x

FÓRUM CONTÁBEIS

CONTABILIDADE

respostas 1

acessos 133

CONTABILIDADE PARA IGREJAS.

Claudia de Alexandria

Bronze DIVISÃO 4, Contador(a)
há 5 semanas Terça-Feira | 24 maio 2022 | 16:35

Olá!!
Gostaria que os colegas me ajudassem em relação a contabilidade prática para templos religiosos (Igreja) Além das obrigações acessórias como: DCTF, ECFC, DIRF, GAGED, RAIS E GFIP É PRECISO FAZER MAIS ALGUMA COISA? 

Livro caixa é o secretariado da  Igreja que tem que fazer no dia a dia e me entregar no final do mês?  ou eu fazer no final do mês com as informações que eles me entregarem.

E nessas declarações como DCTF E ECF o que devo informar nelas são todos os valores das entradas e saídas do mês no caso de DCTF e informar o anual no caso de ECF?
é obrigatório fazer Balanço ao final de cada exercício?

Grata!!

Aguardo um retorno, e se alguém Vender Assessoria estou contratando para aprender na prática.

Renata Buonanno

Prata DIVISÃO 4, Técnico Contabilidade
há 2 semanas Terça-Feira | 14 junho 2022 | 16:47

a DIRF , CAGED só se tiver empregados , e no caso da RAIS com funcionário ou negativa se não tiver.
A ECF é obrigatório e você entrega uma vez por ano .
No caso do livro caixa , ou eles fazem e te envia ou você recebe os documentos  e faz e posteriormente lança no sistema contábil para a emissão do Balanço , onde essas informações são levadas para a ECF.
Já a  ECD só é obrigada a entrega se o faturamento for maior de 4.800.000,00 cf IN 2003 de 18/01/2021
A DCTF se não tiver débito a declarar  entrega janeiro e depois só no mês que por ventura tiver o débito a declarar .
O Sped contribuições só é obrigado se a pessoa jurídica imune e isenta do imposto de renda,   tiver soma dos valores mensais do PIS e da Cofins apurada seja igual ou inferior a R$ 10.000,00 (dez mil reais),  senão estão dispensadas da apresentação da EFD/Contribuições.
Não sei se esclareci sua dúvidas .

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.