x

FÓRUM CONTÁBEIS

DEPARTAMENTO PESSOAL E RH

respostas 1

acessos 58

Licença maternidade e Férias

Francisco Cabello

Bronze DIVISÃO 3, Auxiliar Depto. Pessoal
há 6 semanas Terça-Feira | 2 março 2021 | 16:20

Pessoal por gentileza,

Poderiam me ajudar numa dúvida. Caso o colaborador apresentar a licença maternidade do dia 26/02 sendo que as férias dela começaram em 01/03. Reforço que no nosso caso houve uma demora no envio das informações e por isso não houve cancelamento, as férias já estavam programas e calculadas...

O que é para ser feito neste caso? Mantem as férias? Cancela e verifica uma forma de descontar/devolver o valor?

Agradeçooo

Kyany Machado Lagemann

Prata DIVISÃO 1, Assistente Recursos Humanos
há 6 semanas Terça-Feira | 2 março 2021 | 16:28

Boa Tarde Francisco,

Essas férias precisam ser CANCELADAS para dar inicio à licença maternidade, pois a licença começou ANTES das férias, já que o inicio das férias seriam dia 01/03. Independente se já tinham sido enviadas, e calculadas. Precisa ver com o sistema seu para cancelar, e caso já tenha enviado ao e-social precisa cancelar também.


Segue um exemplo de uma Situação:

Se durante as férias da empregada gestante ocorrer o nascimento da criança, o gozo das mesmas ficará suspenso e será concedida a licença-maternidade.
Após o término do respectivo benefício, as férias serão retomadas, efetuando-se o pagamento das diferenças salariais ocorridas durante o período da licença-maternidade, se for o caso.
Assim, se a empregada sai de férias em 07.10.2019, por 30 (trinta) dias, e tem licença-maternidade atestada a partir de 17.10.2019, deverá haver a suspensão das férias dia 16.10.2019 (iniciando a licença dia 17.10.2019 até 13.02.2020 – 120 dias), retomando o gozo de férias em 14.02.2020 até 04.03.2020, quanto terá completado os 30 dias.
No seu caso ela nem começou a gozar das férias, mas já dá pra se ter uma ideia do que fazer!!!


RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.