x
2020-05-29T07:23:13-03:00

FÓRUM CONTÁBEIS

DEPARTAMENTO PESSOAL E RH

respostas 490

acessos 200.469

Benefício Suspenso - empregador web

há 6 dias Quinta-Feira | 30 julho 2020 | 17:28


Alison L. Araujo
Vou entrar com o recurso de qualquer forma, vou enviar a tela do BB/Bem e o extrato bancário da empregada e informar o atraso no pagamento.
Orientei a empregada a ligar no 158 e também a fazer o cadastro na carteira de trabalho digital para ver o que aparece.
A empresa fica cobrando de nós como se tivéssemos feito algo errado.
__________________________
Cadastrei uma solicitação no formulário de contato do MTE ontem a tarde, pra tentar a sorte (nem falei para o cliente dessa possibilidade, pois não sabia se teria retorno), e hoje pela manhã e me responderam o seguinte (a resposta vem por e-mail): 

Foi implementada uma nova rotina de batimento de informações que está notificando alguns requerentes por recebimento, seja por valores equivocadas ou erro em cadastro. Por gentileza, enviar número do CPF da requerente.
Como cadastrei com meus dados e informei que era do escritório e passei toda a situação da empregada e ele solicitou o CPF dela.
Vou aguardar a resposta para passar para o cliente.

há 5 dias Sexta-Feira | 31 julho 2020 | 09:43

Eliane Faraveli
obrigada pela resposta, voce diz então colocar a data do inicio do primeiro mes de beneficio e até o final de tudo? isso que voce se refere? acha que consigo assim? vou fazer dessa forma... vai que ne... estou nervosa com isso

há 5 dias Sexta-Feira | 31 julho 2020 | 14:34

Prezados, boa tarde!
Alguém poderia me dar uma informação... 
Uma empresa, que trabalha de segunda a sexta-feira, vai suspender seus funcionários por 30 dias, essa suspensão pode ter início no sábado? 
Ou precisa ser na segunda-feira?

Desde já agradeço.

há 5 dias Sexta-Feira | 31 julho 2020 | 16:42

Ana Leticia, boa tarde.
Se você se refere ao mês de agosto, não há problemas em iniciar o acordo em um sábado. O sistema não faz este tipo de verificação. Você, por exemplo, informa que é um acordo feito no dia 01 de agosto que vai vigorar por 30 dias. Pronto.
Abraço. Bom fim de semana.

há 2 dias Segunda-Feira | 3 agosto 2020 | 10:12

Bom dia! Será que alguém consegue me ajudar por favor????
Tive problema com a suspensão de contratos de 3 funcionários. No primeiro mês suspenso eles receberam normalmente o valor do governo, porém no segundo mês deu divergência na admissão, os 3 haviam sidos registrados juntos. Meu contador encaminhou um recurso no site do empregador web no dia 24/06 com um anexo comprovando que os funcionários estão devidamente registrados, porém até a data de hoje continua "aguardando análise" e meus funcionários estão sem receber o salário do mês até então.

há 2 dias Segunda-Feira | 3 agosto 2020 | 10:54

Bom dia,

Estou com uma dúvida.

Fiz um acordo dia 16/07/2020, enviei ele no empregador web dia 20/07/2020, até hoje ele ainda não foi processado.
Nesse tempo a empresa decidiu dispensar o funcionário. O mesmo retornou a empresa dia 27/07 e foi demitido dia 29/07.

Preciso fazer o requerimento do seguro desemprego, e como o BEm ainda não foi processado, estou com receio de dar divergência por causa das datas, pois ainda não liberou para eu esta reduzindo a vigência do acordo.

Alguém teve algo parecido ??

Atenciosamente,

Thiago.
há 2 dias Segunda-Feira | 3 agosto 2020 | 14:43

Boa Tarde Pessoal!!

Os funcionários estão ficando suspenso pois agora eles estão fazendo cruzamento de informação com o e-social, teve uma pessoa que colocou isso aqui, fui conferir o cadastro do funcionário e realmente, ele foi registrado em Março, porem so foi para o e-social somente o pre cadastro, e o cadastro de fato só foi no mês de abril, por isso o sistema colocou ele suspenso. No meu caso consigo provar que o funcionário foi envia ao e-social 1 dia antes da admissão do mesmo, tenho o numero de protocolo, portanto acredito que o beneficio será liberado. Então o que eu indico fazer. Quando o beneficio der suspenso, primeiro verifica a data de admissão tem que ser anterior a 01/04/2020. Depois verifica a transmissão ao e-social, também precisa ser antes desta data.  Se o funcionário entrou antes de 01/04 e foi enviado ao e-social antes, tira print da tela pega o  numero do protocolo e abre recurso. Ao contrario disso eu acredito que será perca de tempo tentar fazer recurso. Eu acho que o governo mudou o cruzamento de informação, pois devem ter tido muitos casos de pessoas registradas no inicio de abril com data anterior, sendo assim tendo o direito do beneficio. Só tem direito ao beneficio aqueles que de fato antes do dia 01/04 foi enviado o e-social ou foi transmitida guia da GFIP. Pois como todos nos estamos cansados de saber, o registro do funcionário deve ser transmitido ao e-social antes da admissão, Seguindo essa regra está correto pagar o beneficio somente para aqueles que foi enviado antes da data estipulada.  

Bem espero que minha resposta ajude alguém!!

há 2 dias Segunda-Feira | 3 agosto 2020 | 15:10

Eliane 

é isso mesmo, só uma dica se forem fazer recurso, anexem o arquivo de entrega, os meus tive 4 indeferido, pq não anexei o arquivo de protocolo, dava erro ao anexar ai descrevi que foi enviado o arquivo de pré admissão data e numero de recibo, 2 caso meu quem analisou liberou assim mesmo sem o arquivo, e 4 na má vontade indeferiu alegando falta de anexar o arquivo, sendo que o protocolo de envio sai a data e numero de recibo que foi o que eu coloquei no texto, é duro agora é aguardar analisar novamente rsrsrs, está difícil nossa vida.

pensei, quem analisar vai ver o relato, ai vai entrar no sistema deles e confirmar o envio com o numero de recibo que informei e liberar, igual foi feito com 2 caso meu, mais infelizmente depois de mais de um mês indeferi por falta de anexar o protocolo.

todos recursos que fizerem se tiver documento anexe, para não passar a mesma raiva que passei

abraços a todos

Página 17 de 17
RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.