x
2020-02-20T17:45:14-03:00

FÓRUM CONTÁBEIS

CONTABILIDADE

respostas 3

acessos 159

HOLDING FAMILIAR - SUA CONTABILIZAÇÃO, dúvida.

há 23 semanas Quinta-Feira | 20 fevereiro 2020 | 17:45

Boa Tarde! Estou com uma situação e gostaria de saber se a contabilização está correta.  Solicito ajuda quem tem conhecimento sobre holding.

Empresa A , quadro societário é Pessoas Jurídicas , 2 Holding familiar, atividade economia 64.62-0-00 ( Holding de Instituições Financeira ).

Cada uma detém 50% da empresa A. Os sócios desta holding são Pessoas Físicas, 5 sócios cada,  com sua quota de participação. 


Houve  reunião dos sócios , é foi decido em assembléia distribuição de lucros Empresa A para as HOLDING  5.000.000,00 e  consequência será distribuída aos sócios da Holding.

 Lançamento Empresa A 31/12/2019:

DB: LUCROS ACUMULADOS ( P.L ) 5.000.000,00
CR: DIVIDENDOS A PAGAR ( P.C) 5.000.000,00


Lançamento na Holding:

1 - Equivalência Patrimonial  31/12/2019

DB: Investimentos                                              5.000.000,00
CR: Receita de Equivalência Patrimonial      5.000.000,00

2 - Constituição do Dividendo a receber da Investida 31/12/2019:

DB: Dividendos a Receber                               5.000.000,00
CR: Investimentos                                              5.000.000,00



3 - Recebimento dos Dividendos da Investida 01/2020:

DB: Banco
CR: Dividendos a Receber

4 - Constituição dos dividendos a pagar aos sócios da Holding 01/2020 mas será realizado o pagamento de forma parcelada.

DB: Reserva de Lucros ou Lucros Acumulados 
CR: Dividendos a Pagar

5 - Pagamentos dos Dividendos aos Sócios da Holding

DB: Dividendos a pagar
CR: Banco


Quem puder ajudar, se esse meu raciocínio está correto. Agradeço.

há 23 semanas Sexta-Feira | 21 fevereiro 2020 | 09:34

Bom dia.

Dinho,

A lógica dos lançamentos está correta, porém se a empresa A for uma "S/A" tem que destinar uma parcela do lucro para reserva legal.

Porém um detalhe importante:
O que vai determinar o valor do lançamento da Equivalência patrimonial nas Holding é o resultado da empresa A, o valor para esse tipo de lançamento não são os sócios que decidem.

A partir do valor apurado da equivalência é que se decide a destinação dos lucros.


atte,

Vanderlei Montrezol

Graduado em Ciências Contábeis e Pós-Graduado em Normas Internacionais de Contabilidade (IFRS-BRGAAP) pela FECAP, empresário Contábil atuante desde 2010.
há 23 semanas Sexta-Feira | 21 fevereiro 2020 | 10:22

Obrigado Vanderlei pela ajuda.

Um favor acompanha meu raciocínio se está correto.

As empresas são LTDA.

Empresa A, teve um lucro operacional de 20.000.000,00, correto seria:

Lançamento na Holding:

1 - Equivalência Patrimonial  31/12/2019 para cada HOLDING 50% cada.

DB: Investimentos                                              10.000.000,00
CR: Receita de Equivalência Patrimonial         10.000.000,00

 Empresa A apos a assembléia , distribui seu lucro para as HOLDING  10.000.000,00 ( 5.000.000,00 cada e  consequência será distribuída aos sócios da Holding.

 Lançamento Empresa A 31/12/2019:

DB: LUCROS ACUMULADOS ( P.L ) 5.000.000,00
CR: DIVIDENDOS A PAGAR ( P.C) 5.000.000,00


Lançamento na Holding:


2 - Constituição do Dividendo a receber da Investida 31/12/2019:

DB: Dividendos a Receber                               5.000.000,00
CR: Investimentos                                              5.000.000,00



3 - Recebimento dos Dividendos da Investida 01/2020:

DB: Banco
CR: Dividendos a Receber

4 - Constituição dos dividendos a pagar aos sócios da Holding 01/2020 mas será realizado o pagamento de forma parcelada.

DB: Reserva de Lucros ou Lucros Acumulados 
CR: Dividendos a Pagar

5 - Pagamentos dos Dividendos aos Sócios da Holding

DB: Dividendos a pagar
CR: Banco


Concluindo: a conta INVESTIMENTO terá 10.000.000,00 entrada equivalência - 5.000.000,00 Recebimento - saldo 5.000.000,00 em DB maior.

Agradeço ao concluir se meu raciocínio está correto.
Obrigado.

há 23 semanas Sexta-Feira | 21 fevereiro 2020 | 11:30

Dinho,

Sim o raciocínio  está correto,

abs,

Vanderlei Montrezol

Graduado em Ciências Contábeis e Pós-Graduado em Normas Internacionais de Contabilidade (IFRS-BRGAAP) pela FECAP, empresário Contábil atuante desde 2010.
RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.