x

ARTIGO TRIBUTÁRIO

Por que o mercado precisa cada dia mais dos profissionais de recuperação tributária?

Neste artigo, o especialista comenta sobre a realidade do cenário brasileiro sobre a necessidade de profissionais especializados na área de recuperação tributária.

16/03/2023 16:45:07

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
 Recuperação tributária: o mercado precisa de profissionais

Por que o mercado precisa cada dia mais dos profissionais de recuperação tributária?

A contabilidade e a recuperação tributária nunca estiveram em tamanha evidência quanto ultimamente. E há uma boa razão para isso: em meio às descobertas de inconsistências fiscais em organizações gigantes e sólidas, como é o caso da Americanas, ou de fraudes no Simples Nacional, fica ainda mais claro que, no Brasil, a adequação às normas tributárias é um gargalo para as empresas. Independentemente de seu porte e área de atuação. 

Junte a essa lista o fato de que temos um sistema tributário extremamente complexo e burocrático, aí o caminho para o erro está completo. O Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) aponta que 95% das empresas nacionais pagam mais impostos do que deveriam. 

Se por um lado temos normas tributárias específicas e difíceis de seguir, do outro temos companhias que não as compreendem, mas que precisam cumprí-las à risca para não sofrerem punições. Afinal, todos os negócios estão sujeitos a tributação. 

Isso mostra que, não só o mercado tornou-se mais atrativo para os consultores de recuperação tributária, como também demanda por profissionais altamente capacitados e especializados. 

A realidade brasileira

Nos últimos anos, o Governo Federal investiu bastante tempo e recursos no desenvolvimento e implementação de novas tecnologias para auxiliar no processo de recolhimento de tributos. Iniciativas como essa contribuíram para a redução de práticas ligadas à sonegação de impostos. Algo muitas vezes utilizado como técnica de redução de custos e aumento de lucro, por parte de empresas.

Nesse aspecto, o negócio que paga menos impostos, de forma lícita, tem um verdadeiro diferencial competitivo e sai na frente dos demais. Uma vez que práticas irregulares podem custar caro para uma empresa a longo prazo e, principalmente, comprometer definitivamente um negócio - e sua reputação. 

Por isso, contar com um profissional tributário é imprescindível. Afinal, mais do que relevante para o crescimento do negócio, a estratégia tributária é importantíssima para a sua sobrevivência. Os preços dos produtos/serviços oscilam de acordo com as determinações do mercado. Consequentemente, seus custos e movimentações financeiras acompanham tal onda.

Como seguir na área tributária?

Uma coisa é fato: as companhias sempre precisarão recolher impostos. Desde as menores, até as multinacionais. Além disso, é provável que nos próximos anos, vejamos uma reforma tributária em debate novamente. Por isso, contar com profissionais, ou setores, tributários dentro desses negócios será mais do que necessário. Será estratégico.

Por isso, se você considera migrar para essa área, meu grande conselho é: estude e aperfeiçoe seus conhecimentos tributários, a sede por profissionais com essa expertise no mercado está altíssima. Inicie com treinamentos específicos e realize seus primeiros trabalhos, seja de forma individual, seja dentro da função que já exerce hoje. Respeite o tempo de aprendizado e pratique cada vez mais. 

Como profissional com mais de 20 anos de vivência no setor, posso afirmar que, desde na faculdade, há muita fragilidade em relação a esse tema. Consequentemente, o profissional já nasce condicionado a não olhar para essa questão, realizando os processos mais básicos. 

A forma de preparação para atuar com recuperação tributária, no entanto, requer investimento em treinamentos específicos. Ficar de olho nas últimas notícias também irá ajudar a identificar mudanças e reformas nas diretrizes aplicadas.

Leia mais sobre

O artigo enviado pelo autor, devidamente assinado, não reflete, necessariamente, a opinião institucional do Portal Contábeis.
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.