x

FÓRUM CONTÁBEIS

SOBRE O PORTAL CONTÁBEIS

respostas 21

acessos 8.024

Abrir Escritório Contábil sem Experiência

Antonio

Iniciante DIVISÃO 2, Professor(a)
há 2 anos Quarta-Feira | 5 abril 2017 | 19:52

Prezados,

Tenho 38 anos, sou Contador formado há 17 anos e com experiência de 5 anos como Controller de uma grande empresa, além de lecionar Contabilidade há 10 anos.

Todavia, gostaria muito de abrir um escritório, mas tenho receio pois nunca trabalhei num escritório de Contabilidade antes e, portanto, não conheço as rotinas.

Gostaria de saber se vale a pena arriscar, se existem consultorias que podem me ajudar nesse sentido.

Muito obrigado!



Fernando H. Buzaneli

Ouro DIVISÃO 3, Contador(a)
há 2 anos Quinta-Feira | 6 abril 2017 | 10:05

Antonio, bom dia

De jeito nenhum vale a pena arriscar, não faça isso.

A responsabilidade do contador é muito grande e as rotinas dentro de um escritório são extremamente complexas.

Você precisa ter boa noção de como funciona um escritório, a base das rotinas societárias, trabalhistas/previdenciárias, fiscais/tributárias, contábeis, financeiras, comerciais, marketing, controle de equipe...

Sugiro que você busque cursos e consultoria para lhe ajudar, sim.

Atenciosamente,
Fernando H. Buzaneli
http://www.buzaneli.com.br

Karina Louzada

Diamante DIVISÃO 1, Contador(a)
há 2 anos Segunda-Feira | 17 abril 2017 | 17:24

Antonio

Concordo plenamente com o Fernando.

Um escritório contábil é bem complexo, engloba tudo o que vc viu em sua graduação e muito mais, vc atuará em todas as áreas possíveis e impossíveis tbm rsrsrs e para isso necessita de conhecimento básico nessas rotinas, já que tudo nessa área envolve multas astronômicas.

Sugiro que busque parceria com algum outro Contador que tenha uma bagagem mais completa nesse sentido.

Agradecida,

Karina Louzada de Oliveira -Vitória-ES.

Ariane Nobrega

Bronze DIVISÃO 3, Assistente Contas à Pagar
há 2 anos Quinta-Feira | 20 abril 2017 | 12:36

Antonio , acho que deveria sim!! Esse é seu abjetivo? Vá a guerra, estude e nada é impossível. Não tenho experiencia com contabilidade, mas sei que existe sim um campo muita vasto de possibilidades. Tenho esse objetivo também, sei que o caminha é longo, mas temos que pensar a longo prazo. Afinal queremos ser realmente contatores e empreendedores contábeis.


Va em frente.


Guilherme Henrique Cardoso

Bronze DIVISÃO 3, Analista Contabilidade
há 2 anos Quinta-Feira | 27 abril 2017 | 16:07

Antonio,

Ninguém nasceu sabendo, concorda?

As obrigações do escritório contábil você só vai aprender praticando, logo se você for se inibir pelas limitações nunca vai chegar a ser dono do seu escritório/negócio.
As dificuldades existem, porém no ramo contábil existem muitas facilidades de informações na internet e recursos de amigos contadores para tais práticas, aqui mesmo neste site você tem uma gama de informações para "n" tipos de dúvidas.

Estamos a disposição meu amigo! Não perca mais tempo! Acredite em você!

Ismael Bezerra Pereira

Bronze DIVISÃO 4, Assistente Contabilidade
há 1 ano Segunda-Feira | 23 outubro 2017 | 21:25

Ainda não, mas estou vendo para fazer fiscal e DP. tenho uma grande experiencia no contabil e um pouco no fiscal, mas não conheço nada do DP. Quanto aos curso, existem diversas pessoas que fizeram e aprovam, fora os videos e hangouts que ele posta que são muito bons. No site dele tem algumas amostras de aulas, dá uma conferida. se voc^for de São Paulo, tem um curso do Sindicont que te ensina todos os departamentos do escritorio. O nome do curso é: Escritorio Contabil Modelo.

Daniel de Oliveira

Bronze DIVISÃO 2
há 1 ano Terça-Feira | 24 outubro 2017 | 15:19

[code] Ismael Bezerra Pereira Estou interessado também em fazer o Contábil e Fiscal, realmente parece ser bom.

