x

FÓRUM CONTÁBEIS

LEGALIZAÇÃO DE EMPRESAS

respostas 2

acessos 34

EXIGÊNCIA JUCEMG

Alice Azevedo Moreira

Prata DIVISÃO 1, Agente Administrativo
há 6 dias Terça-Feira | 10 setembro 2019 | 15:06

Boa tarde!!
Realizei hoje na parte da manhã a assinatura digital de de um processo de extinção. Veio com a seguinte pendência  "A empresa ................ possui o(s) seguinte(s) processo(s) em tramitação: 193506581 - MEDIDA ADMINISTRATIVA". 

Em contato com a JUCEMG da minha cidade, fui informada que foi encaminhada uma procuração pública direto do cartório para Junta Comercial.  
Minha dúvida é a seguinte: O distrato foi assinado pelo próprio gestor da empresa. Havendo uma procuração o GESTOR perde os poderes sobre Administração. 


Preciso assinar a extinção porém não esta aceitando o certificado pf do gestor, teria que ser assinado pelo certificado do procurador? 


Alguém sabe Como proceder? 

Por favor, alguém? 
Att


Alice

Consultor Especial

Paulo Henrique de Castro Ferreira

Consultor Especial , Contador(a)
há 5 dias Quarta-Feira | 11 setembro 2019 | 11:02

Bom dia Alice.

Ao que parece, pelo que entendi, favor me corrigir se eu estiver errado, foi enviada a Junta uma procuração (193506581) para a Junta dando poderes ao administrador. Sendo assim ele quem assina. Você tem que trocar no campo das assinaturas e colocar ele. Veja se a Junta protocolou esta procuração, se foi este codigo que vc informou, ele tem que ser usado naquela pergunta "processo assinado por procuração", marca-se SIM e coloca o código.

O gestor so perde seu poder se o mandato dele for por período certo, se foi destituído em Assembleia ou via judicial.

att

Contador CRC MG 106412/O - Perito Contábil CNPC 087 - Avaliador Imobiliário CNAI 23358
Avaliação de empresas e processos de transferência societária;
Especialista em 3º Setor e em fusões, cisões e incorporações;
http://www.prosperarecontabil.com.br

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL

cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.