x
2020-11-18T01:07:13-03:00

FÓRUM CONTÁBEIS

DEPARTAMENTO PESSOAL E RH

respostas 4

acessos 90

Seguro desemprego

há 10 semanas Quarta-Feira | 18 novembro 2020 | 01:07

Boa noite a todos, gostaria de saber se alguém pode me tirar uma dúvida, minha noiva trabalhou 1 ano como jovem aprendiz, e logo que encerrou-se o contrato ela entrou em outra empresa que ficou por 9 meses, ela tem direito ao seguro? Pois somando os dois daria mais de um ano e foi logo em seguida que saiu de um ela entrou no outro

há 10 semanas Quarta-Feira | 18 novembro 2020 | 16:58

Boa tarde Vitor!

Vitor, o Jovem Aprendiz só tem direito a seguro desempregado quando se é desligado por justa causa, do contrario, não, pois, a pessoa já entra sabendo o final do seu contrato. 

Pelo que você falou, o contrato dela foi encerrado no tempo determinado e logo ela iniciou em outra empresa, sendo assim, ela não teria direito ao seguro desemprego. 

há 10 semanas Quarta-Feira | 18 novembro 2020 | 17:13

Boa tarde!

Esse segundo emprego que ela ficou por 9 meses também foi um contrato de aprendiz? 
Ela já recebeu seguro desemprego alguma vez? 

há 10 semanas Quarta-Feira | 18 novembro 2020 | 17:35

faça o seguinte, solicite da empresa o requerimento e com a carteira digital faça o pedido, se conseguir otimo se não paciencia, mas exija da empresa o requerimento, pois quem vai dizer se tem direito ou não é o Ministerio do Trabalho e não empresa que demitiu

Contador Atuante que busca oferecer oportunidades legais para os seus Clientes reduzir sua carga tributaria
há 9 semanas Quinta-Feira | 19 novembro 2020 | 09:20

Bom dia, ela já deu entrada no seguro, porém está dando Erro de vínculo com CNIS no qual ela já pediu analise com recurso, este trabalho de 10 meses na verdade, não foi como jovem aprendiz. 27/03/2018 a 27/08/2019 (Jovem Aprendiz) 03/10/2019 a 07/08/2020

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.