de não poderem ser quem realmente são dentro da profissão contábil, pois se assumissem as suas reais identidades tinham medo de serem demitidas, grande parte das pessoas trans enfrentaram violências simbólicas dentro das organizações e departamentos contábeis, como exemplo, ouviam "piadas" direcionadas aos seus corpos, tinham que se vestirem com roupas que remetessem a um "padrão", ou seja, sofrimentos oriundos de estereótipos da profissão contábil e preconceitos contra esses corpos que não fazem parte do padrão "homem hétero cisgênero". 

Assim, diante do exposto, refletir e buscar ações para incluir esses corpos na profissão contábil é pauta necessária e urgente. Aqui vai sugestões importantes para contadores e contadoras proprietários (as) de escritórios de contabilidade e que possuem vagas em aberto para contratação de profissionais contábeis.

1) Invistam em treinamentos para suas equipes em Cultura da Diversidade (Diversidade Racial; Gênero e LGBTQIAP+); 

2) Consultem as informações disponíveis no site da TransEmpregos

3) Tornem-se parceiros(as) da TransEmpregos e disponibilizem vagas para contratação de pessoas trans para trabalharem em seus escritórios, invistam em capacitação profissional para essas pessoas. No site da TransEmpregos é possível se tornar parceiro (a) desse projeto, independentemente do porte empresarial.

Além disso, a TransEmpregos disponibiliza vários materiais gratuitos com várias dicas e informações para empresas se aprofundarem nesta temática e estarem prontas para se tornarem organizações inclusivas. 

E aí, contadores e contadoras do Brasil, bora tornar as suas organizações contábeis cada vez mais inclusivas? Assim, todos, todas e todes sairão ganhando, pois os resultados são gerados por meio da coletividade. 

Fonte: Juh Círico, contadora com mais de 11 anos de atuação na área contábil

Referências

Accenture (2019).

Círico Júnior, A.; Galvão, C.R.; Telles, R. S. (CIS)TEMA CONTÁBIL: UMA DISCUSSÃO SOBRE OS DESAFIOS ENFRENTADOS POR PESSOAS TRANS NA CONTABILIDADE. Anais XV Congresso Anpcont. 2021.

TransEmpregos (2021), Instagram da TransEmpregos.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.