Peter Leite

Bronze DIVISÃO 2, Contador(a)
há 1 ano Quarta-Feira | 14 março 2018 | 16:12

Prezado Antonio,

Realmente há muitas dificuldades para quem inicia-se na área, pois são vários departamentos e especializações das quais sobrecarregam o profissional da área contábil, o que fiz no início foram parcerias. Então sugiro que pense nessa possibilidade, se houver interesse me acione no e-mail peter.leite80@gmail.com para qual possa te enviar um material.

Fabricio Viana

Prata DIVISÃO 2, Analista
há 1 ano Terça-Feira | 20 março 2018 | 16:50

Boa tarde

Não tenho formação contábil mas já trabalho em escritório contábil a 12 anos, não ha nenhum bicho de 7 cabeças como foi falado acima, mas também não é não simples, fazer parcerias no inicio também acho que seria ideal, as rotinas de folha de pagamento e fiscal, são bem complexas e tem muitos macetes, eu trabalho na folha de pagamento caso queira estou a disposição para trocarmos experiencias e quem sabe uma parceria neste sentido.


Fabrício Viana
Fabricio.cristo@hotmail.com
Watts: 96736-8991

Um conhecimento só é válido quando compartilhado.

Fabricio Viana
Analista de Folha de Pagamento
Cotia - SP

Cleide Manhanes

Bronze DIVISÃO 3, Contador(a)
há 1 ano Sexta-Feira | 13 abril 2018 | 10:33

Bom dia ,

Tenho 42 anos, sou Contador formado há 5 anos , trabalhava em uma empresa na área de Sped. ..resumindo não tenho experiência.

Mesmo assim gostaria muito de abrir um escritório, estou procurando curso para me aprimorar pois não conheço as rotinas.
Pretendo começar pegando empresas/lojas pequenas .

Poderiam me dar um norte?


Muito obrigado!
Cleide Manhanes

Joao Silvestre

Prata DIVISÃO 2, Técnico Contabilidade
há 1 ano Terça-Feira | 17 abril 2018 | 11:37


Escritório não é mais um seguimento rentável. Lamentavelmente de 10 anos para cá, trabalhamos na área por teimosia.

Os Órgãos públicos: RFB, SEFAZ e munícipios. E não é os sistemas informatizados e sim a forma com que ele é aplicado. O pessoal do TI que são responsável pelo sistemas aplicam formas estúpidas e é em cima disso instruções normativas .

Se tiver empresas do LP ou LR, obrigações acessórias aos montes: DCTF, ECF, EFD, EFD-Contribuições, EFD-Icms - IPI, GIA, informações desta ao municipio,

Se tiver no Simples Nacional fazer o PGDAS-D on line, com digitação de 43 (CNPJ+ CPF+Cód. acesso+ letras indecifráveis anti robótico) caracteres para poder acessar o Simples Nacional.

Há por parte do governo a ideia de que o contador é responsável por tudo. Que o contador depois de apurar o valor dos impostos ainda tem que enfiar a mão no bolso do empresário e tirar o dinheiro para recolhimento dos impostos.

As vezes me pergunto , o que seria se fosse direto empresário x governo.

Depois disso, ainda somo obrigados a fazer serviços gratuito para o IBGE que todo ano querem dados que são fora do parâmetro que desenvolvemos, mas temos que preencher campos que estão exigindo.

Após o SEBRAE formar o MEI e determinar que o serviços seria gratuito pelo contadores(que beleza) grande parte do empresarios do ME estão migrando para o MEI.

Aí vem o retorno disso. No meu caso, financeiramente já é inviável, as despesas superam as receitas: folha de salários + aluguel + rede de água + água + material de limpeza + reparos no prédio +CRC + telefone + internet + IPTU + alvará + sistema de alarme + Sistema de programa + manutenção de equipamentos e software + impressos + assessoria tributária fiscal+contábil+ pessoal.

No meu caso particular, foi doído, mas dispensei todos LP e LR , para que procurasse outros escritórios, todos eles ficaram com aborrecidos, mas trabalhei muito tempo, pagando horas extras para funcionários para fazer ECD, ECF, EFDs. Fiquei apenas com SN e agora vejo que estão migrando para o MEI.

Ainda assim, dois casos que que receberam comunicados da RFB dizendo que em 2016 havia erro no PGDA-D e retificasse e recolhesse a diferença: Ora! erro nenhum, nem por equívoco, nem por má fé. Retifiquei o PGDA-D sem alterar qualquer valor, pois estava correto e deu uma a recolher de 836,48. O cliente negou a pagar e tiver que desembolsar o valor para recolher. Isso é injusto. O TI da rreceita são irresponsáveis e o comitê gestor omisso.

