x
2011-07-11T12:04:57-03:00

FÓRUM CONTÁBEIS

CONTABILIDADE

respostas 8

acessos 3.818

depreciação correção monetaria

há 9 anos Segunda-Feira | 11 julho 2011 | 12:04

Estou depreciando um bem adquirido em 1992, preciso fazer a correção monetaria deste bem para depreciá-lo? Alguem poderia me dar um exemplo do calculo que devo fazer. o valor do bem é de 2000,00 adquirido em 24/06/1992 a taxa de depreciação é de 5 %. Não tem depreciação acumulada.

Obrigada

há 9 anos Segunda-Feira | 11 julho 2011 | 14:14

Claudia,

O bem terá que ser corrigido até o ano de 1995(só não tenhos os indices p/lhe informar, e a correção monetária acabou em 1995), e a depreciação de 5%´será sobre o bem corrigido desde o ano 1992.

Lembrando que você fará a correção do bem e também da depreciação acumulada, claro de acordo ir surgindo a depreciação acumulada, ano a ano.

Não sei se conseguir te ajudar.

Um abraço,

Rogerio de Souza Santos
há 9 anos Quarta-Feira | 13 julho 2011 | 14:49

Contabilizando depreciação

Empresa optante pelo regime do Simples Nacional

Uma empresa de transportes, que tem sua pequena frota registrada na contabilidade, e não vem fazendo a depreciação mensal. Ela estaria sujeita ha qual tipo de autuação (com embasamento legal) ? Como isto pode ser regularizado (ajustes de exercícios anteriores diluidos a partir de agora que constatamos o erro) ?

há 9 anos Quinta-Feira | 14 julho 2011 | 08:45

Rogério Contini,
A depreciação é despesa, sendo assim ela não causa prejuizos ao governo, por isso não vejo possibilidade alguma de autuação, a falta da depreciação ocasiona um lucro irreal, no caso a maior do que o real. Pelo que entendi na sua pergunta, é você fazer a depreciação do imobilizado até 31.12.2.010, e abater nos lucros acumulados.
Um abraço,

Rogerio de Souza Santos
há 8 anos Quinta-Feira | 28 julho 2011 | 08:11

Cristiane,

Concordo com Gustavo, o pneu é um complemento do carro. O que pode existir talvez seja algum prejuizo c/estrago de material de consumo, como existe em mercadorias p/revenda, mas eu desconheço.

Um abraço,

Rogerio de Souza Santos
RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.