x

FÓRUM CONTÁBEIS

DEPARTAMENTO PESSOAL E RH

respostas 4

acessos 124

RETIRADA DE PRÓ-LABORE

Marcelo

Bronze DIVISÃO 5, Auxiliar Escritório
há 5 semanas Quinta-Feira | 15 agosto 2019 | 15:27

Boa tarde!

Estou com uma dúvida em relação a pró-labore, uma empresa que possui duas filiais por exemplo, e tem dois sócios que retiram pró-labore de 5.000,00 cada um na matriz, e retiram mais 2.000,00 de pró-labore também nas duas filiais, pergunto não seria o correto retirar apenas na matriz um pró-labore de 7.000,00 digamos assim no valor total??? ou eles tem que retirar nas filiais também??? se alguém puder me ajudar agradeço;

Isabela Gomes

Ouro DIVISÃO 1, Encarregado(a) Pessoal
há 5 semanas Quinta-Feira | 15 agosto 2019 | 17:35

Boa tarde, Marcelo.

Não há problema de recolher Pro Labore pela matriz e filiais. Só tem que se atentar se a soma das retenções não ultrapassa o valor do teto de recolhimento ao INSS. Caso contrário, está sendo feito pagamento a maior e vai ter que entrar com processo de restituição.

A felicidade é um bem que se multiplica ao ser dividido.

Marcelo

Bronze DIVISÃO 5, Auxiliar Escritório
há 4 semanas Sexta-Feira | 16 agosto 2019 | 08:14

Bom dia!

Isabela,

O sócio recolhe na matriz o teto, quanto a isso está sendo cuidado, pois nas filiais não está sendo descontado nada dele. Mas a empresa não é optante do simples, portanto ela tem encargos patronais de INSS sobre o valor da retira da do sócio, por isso fico na dúvida se não seria o caso de recolher tudo na matriz???
Obrigado pela ajuda.

Isabela Gomes

Ouro DIVISÃO 1, Encarregado(a) Pessoal
há 4 semanas Sexta-Feira | 16 agosto 2019 | 11:10

Bom dia, Marcelo.

Sugiro jogar esse valor como "Distribuição de Lucros" ao invés de "Pro Labore". A Distribuição não tem incidência em nada, Somente quando o sócio for fazer o IR de pessoa física que vai constar esse valor para cálculo do imposto.

A felicidade é um bem que se multiplica ao ser dividido.

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL

cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.