x
2011-07-18T08:54:34-03:00

FÓRUM CONTÁBEIS

CONTABILIDADE

respostas 4

acessos 1.581

Substituição tributária

há 9 anos Segunda-Feira | 18 julho 2011 | 08:54

Bom dia

Gostaria de saber sobre a substituição tributária, tem uma empresa que é distribuidora de medicamentos e vendemos para orgão publico e privado, como contabilizamos a substituição tributária na entrada e na venda do produto, como é feito essa contabilização da st, alguem poderia me ajudar nos lançamentos contábeis envolvidos nesta operação.

Obrigado

Girlael

há 8 anos Terça-Feira | 19 julho 2011 | 14:09

Tudo bem Girlael? E
Eu sou contador de uma distribuidora de medicamentos em São Paulo capital, e tenho quase 90% dos produtos com substituição tributária. Para começo de conversa é necessário que se entenda que na compra de produtos com substituição tributária o qual você irá comercializar dentro do Estado de São Paulo não há o que se falar em contabilização de substituição pois na compra tudo será considerado CUSTO DAS MERCADORIAS, entendeu? Pois você será o SUBSTITUIDO e não o SUBSTITUTO na cadeia de operação comercial.Quando você for vender essa mercadoria dentro do Estado de São Paulo não haverá o que se falar de ICMS, pois o seu fornecedor já recolheu o seu próprio ICMS. Mas existem situações em que a mercadoria adquirida de seu fornecedor poderá ser vendida para fora do Estado de São Paulo, ai sim, haverá a contabilização da substituição tributária a pagar, pois você será obrigado por lei a destacar na sua nota de venda o valor da substituição tributária cobrada de seu CLIENTE, isso é claro se houver PROTOCOLO ou CONVENIO entre os dois Estados envolvidos.Ex:

D-clientes.........................................Valor Total da Nota(valor contábil)
C- Receita de Mercadoria.....................Vendas menos o valor da Substituição tributária destacada na nota de venda.

C- Substituição Tributária a Recolher...........Valor do imposto substituição destacado na nota de venda


A contabilização é muito parecida com a do IPI, onde temos que deduzir do Faturamento Bruto o valor do mesmo.

Espero que tenha ajudado em alguma coisa?




há 8 anos Quinta-Feira | 18 agosto 2011 | 21:48


Lembrando um detalhe, que não mencionei, quando vc vender para outro estado e esse contribuinte for um ógão público não há o que se falar em substituição tributária, pois o mesmo não irá comercializar a mercadoria, portanto o destaque será apenas do ICMS normal(operação própria)

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.