x

FÓRUM CONTÁBEIS

CONTABILIDADE

respostas 2

acessos 30

Análise de CCM em São Paulo demorando mais de duas semanas

Marcos Flávio Hinke

Iniciante DIVISÃO 2, Micro-Empresário
há 4 semanas Sexta-Feira | 13 setembro 2019 | 16:34

Boa tarde. Primeiramente gostaria de explicar que não sou profissional de contabilidade e peço desculpas se esse não for o espaço apropriado para tirar minhas dúvidas. Mas suspeito que meu contador não está sendo transparente comigo e já não sei mais o que fazer.

Há quatro meses contratei uma empresa para fazer a transferência da minha empresa de Curitiba para São Paulo.  Na mesma semana que contratei o serviço, minha empresa teve baixa em Curitiba, sem ter sido protocolado qualquer pedido de transferência. Estou a quase quatro meses sem poder emitir notas, e meu contador me garantiu que no final de julho essa situação já estaria resolvida.

Agora estamos na etapa de desbloqueio de CCM pela prefeitura de São Paulo. Só que o pedido foi protocolado pelo contador no dia 23 de agosto de 2019 e ainda consta como em análise.  Me foi informado que o prazo máximo de análise é de 10 dias úteis e já estou há 15 dias úteis esperando.

O contador falou que enviou uma solicitação pela central 156 e que vai abrir um pedido de diligencia para tentar acelerar o processo de análise, mas isso só pode ser feito com hora marcada e a agenda só abre as sextas feiras. Isso é verdade?

Desculpe se estou sendo inconveniente, mas alguém poderia me informar se existem outras opções? 

Marcos Flávio Hinke

Iniciante DIVISÃO 2, Micro-Empresário
há 4 semanas Segunda-Feira | 16 setembro 2019 | 14:21

Oi Vanderlei. Muito obrigado pela resposta.
O contador me passou o número do protocolo, mas por ser uma solicitação privada não consigo acompanhar pelo site.
Mas de tempos em tempos eles me mandam print da tela para mostrar se houve atualização no processo, e finalmente foi encaminhado para o setor de análise.
Muito obrigado novamente
Abraço

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.