Por essas ração, devo indenizar os funcionários que me restam, venho orientando para que busque seguimento futuro fora de escritórios e bem antes de dezembro/2018, estarei desativado.
Joao

Tamiris M. de Oliveira

Bronze DIVISÃO 2, Auxiliar Contabilidade
há 1 ano Terça-Feira | 17 abril 2018 | 12:14

Bom Dia!

Estou passando pela mesma situação, tenho 22 anos e me formei no ano passado, trabalhei 1 ano e meio em um escritório de contabilidade na área de DP, e agora estou a mais de 2 anos trabalhando em uma imobiliária que tem como regime de tributação o lucro presumido e faço o contábil, fiscal e DP. Resolvi deixar meu emprego, e tenho muita vontade de montar meu escritório, mas tenho medo de não dar certo. Estou sempre buscando cursos e o máximo possível de aprendizado, mas sinto que nunca é suficiente...

Joao Silvestre

Prata DIVISÃO 2, Técnico Contabilidade
há 1 ano Segunda-Feira | 23 abril 2018 | 11:24

Então
Tamiris

Voce é bastante jovem, tem tudo pela frente, e, também não é aconselhável o pessimismo, mas a realidade é brava.

Como citei anteriormente ao abrir um escritório você terá como obrigação: pagar o CRC seu, mas também o CRC do estabelecimento, ou ter prédio próprio, ou terá que alugar, comprar equipamentos e a manutenção, compra de sistema folha, fiscal e contabilidade ( desisti de um depois de 17 anos pelo péssimo atendimento e mudei para e está até pior), assessoria fiscal, trabalhista e contábil (opcional), internet, telefone, sistema de alarme, água , energia, alvará, material impresso, material de limpeza, sindical, toner ou cartucho. Isso se for trabalhar sozinha (humanamente impossível) e contratar auxiliares terá mais a responsabilidade de salários + encargos.

Aí você terá que ir em busca dos clientes. Se já tiver alguns? Ótimo. Se não terá que buscar empresas novas ou mesmo captar aquelas que por iniciativa própria busque serviços de outro escritório.

Obrigações dos serviços junto ao fisco federal: Se Lucro Presumido ou Lucro real fazer apuração de Cofins e Pis para pagamento mensal e IRPJ e CSLL para pagamento trimestral e as obrigações acessórias de entrega mensal de DCTF, EFD-Contribuições e EFD-Icms-IPI e anual ECD e ECF,
ocasionado centenas de inconsistências na transmissão.

Observar, atentamente , novas versões disponibilizadas, mesmo o Java, que costuma dar conflito.

Para o Simples Nacional, tudo é on-line, ou seja, a apuração tem que estar tudo rascunhado e depois de digitar 43 caracteres pode ser acessado o sistema de determinado empresa. E a Defis , anual.

Tudo com prazo de entrega, passado, arcar com a multa (exceto Defis)

Para o fisco estadual: Apuração de ICMS mensal e entrega de GIA. Para empresa do Simples não tem que apurar ICMS, mas atentar para para compras/vendas interestaduais com MVA. No meu caso Estado de São Paulo, ainda tenho a diferencial de alíquota.

Para o fisco municipal: vendas de mercadorias até que não é burocrático, mas para faturamento de serviços é tremendamente complicado, devido alíquota de serviço de cada município, para empresa LP e LR. Empresa do simples obedecer o anexo do Simples, mas de todo terá que prestar dados o fisco municipal. Seja do ICMS devido ao município, seja ISS de todas formas.

Ainda temos, que mesmo anual, mas transmitir dados para o IBGE gratuitamente, é dados de balanços, mas dentro dos parâmetros do IBGE.

E o MEI, formalizado pelo SEBRAE, que orientou que os escritório tem que abrir a empresa e mantê-la pelo dados do fisco gratuitamente.

Aí vem o que chamo de capitular, mediante todo trabalho acima mencionado. Ou seja, é constrangedor efetuar todo trabalho acima e ouvir reclamação do cliente sobre a mensalidade , ou mesmo inadimplentes que temos que continuar a fazer o serviços e temos quer aceitar de que forma terá condições de receber ou acionar juridicamente, mas aí é perda do cliente um, dois...... Ou até mesmo a guerra de colegas, assediando nossos clientes.

Então, repito, vale a pena fazer a tentar, mesmo porque você tem o direito do recuo, se não haver o retorno sustentável que lhe dê segurança de futuro, de um trabalho rentável.

Boa sorte.

Joao Silvestre.







