x

IMPOSTOS

O segredo para pagar menos impostos sobre cursos online

O aumento da geração de conteúdos digitais tem levado à abertura de diversas empresas de cursos à distância e ao lançamento de novos infoprodutos.

13/06/2022 18:30:01

3,9 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

O segredo para pagar menos impostos sobre cursos online Pexels

O aumento da geração de conteúdos digitais tem levado à abertura de diversas empresas de cursos à distância e ao lançamento de novos infoprodutos. E, com o aumento da concorrência, o influenciador digital passou a buscar novas formas de aumentar os seus lucros.

Uma dessas oportunidades é pagar menos impostos, mas como?

De início, precisamos lembrar que a comercialização de livros recebe um benefício fiscal, exatamente para proteger a liberdade de imprensa e de expressão, além de facilitar a educação e a veiculação de ideias e a difusão cultural.

Assim, em diversos momentos nossos tribunais são chamados para se manifestar a respeito do alcance dessa imunidade tributária sobre produtos similares, já tendo decidido a favor da lista telefônica, dos cromos e álbum de figurinhas, das apostilas e, mais recentemente, do e-book, do suporte de livro digital (e.g. kindle) e dos audiolivros.

Em outras palavras, o Estado cobra menos impostos sobre a venda de materiais didáticos, tais como livros, apostilas, audiolivros ou e-books, do que na prestação de serviços de ensino.

Surge, então, a dúvida: quanto vou pagar de imposto vendendo materiais didáticos?

Vamos supor que a sua empresa tem um faturamento mensal de R$ 10 mil, integralmente decorrente de atividades de ensino.

Enquanto no Simples a alíquota é de 14,30%, no Lucro Presumido a tributação é de 19,53%.

Se reduzirmos o faturamento das atividades de ensino para R$ 3 mil e classificarmos os R$ 7 mil restantes como vendas de materiais didáticos, o faturamento sobre os livros (70% do total) passará a ser tributado às alíquotas de 9,51% no Simples e de 3,08% no Lucro Presumido.

E se todo o faturamento passasse a ser classificado como vendas de materiais didáticos? Nesse caso, teríamos uma redução total de 11,22%, sendo cobrados 9,51% no Simples e 3,08% no Lucro Presumido.

É importante lembrar que acima são apenas exemplos e que cada caso deve ser estudado de forma individual.

Portanto, com um bom planejamento tributário realizado de maneira séria, é possível reduzir os gastos sobre cursos online, manter a segurança jurídica sobre a operação e ainda aumentar a competitividade junto aos seus concorrentes.
 
Vinícius Laureano é advogado formado pela PUC/SP, pós-graduado em Direito Societário pela FGV/SP, com extensões em Planejamento Tributário pelo Instituto Brasileiro de Estudos Tributários – IBET e em Direito Imobiliário pela Escola Paulista de Direito – EPD

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.