x

FÓRUM CONTÁBEIS

CONTABILIDADE

respostas 0

acessos 51

Registro de entradas e controle estoque floricultura (arranjos florais)

Vitor Gustavo Morais Rocha

Iniciante DIVISÃO 4, Sócio(a) Administrativo Financeiro
há 19 semanas Terça-Feira | 8 dezembro 2020 | 14:24

Boa Tarde Pessoal! Sou recém formado em contabilidade e estou pegando meu primeiro cliente uma empresa que vende buquês e arranjos para decoração, feitos com flores naturais.

Se o pessoal mais experiente conseguir me ajudar com algumas dicas, quando vamos para a prática nem sempre funciona como apreendemos na teoria. 

A empresa irá desenquadrar do MEI agora e irá enquadrar no simples nacional.

Os arranjos que ela vende são personalizados e a maioria feitos por encomenda.

Eu entendo que o CNAE que melhor se encaixa é:
47.89-0-02 - Comércio varejista de plantas e flores naturais
(me corrijam se estiver errado)

O controle de estoque não é razoável para a empresa ficar controlando cada haste de flor que foi utilizada em cada arranjo. Como as flores são perecíveis, duram em média 1 semana, minha ideia é jogar as compras de flores direto para o resultado (custo produto vendido) já no momento da aquisição, até porque o que não for vendido vira perda.

Nas notas fiscais de venda colocar os produtos como "arranjo de flores tamanho pequeno", por exemplo, e não discriminar as flores que compõem aquele arranjo.

Um controle mais elaborado de estoque para essa pequena empresa que acabou de desenquadrar do MEI não faz sentido. Vocês compartilham dessa opinião?

Nesse caso utilizaria nas notas fiscais de venda de arranjos dentro do estado o CFOP 5102, e nas compras de flores dentro do estado 1102 correto?

Muito obrigado!! 
 

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.