x

Gestão

Lições de negócios do mundo de Harry Potter

O objetivo principal filmes da saga Harry Potter, que completaram 20 anos agora em 2021, não é didático. No entanto, é possível identificar algumas situações nas suas histórias que podem muito bem ser aplicadas ao mundo dos negócios.

07/01/2022 16:30:01

1,3 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Lições de negócios do mundo de Harry Potter Pexels

No final de 2021, completaram-se 20 anos desde o lançamento do primeiro filme baseado na série de livros de Harry Potter. Impulsionadas ainda mais por essas obras cinematográficas, as histórias da autora J. K. Rowling destacaram-se como uma das mais influentes na cultura pop dos últimos tempos, moldando uma geração de jovens leitores e espectadores, que hoje já são profissionais atuantes no mercado.

É claro que o objetivo principal dos livros e filmes da saga Harry Potter não é didático, mas sim o de entreter. No entanto, é possível identificar algumas situações nas suas histórias que podem muito bem ser aplicadas ao mundo dos negócios. Sendo assim, apresentaremos a seguir algumas lições de negócios que podem ser obtidas no universo ficcional das histórias de Harry Potter.

1. Desenvolva boas equipes

Embora fosse o protagonista das histórias, Harry tinha sempre pessoas competentes ao seu redor, cada uma com suas próprias qualidades, que agregavam valor e somavam nas jornadas que ele enfrentaria. Seus melhores amigos, por exemplo, foram tão importantes para o desenvolvimento da saga quando o próprio Potter. Hermione era uma bruxa excepcional para a sua idade, com alto conhecimento técnico em magias e feitiços e Rony tinha habilidades interpessoais e um entendimento muito mais abrangente do mundo bruxo.

No sua empresa, também é necessário formar equipes que consigam trabalhar em sintonia e nas quais cada elemento possua qualidades e competências que agreguem valor para o resultado final. Nenhuma história é escrita sozinha e, da mesma forma que Harry precisou de ajuda para derrotar o Lorde Voldemort, você não conseguirá alcançar o sucesso sem uma boa equipe.

2. Saiba administrar o seu dinheiro

Ao descobrir que era um bruxo, Harry também teve conhecimento que havia herdado uma “pequena fortuna” dos seus pais. O valor exato nunca foi relevado oficialmente, porém, considerando as informações dos livros e dos filmes, estima-se que era um pouco mais do que o suficiente para que ele pudesse concluir os estudos em Hogwarts e iniciar a vida adulta sem precisar se atolar de dívidas com um financiamento estudantil em Gringotts (mesmo porque algo me diz que os Duendes que controlam o banco devem cobrar juros exorbitantes).

Apesar de não ser nenhum milionário, Harry ganhou, ainda muito novo, uma quantia considerável de dinheiro, especialmente para um garoto de 11 anos de idade. Se não tivesse tido responsabilidade financeira, poderia ter gastado tudo em uma Nimbus 2001 ou em sapos de chocolate.

Na sua empresa, também é importante saber administrar bem o seu dinheiro. Especialmente em negócios sazonais ou quando se trabalha com licitações e contratos com o governo, é importante sempre ter uma reserva. Conheci já várias empresas que recebiam valores exorbitantes duas ou três vezes ao ano e acabavam gastando tudo em pouco tempo, não sobrando recurso para manter as atividades no período em que as vendas caiam ou os contratos ficavam suspensos.

3. Não subestime a sua concorrência

Voldemort, o principal vilão da série, se tornou o bruxo mais poderoso da história daquele universo de personagens. No entanto, acabou sendo derrotado por um garoto de 17 anos.

Em boa parte, isso aconteceu porque ele subestimou a ameaça que Harry Potter representava para o seu crescente império de bruxos do mal (e olha que, nesse caso, existia até uma profecia que dizia que isso iria acontecer).

Na sua empresa, é importante estar sempre atento também aos concorrentes, mesmo os pequenos, pois não se sabe quando poderão se tornar uma ameaça ao seu negócio.

Como podemos observar nessa rápida “brincadeira” com o universo de Harry Potter, em todo lugar é possível enxergar lições para os nossos empreendimentos. Tudo gira em torno de negócios e podemos obter importantes aprendizados até mesmo em obras voltadas para o público infanto-juvenil. Vale a pena fazer esse exercício sempre que você estiver assistindo um filme ou lendo um livro que você goste, pode acabar identificando coisas que nunca percebeu antes.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.