Sandro Nunes Chagas

Prata DIVISÃO 2, Trainee
há 1 ano Segunda-Feira | 23 abril 2018 | 11:32

Se você nunca arriscou, você nunca viveu!

se vai tentar siga em frente até o fim

Dois pesos e duas medidas existe na relação, Estado e contribuinte, quando este último deve o Estado assola, quando o contrário, o Estado enrola.

Veronica Nascimento

Prata DIVISÃO 2, Contador(a)
há 1 ano Segunda-Feira | 23 abril 2018 | 16:27

Acho que coragem é importante sim, em qualquer empreendimento.
Mas se não tiver vivência nenhuma em escritório isso se torna bem perigoso. Porque sim, é complexo, é muito trabalho e MUITA responsabilidade!
Bicho de 7 cabeças? Impossível? Se você estiver sozinho e sem noção nenhuma do que é um escritório eu responderia que SIM.
Meu conselho é se você tem pressa em realizar seu sonho procure um parceiro, sócio, funcionários com experiência. Ou ainda trabalhe em um escritório por uns 2 anos, a vivência é sim MUITO importante.

Meu caso foi o seguinte: Trabalhei por 8 anos em escritório contábil, somente no departamento fiscal, mas no escritório que passei 5,5 anos vi os outros departamentos trabalharem e nisso, mesmo sem fazer os processos eu acabei aprendendo sobre eles. Esse ano completo 10 anos na área, e me arrisquei a pegar uma empresa para cuidar, estou sozinha e até agora passei por muita coisa, te garanto que sem as experiências que tive anteriormente eu não estaria dando conta. Cuidar de diversas áreas com infinitas regras e obrigações acessórias sem ter visto nada disso de perto é muito perigoso, estamos falando da sua carreira e habilitação profissional, sem contar os custos e multas altissímas mencionados pelos nossos colegas anteriormente.

Se é seu sonho não desista, mas não se jogue de cabeça se não tiver um 'salva vidas' por perto.

Patricia Villar

Bronze DIVISÃO 4, Autônomo(a)
há 11 semanas Terça-Feira | 26 fevereiro 2019 | 11:35

Bom dia, sr. Antônio!!


Olha existe um curso muito bom que é exatamente para pessoas que tem esse desejo de abrir o próprio escritório, mas ainda não se sente confiante ou não sabe todas as rotinas de um escritório contábil. Comecei a fazer a pouco tempo e realmente o curso é passo a passo.

Estou gostando bastante. É esse aqui: http://conecte-se.store/curso-manual-do-contador-iniciante/


Tenha fé e siga em frente!!
Sucesso!

Consultor Especial

Eduardo Molinari

Consultor Especial , Controller
há 11 semanas Terça-Feira | 26 fevereiro 2019 | 12:36

Boa tarde a todos!

Parabéns pelas palavras de apoio, indicações, opiniões, com certeza foram de grande valia para todos.

O que se precisa entender, na minha opinião, é que a "expertise" de um dirigente de Escritório Contábil é ele conhecer todas as rotinas dos departamentos envolvidos, quais sejam:
1 - Contábil -> Tem que saber contabilidade e os diversos regimes tributários, pois você pode ter 3 clientes que são regimes diferentes, o que eu quero dizer, é que contabilizar documentos não muda, o que muda são os critérios de como contabilizar, para atender a Legislação;

2 - Fiscal -> Dominar Entradas, Saídas, Apurações, Obrigações Acessórias, ou seja, ter a legislação bem clara na mente para saber como e o que fazer quando chega um documento fiscal em suas mãos;

3 - Trabalhista -> Tem que saber as rotinas trabalhistas, apurar uma folha de pagamento, os encargos e saber como fazer as obrigações acessórias, sendo que este depto. é muito delicado, já que você envolve outras pessoas (funcionários, dependentes, etc) e não apenas o seu cliente;

Estas explanações acima são bem simples, mas é para que fique claro que sem essas prerrogativas provavelmente não obterá sucesso, já que essas são as coisas do dia a dia de um escritório.

Como o colega Antonio é Controller de uma empresa à um bom tempo, eu imagino que ele tenha noção das áreas que citei, pois eu quando fui Controller eu fui obrigado a aprender cada área, já que era eu quem assinava pela empresa.

Então para finalizar, vocÊ pode, sem sair de seu emprego e sua estabilidade, abrir sim um escritório e começar a trabalhar com empresas pequenas, onde a demanda de tempo é pequena e assim você vai pegando o jeito das coisas..

Boa sorte

Não se iluda com os seus seguidores no Facebook, Twiter, WhatsApp, etc....
Jesus só tinha 12 e ainda foi traído por um...

Meus filhos... minha vida

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL

cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.