x

Artigo de carreira

Porquê você deveria começar a investir desde já!

Neste artigo, o especialista traz uma reflexão sobre investimentos e porque é válido entrar nesse mercado desde cedo.

10/05/2022 18:00:01

6,1 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Porquê você deveria começar a investir desde já! Pexels

Cada vez mais cresce o número de jovens investidores. Preocupados com o futuro e a aposentadoria (já que não temos garantias de que a Previdência, no formato que está, irá sustentar-se no futuro), muitos jovens começam a investir e buscar opções de trabalharem seu dinheiro. 

Segundo o site da B3 (Bolsa de Valores), no ano passado 50% dos novos investidores estavam entre a idade de 25 e 39 anos e sua maioria mulheres.

Muito mais do que um investimento na aposentadoria, é um investimento no futuro, em poder ter liberdade de escolha, ter recursos além do mínimo necessário para construir e viver uma vida extraordinária. Muito além do viver para pagar as contas.

A Educação Financeira é chave

Pouco aprendemos e pouco é incentivado sobre como lidar com dinheiro em nosso sistema educacional. Fato é que, não é porque não fomos educados financeiramente que devemos permanecer assim. 

É responsabilidade de cada um aprender e buscar as informações necessárias.

Lidar com investimentos e com o dinheiro não tem nada de super complexo, muitas pessoas acreditam ser possível apenas para alguns poucos privilegiados. 

Hoje, com pouco por mês (a partir de R$ 50, R$ 100) já é possível começar a investir. O que é preciso é buscar informação. 

Com pouco mais de uma hora por semana de estudo, é possível começar a aprender os tipos de investimentos e possibilidades de lidar com seu dinheiro para fazer ótimas escolhas.

Comece desde já: no futuro, você irá querer ter começado agora

Quantos antes começarmos a investir, mais tempo nosso dinheiro ficará rendendo juros positivos para nossa conta. 

É um trabalho de longo prazo e com certeza irá dar possibilidades de escolhas muito melhores no seu futuro. Nunca é tarde para começar, comece desde já.

Em qualquer literatura e com qualquer especialista você verá que o controle dos gastos mensais é fundamental. 

Você precisa saber para onde vai seu dinheiro. E parte dele, mesmo que uma pequena parte, você pode destinar aos investimentos.

Muitas pessoas pensam que é um problema para o futuro, que não gostam de pensar tão na frente ou fazer planos. Fato é que seus investimentos, ao longo do tempo, rendem mais dinheiro quanto maior for o seu patrimônio. Ele é construído desde já. 

Quando chegar a hora de se preocupar no futuro, pode ser que não haja tempo para construir um patrimônio ou investimentos e você precise se contentar com o que receberá do governo. 

Cuidar do próprio dinheiro e fazê-lo crescer, passo a passo, é construir sua segurança, previsibilidade e liberdade. Liberdade de escolha, liberdade de dependência.

Existem investimentos de todos os tipos

Existem investimentos de alto risco e baixo risco. Um outro tabu: existem investimentos para quem tem tempo e também existem investimentos para quem não tem tempo. 

A maior queixa das pessoas atualmente é que não possuem tempo para operar seus investimentos. E existem muitos deles nos quais você pode fazer uma escolha e apenas acompanhar de longe ao longo dos meses.

Existem investimentos de renda fixa, existem fundos imobiliários nos quais você ganha “aluguéis” de empreendimentos todo mês. Existe o Tesouro Direto onde você adquire títulos do governo e são extremamente confiáveis. Existem ações, câmbio, opções e bitcoin.

Alguns com alto risco e para quem tem tempo de gerenciá-los, outro com risco baixíssimo e pouco tempo de gerenciamento. 

Não é complexo, um pouco de esforço e dedicação e você começa a aprender.

Não espere retornos milionários no curto prazo

A grande força dos juros sobre seus investimentos está no fator tempo. No início pode parecer um rendimento muito pequeno mês a mês, mas quanto mais o seu capital aumenta, maior o retorno em dinheiro sobre o valor aplicado. 

É literalmente uma bola de neve positiva. Em um mês, faz pouca diferença, mas ao longo de 10 anos, pode garantir o seu futuro.

Por onde começar

Existe muito material gratuito com informações preciosas de como começar a investir e como lidar com seu dinheiro. 

Para quem já investe, o estudo é contínuo para buscar melhores opções de como colocar o seu dinheiro para trabalhar para você.

Existem blogs, cursos gratuitos, sites e plataformas, muitos vídeos com informação. O mais importante é saber selecionar a qualidade da informação que você busca.

Tenho duas ótimas recomendações para quem quer começar a aprender ou quer fazer escolhas ainda melhores para seu dinheiro.

A primeira recomendação é o site clubedospoupadores.com do Leandro Ávila, site gratuito de educação financeira. 

Um dos melhores educadores financeiros do nosso país e a quantidade de conteúdo gratuito para você aprender é gigantesca e de muita qualidade.

A segunda é o livro Investimentos Inteligentes, do Gustavo Cerbasi, a maior referência em educação financeira do nosso país. Neste livro, de forma simples e prática, ele mostra, explica e esclarece os diferentes tipos de investimentos e suas particularidades. 

Tanto para quem já é familiarizado como para quem não conhece nada além da poupança e ações, este livro é extremamente indicado.

Como construir uma mentalidade de riqueza

Além de cuidar do nosso dinheiro, construir uma mentalidade poderosa é extremamente importante. Livros e vídeos são uma excelente forma de construirmos nossa mentalidade.

Recomendo fortemente a leitura de Os Segredos da Mente Milionária e Pai Rico, Pai Pobre. Duas obras que vão ensinar você a olhar a vida de uma forma mais leve, próspera e abundante. Irão contribuir muito para a construção dos seus objetivos.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.